sexta-feira, dezembro 22, 2006

Boas Festas!!!!

sábado, dezembro 16, 2006

"E agora algo completamente diferente..."

Saíndo um bocado do contexto, quero aqui salientar a estrondosa vitória da "nossa" Associação Desportiva do Fundão em casa do Sporting Clube de Portugal em jogo a contar para a 11ª jornada do Campeonato Nacional da I Divisão de Futsal.

Uma grande vitória na época de estreia da ADF no escalão maior de futsal e logo contra o actual campeão nacional da modalidade que contava por vitórias os jogos até agora disputados!

imagem retirada daqui

terça-feira, dezembro 12, 2006

Classe on tour

Salamanca (ES), 9/12/2006 - 23h55m
Quanto não vale ter uma matrícula assim?

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Nacional-1 / FCPORTO-2


Bruno Moraes (1-1, 75m), Lucho (1-2, 89m)
Vitória justissima num campo dificil e com um arbitro que foi muito habilidoso em três lances.
Com o FCP a entrar bem no jogo, com controlo de jogo, durante os primeiros 10/15 m, mas depois o Nacional ficou mais forte no meio-campo, e como o FCP jogou com 3 médios de caracteristicas mais defensivas, faltava quem se chegasse pelo meio junto do Postiga que estava sozinho na frente, apesar do Lucho tentar aparecer as vezes nas costas, mas com este trio nota-se em determinados jogos a falta de quem construa alguns lances de ataque.
Depois alguns jogadores do FCP começaram a não jogar, ou seja, a aguardar apenas que o tempo passasse, e á espera que o golo acontecesse, o que se veio a verificar, mas na baliza do FCP!!!, alguns jogadores neste lance forma displicentes na forma como abordaram o lance e é incrivel como aparece um "avançado" sozinho na zona de penaltie com 4/5 defesas a ver jogar...
Depois foi correr atrás do resultado, mas apenas na 2ªparte e com a entrada de B.Moraes para as costas de Postiga é que o FCP começou a mandar naquela zona do terreno, porquê o FCP precisava de marcar e a equipa fica mais equilibrada quando tem um nº10, principalmente para este tipo de jogos, contra equipas que só jogam em contra-ataque e só pensam em destruir jogo, como foi o caso do Nacional.
O FCP pegou no jogo e partiu em busca de outro resultado, mas apenas depois da entrada de Ibson por P.Assunção (e a saida de Chainho, fisicamente esgotado, se tivesse pernas para 90m nao sei como seria...) é que se viu um FCP realmente a entrar por todos os lados na defesa do Nacional e a chegar com justiça ao empate e depois á vitória, 2 golos da chancela de Quaresma com B.Morais a aparecer bem na area e com Lucho a encher o pé e a fazer um golaço de levantar um estádio...
Ou seja, vitória justissima e que para mim apenas peca por escassa, isto porque apesar do FCP não ter feito um grande jogo, em alguns periodos foram mesmo um pouco fracos, esteve sempre mais perto de vencer do que perder ou empatar, e digo que apenas peca por escassa porque é aqui que entra o arbitro, Penaltie sobre Lisandro, agarrão claro na area, Penaltie sobre Bosingwa, rasteira clara e á frente do arbitro, e Avalos corta um lance com a mão e nem falta é assinalada, logo diz que o FCP ganhou por sorte, deveria ver o jogo com olhos de ver e pensar um pouco antes de falar...
Quanto aos jogadores, acho que o FCP em alguns periodos teve um pouco adormecido, e alguns jogadores, visto não serem criativos, sofreram com isso, casos do R.Meireles e P.Assunção (falhar a baliza na linha de penaltie é imperdoável), Bosingwa esteve fraco nos cruzamentos e no lance do golo sofrido não estava na posição de Pepe, visto que este o dobrou no lado direito e Pepe foi algo displicente na abordagem ao portador da bola e depois B.Alves chegou atrasado ao remate, Fucile sem pé esquerdo no apoio ao ataque esteve fraco e a parecer algo cansado, Lucho um pouco ausente em alguns periodos do jogo, Lisandro muito desastrado nos passes, parecia que não acertava uma, o que valeu foi que Quaresma causava sempre perigo quando pegava na bola (apesar de estar um pouco fora do jogo), Postiga parece um pouco cansado, mas teve azar naquela bola ao poste, mas é para isto que o FCP tem banco, Bruno Moraes mexeu com o jogo e Ibson ainda mais, mas é por isso que digo que J.Ferreira tem de ir fazendo descansar alguns jogadores até Fevereiro/Março, altura dos jogos decisivos da época.
Por isso a vitória é justissima, mas é preciso não embadeirar em arco, agora é preciso manter este estado de vitória e encarar todos os jogos de forma humilde e guerreira para não se ser supreendido ou ter sustos como o de hoje.
PPOOOOOOOOOORRTTOOOOOOOOOO!!!!!

quinta-feira, dezembro 07, 2006

FCPORTO-0 / Arsenal-0














Qualificação atingida,2ºlugar grupo, 11 pontos, 3 V,2E,1D, 9 gm-4 gs.
Se pensarmos que os 2 Empates foram em casa, e que esses jogos podiam facilmente ter resultado em vitória do FCP, podiamos estar a falar de 15 pontos em 18 possiveis, o que teria sido estupendo, mas se pensarmos que nos dois jogos iniciais o FCP só tinha 1 ponto, a recuperação foi extraordinária.
Mas assim foi preciso chegar ao ultimo jogo para garantir a qualificação.
Jogo de razoavel qualidade, visto que ambos os conjuntos nunca tentaram criar muitas rupturas em velocidade e que poderia originar desiquilibrios defensivos, o que para as caracteristicas deste jogo, era algo que se aguardava.
O Arsenal em 4-5-1, tentou sempre manter a estrutura defensiva, e visto que o empate lhe chegava para ficar em 1ºlugar, só o FCP tentou verdadeiramente ganhar o jogo (mas apenas até aos 75 m.!!!), com os desiquilibrios de Quaresma e com as entradas de Lisandro ou Lucho no apoio ao Postiga, mas sem nunca abdicar do meio-campo com 2 jogadores (PA e RM).
Mesmo assim, gostei do jogo, foi um FCP seguro nos movimentos, nas transições defesa-ataque, com o jogo bem estudado, com os laterais a subirem pela certa, em movimentos seguros, como que a antever jogos futuros, que com equipas deste nivel, se anteve jogos de maior dificuldade.
Mas bastava 1 daquelas bolas ao poste do Quaresma para o FCP vencer o jogo, o que seria mais justo e colocaria o FCP com adversários mais acessiveis nos oitavos-final (tirando claro o Barcelona, Real Madrid e Inter Milão), os outros eram acessiveis a este FCP, assim, para mim, serão dois jogos contra um adversário de valor igual ou superior, e será determinante o FCP entrar nesses jogos com os jogadores em pico de forma, assim, JFerreira tem de efectuar até Fev/Março uma gestão cuidada dos jogadores, e espero que Anderson recupere até lá e que ninguém se lesione.
Agora é importante não embadeirar em arco, e como temos já um jogo muito importante segunda, recuperar as mazelas e vencer esse jogo é importante para os jogadores criarem um espirito de vitória, e continuar na senda vitoriosa até agora.
PPOOOOOOOOOORRTTOOOOOOOOOO!!!!!

quarta-feira, novembro 22, 2006

Liga Zé do Boné - C.L.Jornada 5


A competição na Liga Zé do Boné - UEFA Fantasy League está ao rubro agora que nos aproximamos da última jornada da fase de grupos!

Cumprida que está a jornada 4 (5ª da Champions League), Pavlov Doorman continua firme na liderança, tendo inclusive ganho vantagem sobre os seus mais directos perseguidores: Aldo Maia e Gil Lopes, este ultimo relegado esta jornada para a 3ª posição.

Isolado no 4º posto, e após alguns resultados adversos frutos de arbitragens habilidosas e situações menos claras, segue a equipa deste vosso criado tendo aproveitado esta jornada para se aproximar do trio da frente.

Em 5º lugar, tendo perdido algum terreno após uma jornada menos positiva, continua a grande representante feminina na competição: a Joana.

Por último, o camarada Márcio continua a disputar a competição fundamentalmente com tranquilidade, perfilando-se como sério candidato à taça Zé do Boné - Fair Play.

Eis a classificação actual:

1 - Pavlov Club > 195 pontos (44 na jornada)
2 - Special One > 187 (42)
3 - Wolverine23 > 185 (35)

4 - Zé do Boné > 162 (48)
5 - Grandes Girl > 140 (26)
6 - Taska Force C.P. > 124 (35)

CSKA Moscovo-0 / FCPORTO-2


Quaresma (0-1, 2');
Lucho González (0-2, 61')
Porto Vintage, como alguém já classificou esta exibição, sem dúvida a melhor da época.
Gostei, adorei mesmo, personalizados, objectivos, determinados e conscientes em todos os momentos de como se devia interpetar este jogo, todos os jogadores estiveram muito bem durante os 90m.
Numa 1ªparte em que o FCP podia ter marcado 3 golos e ter desde logo resolvido a situação, e uma 2ªparte mais de controlo de jogo, sem correr riscos atrás e sempre a sair a proposito para o ataque.
Helton seguro nas bolas aereas, os centrais irrepreensiveis (á excepçao de uma falha do Pepe que originou o amarelo ao Bruno ALves), os laterais (e Fucile, apesar de não ser canhoto, está a fazer muito bem esse lugar) muito bem nas tarefas defensivas e sempre dispostos a subir no terreno.
P.Assunção, para este tipo de jogos, se a sua presença se fizer notar na sua area de acção, isso por si só cria uma maior liberdade aos outros 2 médios que assim podem subir á vontade, e criar perigo pelo meio aos adversários, julgo que a boa exibição de P.A. foi determinante neste jogo, pois os centrais estiveram sempre protegidos e os laterais poderam avançar com maior segurança defensiva.
R.Meireles, na dupla função de cortar o caminho ao adversário (onde esteve muito bem) e criar lances de perigo (aqui precisa evoluir um pouco mais).
Lucho, excelente, outro jogador que no apoio directo ao trio da frente esteve impecável, recuperou a bola no lance do 1ºgolo, e soube aparecer muito bem na sua zona de tiro para marcar o 2ºgolo, que permitiu ao FCP ter uma segurança maior no resultado, nota-se que está a voltar á boa forma fisica.
R.Quaresma, atravessa um excelente momento de forma e como está um jogador confiante, faz jogadas muito boas em campo, e ao marcar logo aos 2 minutos permitiu ao FCP entrar num jogo fulcral com segurança.
Lisandro Lopez, um jogo de raça e muito personalizado, a correr o campo todo, sempre em apoio aos colegas, e muito eficaz na forma como assistiu RQ e LG para os 2 golos do FCP, excelente.
Helder Postiga, muito batalhador, a segurar muito bem a bola para os colegas poderem partir para o ataque, só precisa de em lances frente ao guarda-redes apurar a finalização para gestos de classe e assim supreender o GRedes adversário.
Jorginho, Alan e B.Moraes, pouco tempo em campo, mas unidos no objectivo da equipa, Vencer.
Agora é preciso é não embadeirar em arco, jogaram bem, sim, muito bem mesmo, mas é preciso JFerreira e os jogadores perceberem que a temporada é longa e que nada está ganho, é preciso continuar a evoluir com os pés assentes no chão, esta vitória e pela forma como ela aconteceu apenas nos diz que o FCP está no bom caminho.
E neste aspecto acho que JFerreira tem um pau de dois bicos para gerir, os 11, 12 base está muito bem, mas acho que deve dar mais hipoteses a alguns jogadores que assim vão perder ritmo de jogo, e é preciso rodar a equipa nalguns jogos para não se chegar ao final de época com os principais jogadores muito desgastados.
PPOOOOOOOOOORRTTOOOOOOOOOO!!!!!

domingo, novembro 19, 2006

FCPORTO-2 /Academica-1

Vitória suada, sofrida, mas justa e inteiramente merecida...
É preciso é não perdoar tantas chances de golo para não sofrer no final, como se sofreu.
Mas destaco pela negativa a incapacidade do FCP em ter a bola mais tempo, é preciso que J.Ferreira e a equipa aprendam a ter dois tempos de jogo (em procura do golo, e na gestão do ritmo do jogo, é preciso urgentemente aprender a fazer isso), senão os jogadores vão se cansar mais, vão correr mais e vão ficar desgastados desnecessáriamente.
Quanto aos jogadores, destaco Ricardo Quaresma que está num optimo momento de forma, Postiga voltou a facturar, o regresso de Ibson, ainda que a meio gás e já um maior tempo de utilização de Bruno Moraes.
Continuo sem gostar muito do Marek Cech, acho que está algo fora de forma, e com R.Meireles em campo o que se ganha em pressão mais alta, perde-se um pouco em aspectos posicionais, (P.Assunção é mais fixo e permite uma maior liberdade aos outros dois médios.)
E não sendo uma critica, é sempre um aspecto a ter em conta para vitórias futuras.
De resto, e como o FCP já está em Moscovo, só espero é que tragam de lá uma vitória, porque honestamente, se jogarem bem, têm capacidade para isso.
PPOOOOOOOOOORRTTOOOOOOOOOO!!!!!

terça-feira, novembro 07, 2006

V.Setubal-0 / FCPORTO-3


Lisandro 4, Hélder Postiga 7, Quaresma 77
Vitória clara, sem dar hipoteses ao adversário em momento algum (VSetubal está fraco este ano), mas é com estes pontos que se conquistam titulos, porque o desaire pode acontecer se os jogadores facilitarem.
Por isso, neste jogo e no término deste ciclo de 6 jogos em +-23 dias com 5V e 1E (17GM-5gs) (-V-Maritimo(c-3-0) -V-Hamburgo(c-4-1) -E-Sporting(f-1-1) -V-Benfica(c-3-2) -V-Hamburgo(f-3-1) -V-Setubal(f-3-0)) destaco a atitude dos jogadores, (visto que em outro momento já critiquei a atitude, e temos uma derrota em Braga devido a essa passividade), parece que a equipa aprendeu a lição e não está a facilitar, o que é bom, é preciso é continuar assim e se possivel a subir de forma, porque ainda não se ganhou nada.
Destaco aqui também o mérito de Jesualdo em dar animo a jogadores menos utilizados e que vêm de lesões (Bruno Moraes) e tentar colocar a jogar outros que têm poucas hipoteses de jogar a titulares (visto que o plantel é muito extenso).
Infelizmente as lesões tem prejudicado muito o FCP, mas mesmo assim o grupo tem sabido gerir essa situação, palpita-me que pelo andar da carruagem, não teremos em simultaneo os 28 jogadores disponiveis :(.
Neste jogo realço Ricardo Quaresma (Golaço que ele fez) que está a subir de forma e a criar lances de uma forma natural, passe para o 1ºgolo do Lisandro (muito bem a aparecer nas costas do defesa).
Também Jorginho apareceu muito bem neste jogo, dinamico, interventivo e a resguardar sempre a sua area em processo defensivo (bem no 2ºgolo a desmarcar HPostiga).
HPostiga continua em grande, excelente no golo, mais alguns pormenores interessantes e sempre muito batalhador, tal como Lisandro.
O Lucho tem de treinar lances 1x1 com o guarda-redes, já em Braga!!! (com 0-0) ele falhou um golo tal como hoje falhou o 3-0, isolado ou dá golo ou dá expulsão do guarda-redes, menos é pouco!!!, mas esteve bem na dupla tarefa (defesa-ataque) a transportar bem a bola para a frente e com um bom tempo de passe.
Com um meio-campo com Jorginho, é natural que Jesualdo opte por um médio mais defensivo (P.Assunção, que sem estar deslumbrante, cumpriu bem neste jogo, e permitiu a subida dos seus colegas de sector, bem como dos laterais).
Laterais, (Bosingwa e Fucille) que estiveram bem nos seus sectores e que apoiaram bem o ataque, ou seja não comprometeram, mas Fucille do lado esquerdo ainda parece falivel (aos 65m,70m parece que deu o berro), talvez a substituição se deve-se ao cansaço.
Centrais, bem nos cortes (então pelo ar não passa nada), mas destaco uma entrada "maldosa" de Bruno Alves, que podia ter dado o Vermelho, e eu que tenho estado atento á evolução (e bem) deste jogador, espero que Jesualdo não deixe passar esta situação e adverta o jogador para não voltar a repetir, porque estles lances ás vezes decidem partidas (não foi o caso felizmente), e Pepe, por duas vezes "brincou" um pouco demais e perdeu a bola em zona proibida...
Helton, nos lances chamado a intervir, muito bem, mas falhou claramente o tempo de salto num lance que podia ter causado mais perigo, é preciso concentração durante os 95m de jogo e não relaxar após os 3-0.
Mas gostei, 3-0 é um resultado justo e agora esta paragem dará para a equipa reflectir no bom e mau que fez até agora, e recuperar jogadores que estão lesionados (Ibson, principalmente).
PPOOOOOOOOOORRTTOOOOOOOOOO!!!!!

quinta-feira, novembro 02, 2006

Hamburgo-1 / FCPORTO-3

Hamburgo-1 / FCPORTO-3 (Lucho 44, Lisandro 61, Bruno Moraes 87)
Excelente vitória do FCP fora de casa (perante uma equipa mais fraca), mas que possibilita ao FCP continuar a acreditar na classificação para a fase seguinte, apenas dependemos de nós, se é dificil, sim, mas com este espirito de entre-ajuda e de garra acredito que é possivel.
J.Ferreira voltou a confiar no , e ainda bem, dinamico e sempre generoso (não é o melhor dd do mundo, mas transmite outra confiança em funções defensivas), já Fucille no lado esquerdo, teve dificuldades naturais, mas Marek Cech tem estado fraco, e para esse lado as opções são poucas.
Espectacular GOLAÇO do Lucho, (por algum motivo é titular da seleção Argentina), tem é de voltar a facturar mais, como no ano passado, para fazer a diferença mais vezes.
Muito bem Lisandro, oportuno no lance do 2ºgolo, apesar de por 2/3 vezes ter deixado subir o seu defesa sem efectuar pressing, é preciso constancia durante os 90m.
Quaresma parece que volta a conseguir criar desiquilibrios sem ser em esforço, com os momentos de génio a aparecerem de forma natural, o que torna tudo mais fácil.
Depois do FCP sofrer o 2-1, é preciso voltar a pegar no jogo, é preciso a equipa unir-se mais depressa, mesmo que do banco não se diga nada, são os jogadores que têm de ter iniciativa para não se passar por calafrios desnecessários (bola no poste, sorte neste lance), os médios tem de ajudar os centrais e cair em cima dos jogadores contrários, sem falhar as marcações em zonas fulcrais do campo.
Realce novamente para o golo do Bruno Moraes, (mas que quando entrou parecia não ter o ritmo do jogo) que com um potente remate de fora da area e de pé esquerdo fez um golo muito bonito, e que acabou com o jogo.
Helder Postiga foi considerado o melhor jogador em campo, havia outras opções, mas concordo, confesso que este HP está lá, no ponto, e está quanto a mim, a puxar pela equipa para a frente, a tentar ser ele o primeiro defesa, a ter espirito de sacrificio, e este jogo também se ganhou e muito com todos os jogadores a saberem sofrer.
Agora na Liga dos Campeões vamos ganhar a Moscovo, só esse resultado nos serve, vai ser dificil, mas é bem possivel.
PPOOOOOOOOOORRTTOOOOOOOOOO!!!!!

domingo, outubro 29, 2006

Post em atraso (Por David Caetano)

Queria ter publicado este post antes do clássico mas foi impossível por falha na ligação à Internet. Sendo assim, porque acho que é um assunto pertinente, ele aqui fica à vossa apreciação:

Eu vou ao Estádio do Dragão

Numa declaração que, a fazer fé nos aplausos que desencadeou, foi pouco menos que bombástica, Luís Filipe Vieira anunciou que, não só ia estar presente no Estádio do Dragão mas, pasme-se, que ainda por cima se iria sentar no camarote presidencial. De imediato a povaça se ergueu aplaudindo a coragem que a afirmação deixava perceber.

Sinceramente fiquei espantado pelo aparato e pelo eco que este momento de propaganda popularucha desencadeou na comunicação social mas logo depois me lembrei de que estava em Portugal e a surpresa depressa deu lugar a um sentimento de monotonia.

LFV é ao fim e ao cabo, presidente do Benfica pelo que, ir assistir a um jogo da sua equipa, não poderá nunca ser uma prova de coragem mas tão somente uma obrigação que o seu cargo obriga a observar. Coragem era se o LFV dissesse que iria assistir ao jogo a partir de uma cadeira no topo Norte do Estádio! Aí até eu me levantava para o aplaudir.

Em segundo lugar, ele vai estar no camarote presidencial onde o seu lugar vai ser um dos mais confortáveis num raio de 1km ao redor do relvado, tratando-se de um lugar que lhe é atribuído pelos regulamentos da Liga pelo que, aproveitar os bilhetes grátis que lhe são atribuidos numa base quinzenal, não será nunca uma prova de coragem digna de registo.

Ele deverá estar grato é por não haver trâmites processuais prévios necessários para a obtenção desses lugares porque senão, à luz do que aconteceu com os bilhetes para os adeptos do seu clube, arriscava-se a ficar sem lugar graças à competência dos funcionários aos quais paga salário.

O mais desagradável da sua ida ao Dragão, para além do resultado do jogo espero eu, será ter de se sentar perto de Pinto da Costa mas mesmo assim não deixa de me causar estranheza. Acho que sentir-se indiposto só porque se vai sentar junto a alguém com alguma formação escolar (pelo menos maior que a 4ª classe), constitui a manifestação de um severo complexo de inferioridade. Não há necessidade disso e até, caso faça questão disso, depressa alguém lhe trará umas sandes de coirato regada com uns bons copos de tinto.

Finalmente, acho muito estranho um sócio do FCP precisar de afirmar publicamente que, uma ida ao Estádio do Dragão constitui uma prova de coragem. Que enorme contra-senso! Ainda por cima, isso coloca-o numa posição em que podia ter adquirido uns bilhetes a preço de sócio para alguns adeptos do clube no qual exerce funções...

Protagonista do Clássico

Os serviços editoriais do Zé do Boné lamentam a não publicação de uma fotografia com melhor acabamento mas é nossa convicção que há coisas que não justificam o trabalho.

sábado, outubro 28, 2006

FCPORTO-3 / Benfica-2








Lisandro (11m), Quaresma (20m), Bruno Moraes (90m)
Vitória sofrida, demasiado sofrida no Dragão, mas de inteira justiça, gostava era de perceber o porque do recuo das linhas e das falhas de posicionamento.
Nos primeiros 30m., só existiu uma equipa em campo, 11 jogadores em total sintonia com o público na ansia de uma vitória, a equipa inicial de J.Ferreira esteve muito forte e determinada chegando com alguma"facilidade" ao 2-0, tal era o vendaval ofensivo do FCP, com Lucho, Anderson e Quaresma a soltarem-se das marcações e a causarem o panico na area adversária, com Postiga e Lisandro muito batalhadores na frente, a segurarem bem a bola para permitir o avanço das linhas recuadas, principalmente a subida dos laterais (Fucile) que criavam desiquilibrios no meio campo adversário.
Mas com a lesão de Anderson, (é certo que o grego também cortou a bola, mas é falta e para amarelo), e com a entrada de Raul Meireles o FCP ficou com pouca pressão alta no meio-campo, pois Lucho não é Anderson, não embala a equipa para a frente com a facilidade que Anderson o faz, e assim o FCP encolheu-se em campo, para mim a opção lógica seria a entrada de Jorginho para a posição de nº10, tal como tinha feito em Alvalade na semana passada na 2ªParte, pois continuaria a pressionar alto e principalmente continuaria a ter mais posse de bola, e aqui está o ponto da questão, ter QUALIDADE de posse de bola, que é algo que este FCP ainda não conseguiu fazer (desde que Mourinho deixou o FCP, juntamente com os jogadores que sairam e hoje são considerados dos melhores do mundo).
Assim, no final da 1ªParte e inicio da 2ªparte o jogo ficou repartido e sem dono, mas (mérito lhe seja dado), Fernando Santos leu melhor o jogo e com a entrada de um médio (Nuno Assis) por um extremo (P.Jorge) e com alguma imaturidade dos jogadores do FCP, que não conseguiam arranjar soluções para terem a bola durante um maior periodo de tempo e com alguma objectividade, o FCP sofre o 1ºgolo (de canto!!!) e parte para um periodo de desnorte, que nem o banco resolveu.
Nesta fase estou convencido, que um Time-Out para J.Ferreira colocar nervo e os jogadores em SuSitio serviria para o resto da partida, mas sem isso viu-se um FCP sem estabilidade no terreno de jogo, prova disso é o lance do 2ºgolo, em que o FCP está em processo ofensivo com 6 jogadores, Cech perde a bola e é pelo lado dele que Nelson cruza para o empate, onde estavam as compenssações, dobras,...(nada)...
E a 10m. do fim, J.Ferreira fez o que qualquer treinador faria naquela situação, retirar um médio-defensivo (P.Assunção) por um avançado (Bruno Morais), que finalizou da melhor forma a única!!! hipotese que o FCP criou nos 10m. finais.
Se houve SORTE, sim, mas também mérito como o FCP chega aos 2-0, sem permitir nada ao benfica em 30m. E também vontade, crença por parte dos jogadores, que foram com tudo para cima do benfica na unica hipotese que existia, muito bem os jogadores nesse momento fulcral do jogo. Mas os outros periodos (de equilibrio) e (de desnorte), sem retirar luta, sofrimento e vontade, é preciso ter mais MATURIDADE no equilibrio do jogo, e não passar do MUITO BOM ao muito fraco no mesmo jogo, ainda precisa crescer muito esta equipa, mas valeu pela VITÓRIA e pelo jogo emocionante.
Helton - Soberbo em dois lances na 1ªParte, sempre muito calmo e sem culpas nos golos.
Fucile - Excelente a sua capacidade ofensiva, mas ainda fraco a defender, precisa evoluir nesse aspecto, (baixo para marcar um jogador muito forte no jogo aereo, mas havia poucas opções, e ele abordou mal o lance), compensou ao efectuar um lançamento lateral que mais parece um canto e que deu o 3-2.
Pepe - Muito bem nas antecipações e forte nas marcações, por pouco não cortava o lance do empate, (apenas um reparo aos 2 centrais, precisam definir melhor quem sai a um possivel remate de longe e quem fica a marcar o avançado).
Bruno Alves - Confesso que não sou especial admirador do jogador, mas nota-se evolução e confiança na forma como encara o jogo e os adversários, sendo que em lances aereos esteve irrepreensivel.
MareK Cech - parece-me que ainda não atingiu a bitola a que esteve no ano passado, não gostei que no lance do empate não tivesse soltado a bola como devia, vindo depois a perde-la e sem ninguem a compensar o lado esquerdo, deu origem ao 2-2.
P.Assunção - esteve bem na melhor fase do FCP, mas que esteve muito encostado aos centrais e perdido no meio-campo na pior fase, ainda não faz o que um "trinco" deve fazer em campo, pois ao se encostar muito aos centrais, obriga a que os seus colegas de sector também recuem muito.
Lucho - Bem como 2ºrecuperador e 2ºorganizador de jogo ao lado de Anderson, mas não é o jogador ideal para transportar a equipa para a frente quando esta precisa, mas um jogador deste nivel deve saber contemporizar melhor os periodos e tempos de jogo, deve ser ele o patrão em campo.
Anderson - 30m. muito bons, activo, dinamico, sempre a correr para a frente, infelizmente a lesão tirou-o do jogo o que contribuiu e muito para o nivel de jogo ofensivo do FCP ter baixado muito.
Raul Meireles - Entra muito bem em jogo, a aparecer no espaço do Anderson, a criar desiquilibrios, mas após o intervalo, retraiu-se muito, sem assumir o jogo, sem pressionar alto, e sem fazer a diferença num sector que o FCP tem de dominar melhor.
Ricardo Quaresma - Excelente no golo, palavras para que!!!, muito bem nos lances 1x1, quase sempre a sair bem ou a criar lances de perigo, mas ás vezes esquecia-se de apoiar Fucile na marcação a Leo, e este subia á vontade.
Tarik - J.Ferreira percebeu que precisava de alguém para cortar as investidas de Leo no lado direito e percebe-se a sua entrada em campo, mas no pior periodo do FCP não foi a solução.
Lisandro - Batalhador QB, dinamico, interventivo e um golo cheio de oportunidade, tentou fechar o flanco para o qual descaia, mas ás vezes o lateral já tinha fugido, mas gostei desta atitude.
Helder Postiga - Parece outro, a sério, parece outro, só uma palavra, EXCELENTE na atitude e na garra que põe em cada lance, na disponibilidade fisica que empresta ao jogo, na raça e vontade, não marcou, também não teve chances para isso (o 1ºgolo, metade é dele), mas as movimentações, o confronto fisico com os centrais, o querer ganhar, para mim, foi o jogador que melhor PERSONIFICOU em campo o espirito do que é ser portista, (e quando ele caiu de produção +- 75m., notou-se na equipa um decrescimo ainda maior de pressão, treinar para 90m. sempre em alta, é o que deve fazer, de resto, muito bem).
Bruno Morais - para mim, é um excelente jogador e se tiver sorte com as lesões, vai ser um caso sério ao serviço do FCP, excelente goloque ditou a vitória do FCP.
De J.Ferreira, apenas o senão de com a saida de Anderson e a entrada de Raul Meireles (para mim, Jorginho teria sido a escolha certa) ter auto-condicionado o FCP a encolher-se num jogo em que se jogasse sempre para a frente daria concerteza outro resultado e menos sofrimento aos que lotaram o Dragão e não só!!!
PPOOOOOOOOOORRTTOOOOOOOOOO!!!!!

sábado, outubro 14, 2006

Hoje há futebol!

F.C.Porto x Marítimo
ESTÁDIO DO DRAGÃO
Hoje as 19h15


Convocados:
Alan, Anderson, Bosingwa, Bruno Alves, Bruno Moraes, Cech, Diogo Valente, Hélder Postiga, Helton, Lisandro, Lucho González, Paulo Assunção, Pepe, Quaresma, Raul Meireles, Ricardo Costa, Vieirinha e Vítor Baía

Depois das duas derrotas, com o Arsenal e o Braga, o FCP tem hoje a oportunidade de provar que tudo não passou de um acidente de percurso. Para tal, terá de demonstrar ambição e querer, algo que não demonstrou nesses 2 jogos.

Se eu mandasse, a equipa inicial seria esta:

quinta-feira, outubro 12, 2006

Uma perda na blogosfera nacional


Até Sempre Daniela.
Um abraço solidário para os nossos camaradas do Futebol de Ataque.

terça-feira, outubro 03, 2006

Onde está a MISTICA???

O que falta aos actuais jogadores do FCP é a mentalidade ganhadora que os grandes jogadores do FCP tinham.
Exemplo: Esta é uma excelente equipa que reflecte a mistica do clube
Baía; João Pinto, Jorge Costa, Lima Pereira e Paulinho; André, Rodolfo e Deco; Jaime Magalhães, Gomes e Costa.
Treinador: Pedroto

Falta-lhes vontade de ganhar, VONTADE de lutar por cada bola como se disso dependesse a vitória. Eu pessoalmente, não me importo de ver o FCP perder, desde que o faça com a DIGNIDADE com que os jogadores que elevaram este FCP o faziam.
Mas custa-me muito ver o FCP desde há 5/6 anos a esta parte (excepção feita ao tempo de Mourinho) com cada vez menos espirito de luta, de raça, de entrega ao jogo, e com os jogadores, pasme-se, por vezes perdidos em campo, sem ninguem, dentro (CAPITÃO) ou fora (TREINADOR) que puxe por eles, que os faça correr.
Dizer que os jogadores são novos de idade e novos no clube não é mentira, então é agora que lhes devem começar a ensinar a MISTICA do verdadeiro PORTO, aquele que prefere "morrer" em campo a perder um jogo, ou a simplesmente ter medo de levar com uma bolada (saudades do Paulinho Santos).
Dito isto, o que espero é que os jogadores que defendem as cores do nosso Grandioso clube percebam que os adeptos, sócios ou simpatizantes não estão contentes com o seu desempenho.

segunda-feira, outubro 02, 2006

Sp.Braga-2 / FCPORTO-1

Faltou ATITUDE, principalmente ATITUDE.
E falta obviamente um CAPITÃO nesta equipa, não adianta correr só depois de se estar a perder, é preciso alguém dar um berro na pasmaceira que é aquela equipa.
Assim é muito dificil, e vendo este jogo na sequência óbvia do jogo contra o Arsenal, percebe-se que a equipa já tem os movimentos de 4-3-3 adquiridos, mas não faz PRESSÃO nenhuma sobre a bola ou sobre o portador da bola, os extremos não marcam o seu lateral quando o mesmo sobe, aconteceu várias vezes com Quaresma, que parece que está ausente da equipa e só com a bola nos pés tenta fazer algo, (alguma coisa está mal).
Podia individualizar esta derrota por sectores, mas o que salta mais á vista é a capacidade de sofrer que esta equipa ainda não tem, de correr atrás da bola como se fosse o bem mais precioso á face da terra, porque bem visto o jogo, só com 2-1 contra é que o FCP correu mais, ou seja, andaram 60m. a ver como paravam as modas, sem pressão, sem VOZ DE COMANDO, com um Jesualdo que do banco não se levantava para mandar um berro, ou uma ordem que se visse.
De que adianta comentar os esquemas tacticos do FCP, 4-4-2 (até ao 0-1), depois 4-3-3 (até ao 1-2) e por fim 3-3-4 se os jogadores não merecem, (pela sua falta de atitude, de empenho, de raça, de querer, de vontade) um raciocinio coerente e lógico sobre o jogo.
Esta DERROTA não se explica só porque o Braga é uma boa equipa, nem por dois ou tres lances de golo falhados pelo FCP, ATITUDE!!!!!!!!!
Para o Futuro:
É preciso urgentemente treinar a PRESSÃO no campo, com os defesas a estarem mais juntos dos médios, mais subidos em campo, de forma a ter os blocos mais compactos.
É preciso algumas PRIMA DONAS correrem, lutarem, se querem ser mesmo grandes.
É preciso um Jesualdo mais interventivo, mais dinamico, mais qualquer coisa para os jogadores perceberem que se quer mesmo ganhar, não por palavras, mas por actos, por VONTADE e DETERMINAÇÃO.
15 dias com quase todos os jogadores para preparar um periodo muito complicado que ai vem.
Pessoalmente estou muito desapontado com este FCP, não pelos resultados, mas pela forma como ABORDA os jogos, de uma forma SUPERIOR, e na prática não o é, está visto.
Muito, mas mesmo muito a melhorar...

quinta-feira, setembro 28, 2006

113 Anos de História



28 de Setembro de 1893, António Nicolau de Almeida funda o Football Clube do Porto.
E que depressa se torna num simbolo de uma cidade.
E conquista todos os trofeus que é possivel conquistar no mundo.
Honra aos vencedores.

terça-feira, setembro 26, 2006

Arsenal - 2 / F.C. PORTO - 0

Foi um FCP pragmático que entrou hoje em campo, talvez na prática a ideia do 4-4-2 fosse boa, mas a mentalidade dos jogadores é que tolheu o jogo do FCP, que em momento algum julgaram ser capazes de vencer este jogo, isso foi o que mais me perturbou, ver uma equipa de excelentes jogadores a jogarem como uma equipa pequena, e encolhidos em campo.
Com um esquema de 4-4-2 com o meio-campo em losango, em que se esperava que os melhores jogadores (Lucho, Quaresma, Anderson) aparecessem, estes tiveram em dia não.
Então o Lucho, que pareceu super cansado, a falhar muitos passes e a não ganhar um lance, ás vezes nem os disputava;
O Quaresma só por uma vez conseguiu ultrapassar o seu defesa na linha, o que é péssimo, além do mais parece estar a jogar por favor;
E o Anderson, talvez por ter jogado um pouco fora do seu habitat, também não foi o desiquilibrador que a equipa precisava, mas também não tinha referencias na frente para fazer jogar a equipa, mesmo assim foi o menos mau dos 3 que podiam levar a equipa para a frente e fazer a diferença.
Helton sem culpas nos 2 golos.
Bosingwa muito bem a apoiar o ataque, e mesmo a defender o Tierry Henry ele esteve razoavel, para mim foi o melhor jogador, se calhar o único que se salvou, pelo menos teve vontade e raça.
Falha do Pepe no 1ºGolo, na Liga dos Campeões estes erros pagam-se caro.
B.Alves esteve normal, sem inventar.
R.Costa na esquerda não subiu uma unica vez e o próprio M.Cech fez um mau jogo porque nem defendeu bem, nem atacou com convicção, aqui realço outro problema que foi nitido neste jogo, estes dois jogadores estavam desfasados nos movimentos e ás tantas quase que o FCP jogava só com 10 jogadores, (Aqui Jesualdo esteve mal).
O P.Assunção que podia ser util nestes jogos, mostrou que com a equipa a perder e a ter de virar um jogo, ele não tem capacidade para isso, com passes muito curtos e um raio de acção muito limitado.
O Raul entrou na 2ªparte e ao menos chutou por 2/3 vezes á baliza, tentou pressionar, mas a equipa não aconpanhava.
O Postiga esteve voluntarioso, mas pouco eficaz nas suas acções, e talvez por isso tenha saido ao intervalo por Lisandro que jogou na pior fase do FCP, e que consegui jogar entre as linhas do Arsenal, mas sem grande acutilância.
Adriano entrou, mas sem ninguém a ir á linha centrar para ele, pouco fez.
Com 1 ponto em 2 jogos, os próximos 2 jogos são decisivos, ganhar ao Hamburgo em casa e no minimo não perder fora, só isso colocará de novo o FCP na rota da Europa, senão estaremos fora.
Mas é preciso melhorar muito, principalmente a nível de mentalidade, que eu honestamente, detestei ver um FCP tão encolhido nos seus ideais.

sábado, setembro 23, 2006

FCPORTO-3 / Beira-Mar-0


Um bom resultado final, e uma exibição normal, mas bem melhor na 2ªParte.
Na 1ªparte, o FCP com uma entrada forte nos primeiros 15,20m a criar algumas situações e boas jogadas de entendimento, apenas a falhar no último passe, depois o Beira-Mar acertou melhor as marcações e equilibrou o jogo, tendo sido nessa altura que criou a única ocasião de golo em toda a partida, mas com Helton a estar muito bem nessa defesa.
Depois dos 35m, o FCP tentou pegar no jogo novamente, mas os passes estavam a sair mal, os cruzamentos também e foi perceptivel que J.Ferreira tinha de mudar qualquer coisa ao intervalo, mas de realçar que o FCP nunca perdeu o controlo do jogo, pois o Beira-Mar quase não saia do seu meio-campo com a bola controlada.
No 2ºtempo, 2 alterações, Entrada de Anderson por Jorginho (Não esteve mal, mas é um andamento mais lento e não protagoniza muitas rupturas na defesa adversária) e Lisandro por Adriano (parece algo amorfo, a dar-se muito á marcação, sem conseguir ganhar no 1*1, parece-me que com Postiga mais perto o entendimento ainda não é o melhor).
O FCP veio mais forte, e com outra dinamica, com movimentos de ruptura e com os jogadores mais metidos no jogo, assim faltava era aparecer o 1ºgolo para o jogo se tornar mais aberto, e com Helder Postiga a desencantar uma jogada pessoal e de muito bom gesto técnico surgiu o 1ºgolo.
Depois o FCP geriu o jogo, sempre á procura do 2º, mas com outra tranquilidade, com um jogo de passes mais certos e de forma a ter o comando do jogo ate ao 2ºgolo, e com um pouco de sorte Lisandro fez o gosto ao pé, aqui realce para Lisandro que não desistiu do lance e pressionou o defesa ate ao fim.
Com J.Ferreira a efectuar a 3ªalteração, entrada de Tarik para o lugar de H.Postiga (Começa a aparecer aquele Postiga de 92-93, com muita dinamica, e pressão sobre o portador da bola, não é de facto um goleador, teve antes do golo, 2 lances de cabeça que devia ter resolvido melhor, mas neste momento disfarça isso com combatividade e vontade de fazer bem).
Com a vitória garantida, ainda para mais com Anderson a ser travado em falta quando poderia fazer o 3-0 e o Beira-Mar reduzido a 10, o FCP geriu e bem o esforço, mas sempre com o objectivo e os olhos postos na baliza adversária, e daí surgiu com naturalidade o 3, agora de Tarik a culminar uma boa combinação com Lisandro.
Gostei da equipa em processo defensivo, com boas marcações, e isso prova que existe evolução no processo defensivo, pois o Beira-Mar só por uma vez causou perigo, de salientar que P.Assunção quando subiu criou desiquilibrios na area adversaria (Golo de Postiga), Lucho parece algo lento, mas faz sempre boas exibições, porque é um jogador com uma classe fora de serie, e Anderson fez uma serie de passes e raides que deixam qq adversario estasiado de o ver jogar.
Na frente, algumas boas movimentações, mas com Quaresma a dormir durante os 1º 45m, e só a aparecer na 2ªparte, e Lisandro entrou muito bem, com garra e dinamica.
Algo negativa foi a arbitragem em termos de fora de jogo, depois de uma vitoria por 3-0 ja ninguem se lembra, mas houve demasiados erros de analise á lei do fora-de-jogo, e quase todas em prejuizo do FCP.
P.S.:Gostei da saudação feita ao Jardel, (Super-Mário para os portistas), mas claro que este não era o jogo indicado para ele facturar.

quarta-feira, setembro 20, 2006

Estudo comparativo


Recebi por e-mail o seguinte estudo comparativo do palmarés destes dois jogadores (o melhor guarda-redes europeu de 2004 e o melhor guarda-redes português desde essa altura).

Embora não concorde com a necessidade da manutenção desta polémica, Baía foi um dos melhores de sempre em Portugal e o jogador mais titulado de sempre a nível mundial estando agora na sua curva decrescente enquanto Ricardo está próximo do auge da sua carreira, certo é que não deixa de ter piada.

segunda-feira, setembro 18, 2006

Naval 1º de Maio-0 / FCPorto-2

Esta foi uma Vitória sem espinhas, com a equipa a crescer tacticamente e a mostrar que em 4-3-3 com o Jesualdo Ferreira vai dar muitas felicidades aos portistas.
Pois com o plantel que tem á sua disposição, pode-se sempre optar por um 4-4-2 disfarçado, como foi o caso de hoje, com Postiga a correr toda a frente de ataque no apoio ao Adriano, o que permitiu que os médios aparecessem detrás a criar desiquilibrios ofensivos, pois o Quaresma não era um ala fixo, e o Anderson e o Lucho tinham ordem para atacar sempre que podiam.
Isto porque a defesa está cada vez mais segura, com o quarteto a cimentar a tactica e com os laterais a poderem subir para apoio ao ataque pois a "Ancôra" P.Assunção sabia sempre como compensar essas subidas.
Ainda que existissem 3/4 lances de relativo perigo junto á area do FCP que eram desnecessários e que podiam ter causado dissabores aos portistas, nem tudo esteve bem e ainda há aspectos a corrigir.
Na 1ªparte, com uma entrada fulgurante de 25m, o FCP venceu o jogo, com uma estratégia de muita permuta de posições confundiu a defesa da Naval, e logo com um excelente golo de Marek Cech após boa jogada de Quaresma (numa posição mais interior), o 2ºgolo foi algo fortuito, mas destaque para a visão de Helton a lançar de imediato um Bosingwa (que é um poço de energia) e que com sorte surgiu o auto-golo que permeou um FCP que depois abrandou o ritmo sem nunca deixar de controlar e dominar.
Na 2ªparte, o FCP geriu e bem o resultado, ás vezes com algumas falhas de marcação a meio-campo, mas isso é fruto de um maior desgaste dos jogadores e de algum balanceamento ofensivo que não os permitia recuar no terreno para equilibrar o meio-campo, aqui julgo que é necessário matar o jogo com um 3ºgolo, mas os avançados estão algo alheados da baliza, muito lutadores, a cumprirem tacticamente, mas sem faro de golo.
Gostei da entrada do Jorginho o que permite ter o Anderson mais solto (e se estivesse melhor fisicamente podia ter feito a diferença) de forma a criar situações de golo para os colegas.
Nota de arbitragem:
O golo do Paços de Ferreira é em falta nitida, pois foi com a mão, e só um arbitro com uma deficiente colocação no terreno é que permitiu que esse lance fosse validado, pois o seu auxiliar estava numa posição onde não tinha visão para o jogador do Paços.
Nota para a comunicação social:
Façam o mesmo barulho em relação ao golo do Paços em Alvalade, que fizeram em relação ao golo do Sporting no Nacional, ai já teriam credibilidade para comentar e fazer juizos de valor sem serem facciosos.

quinta-feira, setembro 14, 2006

Liga Zé do Boné - Betadin

Começa na próxima ronda da Champions League a Liga Zé do Boné - Betadin / UEFA Fantasy Football - C. League 06/07.

Já temos 3 inscritos: eu, o meu camarada Wolverine e o camarada Márcio do blog O Visconde.

Se a primeira jornada da Champions League tivesse já contado para a Liga ZdB, a classificação teria sido a seguinte:

Zé do Boné F.C. - 67 pontos
Wolverine23 - 55 pontos
Taska Force C.P. - 52 pontos

Aceitam-se inscrições! Se houver mais alguém interessado eu envio o código da Liga ZdB-B.

Direito à indignação

Na ressaca da jornada 1 da Liga dos Campeões, não posso conter uma certa indignação que carrego desde a hora em que tive a oportunidade de assistir ao jogo. Como é habitual nestas paragens, a prioridade na transmissão televisiva no bar onde estava, foi dada ao Benfica pelo que tive de me contentar com um visionamento mudo do jogo que me interessava (entre um ex-campeão europeu recente e um ex-vencedor da UEFA recente). Mudo, como quem diz...! De estar a ouvir os comentários do jogo de Copenhaga, haviam alturas em que eu ficava com a sensação de que o FCP estava a fazer uma exibição pateticamente miserável!

Não há pachorra!

quarta-feira, setembro 13, 2006

FCPORTO-0 / CSKA-0

Quem marca um golo!!! Só um...
Não foi o melhor dos jogos, espero ver o FCP jogar melhor do que jogou hoje, senão existem poucas hipoteses de passar...
Mas estou desapontado principalmente em relação aos avançados, assim não dá, remates de cabeça ao lado, por cima...quem remata em condições para marcar??? Foram inumeras as ocasiões de golo, é preciso treinar mais...
Sendo que o FCP da 1ªparte foi superior ao da 2ªparte, apesar de Tarik na 1ª ter estado em off, com um 4-3-3 definido, e com os jogadores nas suas posições e com Anderson a encher o campo.
Mas na 2ª houve alguns jogadores que se ressentiram fisicamente, e é verdade que o CSKA veio com a ideia de só quase defender, apesar de alguns calafrios, J.Ferreira ao colocar o Postiga retirou um ala, mas não conseguiu ganhar linha de fogo na frente da baliza, pois Adriano desapareceu de jogo e o Quaresma estava desinspirado, é preciso definir melhor as posições dos jogadores para este esquema algo confuso com 2 avançados e um extremo a tentarem entrar muito pelo centro do terreno.
A ver vamos nos proximos jogos como se porta o FCP, mas temos de melhorar, principalmente na frente de ataque, pois foi ai que se empatou hoje o jogo.
Jogadores:
Helton - Bem no pouco trabalho que teve.
Bosingwa - Alguns cruzamentos sem nexo e a não arriscar o suficiente nas subidas á area pela linha lateral.
Pepe - Certinho a defender.
B.Alves - Bem a defender, mas falha na colocação da bola (tanto em longa distância, como ao perto).
Ezequias - Perante a ausencia de M.Cech, esteve bem a defender e razoavel a atacar, mas acusou a estreia e parecia algo desenquadrado nalguns lances.
P.Assunção - Fechou quase sempre bem a sua zona de acção, mas ao não sair dela, não conseguia em momento algum causar desiquilibrios ofensivos, precisa melhorar no remate de meia distância, mas como não é o seu forte...
Lucho - Forte, com garra, preencheu muito bem os espaços, mas precisa definir melhor os lances junto á area contrária de modo a criar desiquilibrios ofensivos, aos 80m. teve a vitória nos pés, mas já ia em queda e rematou fraco, pena...
Anderson - Excelente 1ªparte, a furar por todo o lado, a recuperar muitas bolas a meio campo, mas precisa definir o momento de fazer a diferença nas proximidades da área contrária, para ai fazer realmente a diferença, (Aos 60m. eu teria aproveitado para colocar o Jorginho no meio-campo e colocar o Anderson no 1*1 na ala esquerda, onde teria desiquilibrado mais, é preciso aproveitar a técnica do miudo mais á frente).
Quaresma - Desinspirado, o Harry Potter hoje não apareceu, tirando 2 pormenores na 1ªparte, esteve apagado e os seus lances não sairam.
Tarik - Jogou??? 45m. , mas não produziu nada.
Adriano - Em 4-3-3, os colegas criaram-lhe 3 ocasiões de golo e remate acessivel, falhou em todos, assim é dificil, e ele como ponta-lança tem de marcar, senão não rende, na 2ªparte, com Postiga ao lado na frente, desapareceu de jogo, abulico,... terá ficado chateado??? Só se for por falhar tanto, necessita de treinar mais o remate.
Postiga - 15m. bons no inicio da 2ªparte, dinamico, mas depois tbm se eclipsou, precisa trabalhar mais as movimentações com os colegas.
Alan - Julgo que entrou para ala, mas caia quase sempre no meio, afunilando assim o jogo em demasia, pouco, mt pouco.
Lisandro - Tentar, tentou, mas parece-me fora de forma e algo desmotivado ou desenquadrado da equipa, é preciso trabalhar mais.
Resumindo, julgo que o sistema 4-3-3 não é mau, mas é preciso trabalhar muito mais as dinamicas do jogo em termos ofensivos, está tudo muito perro, sem dinamica, é preciso criar jogadas em laboratório e esquematiza-las de modo a suprender o adversário com movimentos de ruptura, aqui julgo que ainda há muito trabalho para fazer.
Toca a trabalhar, que o próximo é para ganhar.

Coerência jornalística

A Bola Vermelha no seu melhor. Veja-se a diferença entre a síntese de destaque e a notícia completa... É caso para dizer que a síntese foi tão grande que o Ezequias nem coube nela.



Já agora... Ezequias no onze?!!? Ai, ai, ai...

terça-feira, setembro 12, 2006

O FCPorto é grande



Arrependimento


"Cometi um único erro no FC Porto. Sair quando tinha acabado de ganhar a Liga dos Campeões, porque podia ter ganho a Taça Intercontinental e não o fiz. Se um dia ganhar de novo a Liga dos Campeões, quero ganhar a Taça Intercontinental. Não quero oferecê-la a outro qualquer"

José Mourinho, treinador do Chelsea
Acho que o Mourinho já percebeu que só no FCP é que pode voltar a vencer a Liga dos Campeões...

domingo, setembro 10, 2006

E.Amadora-0 / FCPORTO-3

Uma vitória por 3-0 é sempre positiva, e com um novo esquema tactico 4-3-3 em que ainda é preciso evoluir muito, mas na luz é sempre mais saboroso...
1ªparte foi algo para esquecer, sem dinamica, sem objectivo de golo, apenas se salvou a pressão de Adriano para o remate ao poste do Anderson, de resto foi fraquito e contra uma equipa que só defende.
2ªparte com as alterações feitas, e principalmente a nivel de motivação, FCP veio com outra dinamica e venceu sem grande dificuldade um Estrela muito fraco.
E num jogo sem casos, mas com um novo ponta de lança (Rui Duarte, golaço...)
Mas indo por sectores, o Guarda-redes Helton bem no pouco trabalho que teve.
A defesa ainda demonstra algumas falhas, a meu ver, falta Pedro Emanuel para dar mais capacidade e segurança a uma defesa de 4, gostei do Pepe (principalmente nas antecipações), mas B.Alves... (com a bola nos pés é um perigo, 5 ou 6 passes errados, não treina a qualidade de passe???) ou mesmo R.Costa (Exemplo da selecção), nenhum dos 2 me oferece garantias.
Os laterais têm que ser mais ousados na subida do terreno até á linha de fundo, aprimorar cruzamentos e jogadas ensaiadas, tendo de nos aspectos defensivos darem segurança e linhas de passe aos colegas de sector, mas gostei dos 2.
A linha média, 3 jogadores, mas com a supresa de P.Assunção no banco, tendo R.Meireles ocupado essa posição (e bem, e logo com um excelente golaço), e Anderson o vértice ofensivo, com Lucho a fazer a dupla função (mas Lucho ainda não tem pernas para 90m., apesar do golo aos 88m., mas era só encostar).
Aqui existe um problema porque o FCP ainda tem Ibson e como em principio J.Ferreira só joga com 3, tem 2 a mais, talvez a solução (minha solução) seria colocar P.Assunção a trinco clássico com o apoio de R.Meireles e libertar assim mais Lucho (lado direito) para a frente e Anderson a Nº10, jogando num sistema de losango, em que a equipa teria mais consistência para os jogos importantes da época, sendo que poderia aproveitar assim melhor o remate tanto de R.M. como de Lucho á entrada da area.
E dando total liberdade criativa a um "puto" que está nas suas sete quintas, tendo em conta a idade que tem.
Hoje na frente, 3 com Tarik pela direita, alguns bons apontamentos, mas parece-me (repito parece-me) um jogador um pouco incipiente, sem grande produtividade para a equipa, não fez um mau jogo, tendo em conta que jogou também como médio interior (2ªparte) e não é a sua posição natural, mas precisa ser mais objectivo;
Lisandro do lado oposto foi uma pequena desilusão, esperava um jogador mais aguerrido e lutador, assim não atinge a titularidade, mas o FCP na 1ªParte foi fraquito...
Adriano na frente, esteve lutador, mas pouco objectivo, e na 2º parte descaido para o lado direito (posição onde jogou varias vezes na epoca passada) esteve alguns furos abaixo do normal, (atrapalhou o suficiente para o 1ºgolo).
Gostei também da entrada do Postiga, se bem que tem de melhorar no remate á baliza se quer vincar de vez, (não tem muitas mais hipoteses.)
Mas na frente e com um esquema de 4 no meio-campo para a liga dos campeões, talvez não fosse má ideia jogar com Adriano na posição 9 e Quaresma solto como extremo á moda antiga, seja direita ou esquerda. Ainda que para o campeonato pode-se jogar com um 4-3-3 com 2 extremos clássicos.
Ou seja, plantel riquissimo de opções (27 jogadores ao todo), onde a meu ver J.Ferreira tem tudo para dar certo, seja em que tactica for, com jogadores desta qualidade, até o meu camarada era campeão no FCP, lol...
FORÇA FCP para a Liga dos campeões.

E. Amadora x FCP - Minuto 88

Anderson isola-se frente ao guarda-redes do Estrela da Amadora, com tudo para fazer o golo, olha para a direita e vê Lucho Gonzalez ao seu lado.

Com hipótese de brilhar marcando um golo e coroando assim uma grande exibição, sabendo que está a ser observado por um olheiro da Selecção Brasileira, o miúdo de 18 anos dá o golo ao colega de equipa que faz o 3º golo do F.C.Porto.

Isto define a categoria de um jogador e ponto final.

Tactica do FCPORTO


Como irá jogar o FCP no jogo contra o Estrela?

Eu aposto num 4-3-3 robusto, e sem extremos clássicos, visto que o Quaresma não pode jogar, e tenho algumas duvidas em relação aos outros extremos para um 4-3-3 do Prof. Jesualdo.

E com uma pressão alta e a aproveitar os médios muito fortes e bons tecnicamente que o FCP tem, para criar situações para os dois avançados com Anderson solto vindo de trás.
A ver como se porta a dupla de centrais e os laterais em termos tacticos, (avanço e recuo no terreno).
Com este esquema é também uma boa hipotese de testar esta equipa para jogos da Liga dos Campeões.
Força PORTO

Notas sobre Arbitragem:
D.Aves-0/Sp.Braga-1
A falta sobre Wender pode não ser forte, mas aqui não se julga se é forte ou não, porque o jogador do Aves é burro e segura o Wender num lance de dificil analise (mas quanto a mim, decidiu bem), logo sem influencia no resultado.

Nacional-0/Sporting-1
Golo do Sporting foi devido á influencia directa da arbitragem, que não assinalou uma falta evidente de Nani sobre Avalos, (e com resultado enganador devido a isso).

Boavista-3/Benfica-0
A não expulsão de Ricardo Silva com resultado em 1-0 pode ou não ter tido influencia no resultado, mas é evidente a burrice do jogador e o falhanço do Arbitro nessa situação.
No resto, a arbitragem esteve bem, (mas Petit ao encostar a cabeça ao arbitro, so pode ser vermelho directo).

sábado, agosto 26, 2006

FCP-2 / U.Leiria-1 (Vitória suada, mas justa)


Foi um FCPORTO confiante e principalmente seguro que iniciou a 1ªparte do jogo inaugural da Superliga.
Com 2 supresas no onze inicial, as entradas de Lucho e Tarik, mas com o modelo habitual (até ver) de 3-4-3.


Com muita troca de bola a meio-campo, o FCP tentava explorar os flancos, mas só no lance do 1ºgolo é que um dos extremos (Tarik) conseguiu ir á linha efectuar um passe para a entrada mortifera de Adriano (que de cabeça e de forma espectacular marcou o 1º na Superliga), que até ai estava algo discreto na partida (a bola não entrava na área).


O FCP podia ter embalado para uma exibição melhor, mas os jogadores do meio-campo tentavam entrar muito pelo centro do terreno, como é obvio era muito dificil, era necessário explorar mais as faixas para centros dos extremos e entradas na área dos médios ofensivos (Anderson e Lucho), mas tal não estava a acontecer.
De quando em vez o Leiria tentava atacar, mas sem grande profundidade, e foi já quando se esperava o apito final do árbitro que Quaresma tirou o seu 1º coelho da cartola, entrando detrás e tabelando com Anderson, entrou na área e em queda rematou certeiro para o 2ºgolo do FCP.


De salientar que aos 14m. ficou por assinalar uma grande penalidade sobre Adriano (dificil de assinalar, é certo), mas que foi, foi.


Com 2-0 ao intervalo, "Domingos" mexeu muito bem na sua equipe e passou a pressionar mais alto e mais forte, pois era o que tinha que fazer.
Já o FCP podia optar por continuar a jogar como o tinha feito na 1ªparte ou fazer recuar as linhas e ver o que o jogo dava, optou pela 2ªopção, mal, a meu ver.Já que com o avanço do União, o FCP passou a ter menos bola e a sofrer no jogo, e nem as alterações do Prof. Jesualdo vieram modificar o jogo, pois o Leiria marcou logo a seguir num excelente pormenor do seu avançado a bater Pepe no um-para-um.


Depois o FCP voltou a adiantar as linhas e a pressionar mais alto e a equilibrar novamente o jogo. E com a alteração de Lucho (sem pernas para tanto tempo) por Lisandro (Ibson tbm era uma boa opção), o FCP comandou e controlou o jogo (em terreno adversário) até ao fim, mesmo sem ter causado muitos lances de perigo, apenas remate de Lisandro ao ferro.


Em conclusão: Uma vitória suada, mas justa. Mas neste FCP ainda falta trabalhar muito a ansiedade, e a evolução natural dos jogadores para um esquema mais de 4-1-4-1 (preferido de Jesualdo) ou 4-3-3, ou seja evoluir a cultura tactica individual e colectiva de forma a não enfrentar alguns problemas criados pela própria ekipa na falha de passes e na não definição da melhor solução de forma a criar perigo real para a baliza adversária.
Os jogadores em geral estiveram bem, sem ninguem deslumbrar, mas tbm sem comprometer, acho k foi um inicio com uma Vitória que pode ser a base de uma equipa colectiva e mentalmente mais forte no futuro.


Em relação ao Leiria, gostei de ver a forma como Domingos (este é da casa) mexeu na ekipa e esta cresceu no jogo.


Notas extras: - 3 equipes suspensas e dois jogos adiados na 1ª jornada, é de lamentar, para uma Liga que se diz "profissional" (nem nos "Amadores" isto acontece), triste, mto triste.
-Sevilha-3-Barça-0, Supertaça Europeia, Grande lição tactica deu um Sevilha de bons jogadores a uma equipa com mtos crakes, mas ainda a pensar no prémios que receberam ontem, pois, assim não se ganham jogos...

quinta-feira, agosto 24, 2006

Sorteio Liga Campeões

Começa o espectaculo, pois, porque o verdadeiro espectaculo de futebol é na Liga dos Campeões porque o Campeonato é assim para o fraco a nivel de qualidade, (mas pode ser que me engane), a ver vamos.
Aqui ficam os grupos sorteados!!! (ou nomeados):

GRUPO A: Barcelona (Espanha), Chelsea (Inglaterra), Werder Bremen (Alemanha), Levski Sófia (Bulgária)
Grupo mto dificil e empolgante para inicio de época, com o Bremen a poder supreender, e confronto Barça-Chelsea a entusiasmar.
GRUPO B: Inter (Itália), Bayern Munique (Alemanha), SPORTING (Portugal), Spartak Moscovo (Rússia)
Tenho que dizer que o Sporting nunca tem sorte nos sorteios Europeus, calhou a meu ver num grupo fortissimo e como é obvio, muito dificil, mm o Spartak não é fácil.
GRUPO C: Liverpool (Inglaterra), PSV Eindhoven (Holanda), Bordéus (França), Galatasaray (Turquia)
Grupo muito nivelado, mas com Liverpool á cabeça, kk ekipa pode supreender e passar de fase.

GRUPO D: Valencia (Espanha), AS Roma (Itália), Olympiakos (Grécia), Shakhtar Donetsk (Ucrânia)
Grupo onde o Valência e o Roma não devem ter muita dificuldade em passar.

GRUPO E: Real Madrid (Espanha), Lyon (França), Steaua Bucareste (Roménia), Dínamo Kiev (Ucrânia)
O Real Madrid e o Lyon se jogarem ao seu nível devem passar, mas pode haver supresas, do Real nunca se sabe...

GRUPO F: Manchester United (Inglaterra), Celtic (Escócia), BENFICA (Portugal), FC Copenhaga (Dinamarca)
O Benfica com a "Vaca" do costume, ou como diz o Camarada ("cagões de merda", fim de citação), julgo que juntamente com o MUFC não vai ter dificuldade em passar de fase...

GRUPO G: Arsenal (Inglaterra), FC PORTO (Portugal), CSKA Moscovo (Rússia), Hamburgo (Alemanha)
O Grupo que mais me interessa por motivos óbvios, julgo que este Arsenal (finalista vencido da ultima epoca) está ao alcance do FCP, antevejo 2 jogos mto interessantes, mas obviamente complicados, já contra o CSKA e Hamburgo, o FCP é favorito na teoria, mas vai ter de passar isso á práctica, pois vão ser adversários mto dificeis, pois não sendo de Top, são times combativos e mto bem organizados em campo, toca a trabalhar Jesualdo, que o tempo é pouco...

GRUPO H: AC Milan (Itália), Lille (França), AEK Atenas (Grécia), Anderlecht (Bélgica)
Parece-me k o Milão vai ter um passeio...e depois...kk um pode passar.

A melhor Equipa:
Barcelona é claramente o favorito ao titulo Europeu novamente, eles jogam que se fartam...
Mas com Puyol (Melhor Defesa), DECO (melhor médio), Etoó (melhor avançado) e Ronaldinho (melhor jogador) tbm não é dificil ter uma equipa super campeã em campo a dar espectaculo.

Vou salientar mais uma vez o k já foi escrito sobre DECO ("Anderson" Luiz de Souza) é simplesmente fabuloso ver este jogador em campo, com ele até os colegas ficam maiores do que o que são (por ex: Ronaldinho na seleção sem Deco, mtos furos abaixo...), por isso a minha especial admiração para este craque, este sim, o verdadeiro craque que tantas alegrias deu ao nosso FCPORTO.

Força FCP, que isto agora é a sério.

domingo, agosto 20, 2006

Estrelas da Supertaça


Para além da vitória em si e pela exibição da equipa, fiquei extremamente agradado com alguns jogadores que prometem muito para esta época e, com um carinho especial, com o treinador "de ocasião", o nosso Grande Rui.

Dizia há dias um amigo meu que, "tendo em conta a oposição que temos a nível interno, para ganhar o campeonato e a taça nem precisávamos de treinador! Basta cada jogador escolher a sua posição e ter o Ezequias a nº10!". Para além do jocoso da questão, a verdade é que definitivamente o FCP continua a ter jogadores de enorme talento e, sinceramente, não me chocaria por outro lado ver Rui Barros à frente da equipa durante esta época.

Ainda assim, é obra um treinador com menos de 2 semanas à frente de uma equipa e ainda assim ter já mais troféus no palmarés que muitos treinadores com anos de trabalho.

Voltando ao jogo, apesar dos muitos elogios que se poderiam fazer a Adriano, este não me surpreendeu. Limitou-se a actuar dentro daquilo que sei dele, provando que se é pouco inteligente e decidido frente à baliza segundo a teoria holandesa, por outro lado quando está de costas para a baliza é um perigo! Limitou-se a ser o goleador que sempre conhecemos desde os tempos do Nacional.

O meu destaque vai sim para 2 miúdos: Anderson e Vieirinha. Estes são 2 casos sérios em potencial. Se forem acarinhados e houver paciência tendo em conta a sua juventude, poderão ser verdadeiros pilares do FCP, caso contrário, se começarem a exigir muito deles, serão apenas mais duas promessas como tantas outras.

Venha agora o campeonato!
imagem tirada daqui