sexta-feira, maio 30, 2008

FC Porto reduz prejuízos

De acordo com a Agência Financeira, nem tudo são más notícias:

"Os prejuízos do FC Porto reduziram-se para 800 mil euros nos primeiros nove meses da época de 2007/2008. Apesar dos resultados líquidos do período serem ainda negativos, o clube informou a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que, no período homólogo de 2007, os prejuízos estavam em 14,9 milhões de euros.

Já os resultados operacionais cresceram 13,6 milhões de euros até aos 2,1 milhões, ao passo que o «cash-flow» gerado foi de 14 milhões de euros.

O clube esclarece que, nestes resultados, não estão incluídas as mais-valias inerentes à venda do jogador José Bosingwa ao Chelsea por 20,5 milhões de euros, «mas serão naturalmente integradas nas contas no 4º trimestre deste exercício económico».

Os resultados financeiros melhoraram 17% no terceiro trimestre para 3,4 milhões de euros.
O activo total do clube cresceu 14% face a 30 de Junho de 2007, atingindo um montante global de 143,8 milhões de euros.

As acções do FC Porto fecharam a perder 2,5% para 1,56 euros."

A saída inevitável de Paulo Assunção


A grande notícia desportiva do dia foi sem dúvida a rescisão unilateral de Paulo Assunção, jogador que tinha ainda contrato com o FCPorto por mais uma época e tendo a SAD visto fracassar todos os seus esforços em negociar a renovação do contrato do jogador de 28 anos. Pelos valores pedidos pelo jogador e pela sua intransigência negocial, foi-se tornando cada vez mais evidente que ele não estava interessado em continuar, procurando desta forma forçar a sua saída.

Obviamente que ninguém será ingénuo a pontos de não acreditar que o jogador e o seu representante já teriam começado a negociar com outro clube com vista à transferência do jogador. Por outro lado, mesmo que a SAD conseguisse ir de encontro às pretensões do jogador, seria lógico estipular um tão elevado salário para um jogador que nunca se afirmou nos anos todos em que esteve ligado ao FCPorto a não ser nos últimos 3 anos, embora obviamente, em grande plano? Neste momento, o FCPorto vai encaixar 600.000 euros de indemnização ao abrigo da dita Lei Webster segundo a qual um jogador que tenha assinado um contrato há 3 anos, ou 2 no caso de ter 28 anos, pode rescindir unilateralmente para ingressar num clube estrangeiro, sendo certo que o jogador não pode jogar em Portugal até Janeiro.

A questão que permanece no ar é: quem esteve por trás do aliciamento do jogador? Contudo, isto não isenta o jogador de se ter revelado desonesto e mercenário, mais ainda quando antecipou em 1 ano a sua saída. Terá sido coagido (palavra na moda) a renovar pelo FCPorto por 4 indivíduos ainda não identificados mas, não terá sido este facto, estúpido diga-se, algo conveniente?

Por outro lado, não me surpreende esta antecipação e até acabo por compreender (embora não aprove). Num ano em que, como referiu o camarada Wolverine num post anterior, Paulo Assunção iria estar no FCPorto só a cumprir contrato, dificilmente seria titular indiscutível (seria sequer convocado como aconteceu com Fehér?) como o foi desde o consulado de Adriaanse a esta parte, sendo por isso um jogador CARO até porque não é dos que ganham menos.

Este seria um ano para encontrar outras opções para o lugar de 6 já preparando o futuro e Paulo Assunção viveria uma época "na sombra" e, com isso, perdendo força negocial em termos de salário no seu futuro clube. Não esqueço a entrega e a generosidade que Paulo Assunção demonstrou em campo e por isso fico-lhe reconhecido mas, dada a atitude que tomou em relação ao FCPorto

Paulo Assunção é neste momento passado e, a questão que me preocupa neste momento, é saber quem vai ser o 6 da equipa no próximo ano. Vejamos as opções ordenadas pela minha perspectiva evidentemente subjectiva:

João Paulo - Jogador possante, com técnica apreciável e bom sentido de passe, em certos aspectos semelhante a Assunção pela sua capacidade de recuperação de bola. Já jogou várias vezes e bem na posição 6 e tem ainda alguma apetência pelo remate de longe, algo em que nitidamente é melhor que Assunção. Tem no entanto de moderar alguma agressividade e precisa de rotina suficiente para um época inteira na posição.

Castro - Um jovem muito promissor oriundo das camadas jovens, o que lhe confere uma noção plena da mística do FCPorto, e que poderia ser uma aposta de Jesualdo para esta época. Revelou grande disponibilidade física e garra nos jogos em que participou, um deles mesmo a lateral direito. Tem bom toque de bola mas pode ainda ser algo "verde" para ser titular. Poderia no entanto ir entrando aos poucos na equipa até ganhar rotina e confirmar as expectativas que se geraram à sua volta.

Raul Meireles - Grande sentido táctico e muita pressão sobre o portador da bola, não se furtando a "meter o pé" quando é necessário, para além de "preencher" o meio campo. Excelente no remate de longe e boa capacidade de circulação de bola. Poderia ser, como já foi noutras ocasiões, o trinco da equipa. Contudo, o meio campo do FCPorto perderia alguma acutilância em terrenos mais avançados pelo que o ideal seria encontrar outra opção ou... trazer Ibson para a actual posição de Raul Meireles.

Bolatti - Ainda não confirmou os dotes que justificaram uma intensa disputa com o Deportivo da Coruña pela sua contratação. Sendo principalmente suplente utilizado nos jogos em que participou, revelou em alguns um apurado sentido posicional e alguma capacidade de conferir verticalidade ao jogo portista mas, noutros jogos, revelou-se apático e lento. Qual será o verdadeiro Bolatti? Tem agora a pré-época para convencer Jesualdo.

Fernando - O jovem emprestado ao Estrela revelou-se uma das figuras da equipa de Daúto Faquirá sendo titular indiscutível (falhou apenas 4 jogos). Revelando alguma intermitência inicial, acabou por se tornar preponderante na estrutura da equipa da Reboleira. Já na pré-época do FCPorto havia mostrado bons pormenores (rapidez, agressividade) sendo no entanto mais usado como defesa direito na ausência de Bosingwa e depois emprestado.

A SAD poderá também optar pela ida ao mercado dada a juventude e falta de rotina de alguns dos jogadores disponíveis mas, seja como for, vou pedir a vossa opinião sobre quem poderia ser um bom reforço neste sector para o FCPorto. Participem com a vossa opinião na sondagem do lado ou deixando comentários.

quarta-feira, maio 28, 2008

José Gomes reforça equipa técnica

Está colmatada a vaga na equipa técnica deixada em aberto pela saída de Carlos Azenha, tendo a escolha recaído sobre José Gomes, técnico de 35 anos, natural de Matosinhos.

Trata-se de um antigo preparador físico que trabalhou no Paços de Ferreira, Sporting da Covilhã, Gil Vicente e Benfica (onde coadjuvou Jesualdo, Toni e Camacho), após o que ingressou, em 2003/2004, numa carreira pouco brilhante enquanto técnico principal no Paços, Aves, Leiria e Moreirense, tendo voltado ao Aves na época passada.

É especialista em preparação física e metodologia de treino mas tendo um currículo pouco relevante em termos de clubes e de resultados, fico com algumas reservas em relação ao seu trabalho. A ver vamos.

segunda-feira, maio 26, 2008

Bosingwa na equipa europeia ideal

A Eurosport divulgou a aquela que considera ser a equipa ideal da época nas competições europeias. Da lista fazem parte dois portugueses: o inevitável Cristiano Ronaldo e José Bosingwa, recentemente transferido para o Chelsea por 20 milhões de euros.

Segundo a Eurosport, "o defesa direito apresentou-se esta época numa forma espantosa, levando ao interesse de Manchester United, embora o Chelsea tenha depois assegurado o jogador por 16,2 milhões de libras. Apesar da dedução de 6 pontos, o Porto ainda assim irrompeu até ao título da BWin Liga com 14 pontos de avanço, tendo Bosingwa tido um papel fundamental".

A equipa escolhida, em sistema 4-1-3-2, é a seguinte:

Guarda-redes: Júlio César (Inter de Milão)

Defesas: Bosingwa (FCPorto), Evra (Man Utd), Cuellar (Rangers), Rio Ferdinand (Man Utd)

Médios: De Rossi (Roma), Messi (Barcelona), Ronaldo (Man Utd) e Fernando Torres (Liverpool)

Avançados: Luca Toni e Ribéry (Bayern Munique)

Terminou a novela Leandro Lima

O FCPorto foi ilibado pela CD da Liga no processo de falsificação da documentação de Leandro Lima. Este processo teve início quando foi descoberta uma discrepância de dados na documentação entregue pela CBF à FPF relativamente ao nome e idade do jogador, suspeitando-se de falsificação de documentação, facto que veio mais tarde a ser comprovado.

Após a averiguação dos factos, o jogador foi dado como culpado e condenado pela CD da Liga a 3 meses de suspensão, dos quais já cumpriu 45 dias preventivamente, e ao pagamento de 1250 euros de multa.

O FCPorto, vítima neste processo, foi obviamente absolvido pois, só na cabeça de Cartaxanas e outros venenosos do mesmo calibre, este caso teria paralelo com o caso Meyong.

Fica no entanto na retina a atitude da SAD que, tendo em conta o contexto sócio-económico que levou à falsificação da documentação do jogador, prolongou o seu contrato por mais uma época, para lhe dar a hipótese de provar o seu valor, algo que não conseguiu esta temporada devido a este processo.

Usando um certo tom de brincadeira, pode-se dizer que este caso foi o cúmulo de uma ideia vigente: os jogadores que vão para o FCPorto crescem e amadurecem. No caso de Leandro Lima, em apenas uma época, o jogador amadureceu 2 anos.

Basquetebol e Hóquei em Patins

FCPorto perde último jogo da final do Playoff

O FCPorto perdeu o último jogo da final do Playoff 2008 por incontestáveis 21 pontos de diferença, um resultado que só surpreenderá quem não viu o que se passou em campo. A equipa do FCPorto entrou displicente e desconcentrada no jogo fazendo 13 turnovers logo na primeira metade do encontro.

Com um Graham Brown endiabrado (foi decisivo nesta final) a liderar a Ovarense, o FCPorto não encontrou forma de contrariar o domínio vareiro até porque, a sua principal figura, Nuno Marçal, esteve infelizmente num dia não ao anotar apenas 2 lançamentos em 15 tentativas e apenas Julian Terrel tentou remar contra a maré anotando 15 pontos e ganhando 18 ressaltos. De resto, o FCPorto foi inferior em praticamente todas as estatísticas o que diz bem do domínio da Ovarense.

Fica o resultado, 70-49, e a gratificação de termos visto o FCPorto a lutar até ao fim contra uma equipa nitidamente mais experiente e com um plantel superior e que, ineditamente, conquistou o seu primeiro tricampeonato, algo que já não acontecida na Liga desde que a extinta e excelente equipa da Portugal Telecom, com o fantástico Rasul Salahuddin em destaque, amealhou os títulos entre 2000 e 2003.

A época acaba por ser globalmente positiva já que o FCPorto conquistou a Taça da Liga, curiosamente ao bater a Ovarense na final por 67-64. Termina assim a Liga Profissional que, na próxima época, dará lugar a outro modelo competitivo que permitirá jogos entre as equipas da actual Liga Profissional e da Proliga onde o V.Guimarães e a Física de Torres Vedras se destacaram.
Parabéns ao FCPorto e à Ovarense.


FCPorto na final do Playoff

A equipa de hóquei em patins do FCPorto apurou-se para a final do Playoff 2007/2008 ao bater o Juventude de Viana por 4-3 após prolongamento, ficando agora à espera do próximo finalista que sairá do embate da próxima quarta-feira entre Benfica e Oliveirense.

A partida iniciou-se com o maior domínio do FCPorto que, com 2 golos de Caio, chegou ao intervalo a vencer por 2-1. Na etapa complementar, apesar de mais um golo, desta vez da autoria de Reinaldo Ventura, o Juventude de Viana reagiu e conseguiu alcançar a igualdade levando o jogo para prolongamento. Aí, o FCPorto soube ser feliz e chegou por intermédio de Emanuel Garcia, fez o 4-3 final (valeu a regra do golo de ouro).

A final, à melhor de 3 jogos, tem início a 31 de Maio.

Terminou a Liga Zé do Boné / Betadin

Chegou ao fim a II edição da Liga Zé do Boné / Betadin, numa jornada onde pouco se alterou na classificação.

Assim, a última jornada consagrou o campeão, o Visconde, que arrecadou o título com 53 pontos de vantagem sobre o 2º classificado, Esplendor na Relva, equipa orientada por Paulo Vaz. O Visconde irá por isso receber o prémio que este ano foi instituído para o campeão: um belo pack de 2 garrafas de vinho DOC da Adega Cooperativa do Fundão.

Num último forcing, a equipa "da casa", Wolverine23, conseguiu arrebatar o 3º lugar por 1 ponto, ultrapassando na recta final a equipa Filipe. A outra equipa "da casa" quedou-se pelo 5º lugar.

A surpresa do campeonato acaba por ser a classificação do vencedor da última edição, Pavlov Doorman, que cedo desistiu e se quedou no último posto.

Ficamos todos a aguardar a III Edição, a ter lugar na época 2008/2009, a qual irá trazer algumas novidades.

sexta-feira, maio 23, 2008

2007-2008 - Uma Época Suficiente, mas...apenas 1 Titulo




2007-2008 - Uma Época Suficiente, mas... apenas 1 Titulo.


...mas uma Época onde o FCP devia ter conquistado mais troféus, acabar esta época com apenas o Campeonato ganho, é pouco para mim, ainda por cima com um conjunto de jogadores muito bom a nível de qualidade e bem acima dos restantes das equipas adversárias, por isso, a desilusão em apenas conquistar um titulo.


Se no Campeonato o FCP teve uma BOA prestação, conquistando o TRI-CAMPEONATO, tendo em alguns jogos atingido niveis de brilhantismo, mas noutros onde apenas teve actuações eficazes, sem entusiasmar os seus adeptos, e será ai que este FCP do Campeonato terá pecado, pois, nota-se que Jesualdo com o seu onze de gala, quando este está rotinado, é muito forte e quase imbativel, mas sempre que é necessário mexer para virar jogos ou porque algum jogador do onze não pode jogar, nota-se logo na mecanização da equipa que algo falha, ou porquê os jogadores que entram não estão rotinados, ou porque os outros jogam menos, ou o que acontecia mais, era Jesualdo alterar um pouco a estratégia para esse jogo, e com isso, as respectivas rotinas dos jogadores, logo, o FCP não jogava bem.

No Campeonato, destaco pela negativa os confrontos com o Nacional, como a equipa mais complicada para o FCP, não porquê seja melhor, mas tirou-nos 6 pontos, fruto de um jogo na 1ªvolta onde o FCP se apresentou algo débil e permitiu veleidades ao Nacional e num jogo na 2ªvolta onde o FCP, o seu treinador e os jogadores pensaram que era um jogo de festa e não se empenharam minimamente nesse jogo, antevendo que já alguns jogadores estavam de férias e mais preocupados com o seu futuro.

Na Liga dos Campeões, foi atingido o objectivo minimo do FCP, ainda que ficando em 1ºlugar do grupo, e com a vantagem que o FCP já levava no Campeonato aguardava-se um FCP à CAMPEÃO na Liga dos Campeões, em vez disso e fruto da ausência de Bosingwa na defesa, o Jesualdo com a sua habitual inabilidade em transmitir a mensagem correcta ao grupo, preferiu desperdiçar 90m. onde condicionou bastante a possivel passagem aos 4ºfinal, e isto porquê no jogo na Alemanha preferiu inventar e colocar o FCP a defender, sem audácia e motivação!!!

Com isto, e apesar de no 2ºjogo o FCP ter feito tudo por tudo para virar o resultado e mesmo depois de contra-tempos vários, com a expulsão e o falhanço de golos inadmissiveis de perdoar para um jogo desta importância (Tarik e Quaresma,...), e com isso a eliminação, ou seja, apenas SUFICIENTE MENOS, pela passagem da 1ªfase, porque cair perante o Shalke 04 não é nada bom.

Taça de Portugal, INSUFICIENTE -, no percurso para a final, o FCP foi eficaz, pois como alterava a sua equipa nestes jogos, o conjunto não estava rotinado e por isso, o FCP nestes jogos nunca se exibiu a um nível alto, antes pelo contrário, mas lá foi conseguindo ganhar e com isso chegar á Final, onde o FCP quase completo com o seu onze de gala perdeu, mas ai Jesualdo, com a falta novamente de Bosingwa, volta a baralhar a equipa toda completamente, inventando novamente em jogos de extrema importância e onde realmente se conquistam Titulos, e assim se perdeu mais uma Taça para o Sporting fruto de um Jesualdo medroso que não soube motivar os jogadores para uma Final!!! e onde alguns jogadores aparentaram estar a pensar no seu futuro, claro que o arbitro também condicionou e desiquilibrou a contenda neste jogo.

Supertaça, MEDIOCRE, no 1ºjogo da Época, frente ao Sporting, cedo se percebeu qual seria a besta negra que iria ser o principal advesário do FCP nesta época, os arbitros , pois se no Campeonato é possivel ultrapassar esse obstaculo fruto de ser uma competição de regularidade, já em jogos de tudo ou nada, sempre que os arbitros prejudicaram, o FCP não foi suficientemente forte para vencer os seus dois adversários, e com isso, num jogo equilibrado, o FCP perdeu esse trofeu, mas mesmo assim, também houve culpas próprias que é necessário apontar, e também claro, mérito para o excelente remate de Izmailov.

Taça da Liga, MAU, eliminado no 1ºjogo desta competição, só mesmo com o Jesualdo.

Aqui deixo um situação para reflectir, o FCP tem demasiados jogadores no seu plantel que não são jogadores á PORTO, aqui não faço distinção se são estrangeiros ou não, apenas não são jogadores á PORTO, pois seria de ter os habituais 12/13 jogadores que seriam a base da equipa titular e depois deveria ter mais 7/8 que teriam de ter esse ideal de serem jogadores á PORTO, com isso, estariam sempre a pressionar os habituais titulares pela respectiva posição em campo, assim, o que acontece é que (e também porquê Jesualdo não os conseguer manter todos ao mesmo nivel de motivação...) se acomodam a estar no banco/bancada, e isso faz deles jogadores comuns, e com isto o prejudicado é o FCP, sendo que esta é uma politica da actual SAD, que faz com que em vez de ter uma SUPER-EQUIPA, tenha apenas uma EQUIPA BOA.


Resumindo, o FCP amealhou Pontos no inicio, mas nos momentos onde deveria mostrar mais capacidade, não esteve á altura das circunstâncias, e agora eu Pergunto, de quem é a culpa?

Dos Adversários, do Jesualdo, dos Jogadores ou da SAD/Arbitragem?

Sem tirar mérito aos adversários (Sporting, Supertaça e Taça; Shalke 04, Liga dos Campeões e Fátima, Taça da Liga), mas nenhum tem neste momento melhores jogadores que o FCP, portanto, é fácil tirar as conclusões.

Para mim, sem querer condenar ninguém, acho que Jesualdo não tem mãos para este bólide, senão vejamos, faz tudo o que a SAD lhe manda fazer, (cala e come...), não tem mãos em alguns jogadores, um já saiu (Bosingwa), mas outros (mais visivel Quaresma que faz o que quer dele (Jesualdo)), e quando algum jogador rotinado lhe falta, ele falha na alteracão e até mesmo as substituições faz mal.

Mas claro, os arbitros e as condicionantes do apito dourado desta Época também prejudicaram em jogos pontuais, principalmente em duas competições de jogo decisivo (SuperTaça e Taça) e o curioso, é que foi ambas frente ao Sporting, ou melhor, não é nada curioso, afinal eles fartam-se de chorar durante a Época.

Com isto, antevejo que o FCP na Época 2008-2009, com a manutenção dos melhores (Lucho , Lisandro, Bruno Alves, Meireles...) e o reforço de algumas posições, lateral esquerda (espero que a SAD acerte finalmente...), a definição para o Paulo Assunção (ou se vende ou se alarga o contrato, agora estar a jogar no ultimo ano assim, sendo uma posição tão delicada, é que não), e claro, Quaresma, se se vender e Jesualdo altera a táctica para um 4-4-2 Losango, ou 4-4-2 Duplo Pivot, de forma a colocar a equipa a jogar melhor em jogos decisivos, como na Liga dos Campeões, de forma a Jesualdo não ter de inventar para esses jogos, mas claro, se Quaresma fica, lá terá que optar pela continuidade do 4-3-3, a ver vamos, agora, claro, é preciso esperar pelo defeso e pelas alterações que ai virão no plantel.

Espero que não sejam demasiadas e obriguem Jesualdo a inventar em demasia, isso é que era mau demais.

Apenas uma nota final, com Co Adrianse ganhou-se o Campeonato e Taça num ano, e com Jesualdo 2 campeonatos (fez o Tri) em dois anos e Rui Barros ainda na passagem de testemunho ganhou a SuperTaça, 5 titulos é pouco para um orçamento grande, para o melhor grupo de jogadores, e onde a competência deveria resultar em mais titulos, ou então não será (a competência) tanta assim (principalmente no caso do Jesualdo).

Tenho dito, venha a selecção...

PPOOOORRRTTTTOOOOOOO!!!!!

FCPorto 71 x 69 Ovarense Até ao fim!!

"Emoção até ao fim. O FC Porto Ferpinta recebeu e venceu a Ovarense Aerosoles por 71-69, na sexta partida da final do Campeonato da Liga, igualando a eliminatória (3-3) e adiando a decisão do título para a chamada "negra", agendada para este sábado (17 horas) e com transmissão televisiva na RTP2. O domínio dos postes portistas, Julian Terrell e Toree Morris, junto às tabelas foi determinante para o triunfo desta quinta-feira."

Compreensível...

«Ficarei contente se o FC Porto me contratar» (Cristian Rodriguez)

À chegada a Lisboa, após a digressão do Benfica a Cabo Verde e Angola, Cristian Rodriguez disse nada saber sobre o seu futuro. O uruguaio manifestou o desejo de permanecer na Luz, mas não descarta a possibilidade de rumar ao Dragão: «Ficarei contente se o FC Porto me contratar.»

Depois de Tomás Costa ter sido aconselhado por Di Maria a assinar pelo FCPorto, segundo o míudo argentino, "um clube fortíssimo", eis mais uma prova de que o FCPorto é o clube português mais que apetecível por parte de qualquer jogador.

quinta-feira, maio 22, 2008

Leitores escolhem QUIM para titular da Selecção

A maioria dos leitores do Zé do Boné foi peremptória e escolhe Quim para titular da Selecção no próximo europeu. Esta opinião vai, ao fim e ao cabo, de encontro à opinião deste blog. A todos os votantes o nosso obrigado.





quarta-feira, maio 21, 2008

Ovarense 69 x 57 FCPorto (3-2)

A Ovarense virou a final dos playoff vencendo em Ovar o FCPorto por 69 x 57 num jogo onde foi superior em todos os períodos e onde Nuno Marçal (14p 6r), Paulo Cunha (10p) e João Figueiredo (10p), não chegaram para contrariar os argumentos dos detentores do título.

A equipa vareira fica assim a um triunfo de revalidar o título de campeão enquanto que o FCPorto terá obrigatoriamente de vencer para levar a decisão para o jogo 7 em Ovar.

A decisão segue amanhã às 17h em Matosinhos.


Andebol

O FCPorto perdeu no último domingo a final da Taça com o ABC por 32-26. O ABC entrou forte no jogo mas a equipa portista conseguiu recuperar e empatar o jogo. Contudo, o ABC reagiu e destacou-se novamente no marcador conseguindo uma vantagem final de 6 golos.

Termina assim uma época globalmente positiva, na qual se destaca a conquista da Taça da Liga (23-18 ao Sporting). O maior falhanço foi certamente a precoce eliminação no playoff da Liga Halcon.

Renovações

Pedro Emanuel (2009)

O FCPorto prolongou o contrato com Pedro Emanuel até ao final da próxima temporada, uma medida acertada mais no plano anímico do que no plano desportivo se tivermos em conta que o jogador se aproxima do final da sua carreira. Mais que no plano desportivo, esta é uma importante medida em termos anímicos já que o jogador tem um peso importantíssimo no balneário sendo uma importante voz de comando.

Uma medida justa para um jogador que chegou ao FCPorto em 2001/2002 e que como Mourinho referiu, se assumiu com uma extensão do treinador dentro do campo.


Tarik Sektioui (2010)

De mal amado e bode expiatório dos pecados de Adriaanse a herói, o marroquino fez furor na presente época depois de ter lutado com unhas e dentes por um lugar no plantel durante a pré-época, sendo esta extensão do contrato um justo prémio pela época que realizou.

Dado como dispensável, o jogador soube aproveitar a oportunidade e cotou-se como figura da pré-temporada, justificando depois a aposta em campo e, mais tarde, ser opção regular na seleccção marroquina. Disciplinado tacticamente, uma herança holandesa em cujo campeonato Tarik se destacou, o jogador tem no entanto tendência a falhar golos simples, sendo capaz de logo a seguir construir obras de arte que levantam estádios (Leixões, Marselha,...).

Na retina fica o golo do ano:


domingo, maio 18, 2008

Sporting 2 x 0 FCPorto



Um FCPorto irreconhecível que teve em Nuno a sua grande figura, um Sporting que fez o que lhe competia e mereceu, pelo que jogou, a vitória e um árbitro que deu uma lição de incompetência: eis o resumo da final da Taça de Portugal. Quando Grimi fez 3 faltas duras consecutivamente e o árbitro não agiu disciplinarmente, avisei logo o adepto que via o jogo ao meu lado que, quando um jogador do FCPorto fizesse a primeira falta dura, seria logo admoestado. Comprovou-se. .

Num exibição muito cinzenta do FCPorto, o Sporting teve uma entrada fortíssima em campo, fruto da superioridade numérica no meio campo que o FCPorto nunca soube contrariar. Se eventualmente a subida dos laterais poderia dar algum equilíbrio, cedo se percebeu que só Fucile interpretaria esse papel uma vez que João Paulo não tem rotina no lugar. Assim, durante a primeira meia hora, valeu ao FCPorto uma grande exibição de Nuno (enorme por 3 vezes contra Derlei) e que deixa no ar a interrogação se deveria esta época ter sido ele ou Helton o titular.

Só por volta da meia hora o FCPorto deu sinal de vida mas ainda assim de forma algo inócua com Lisandro a cabecear de forma deficiente para as mãos de Rui Patrício. Aliás Lisandro não esteve claramente nos seus dias, já que teve outro falhanço pouco habitual quando, após uma grande jogada de Mariano, ficou cara a cara com Rui Patrício mas não conseguiu desfeitear o guarda-redes.

Na retina fica um golo anulado ao Sporting por alegado fora-de-jogo de Romagnoli. O lance é extremamente duvidoso e é realmente lamentável que a SIC se tenha preocupado tanto em pôr uma câmara suspensa sobre o terreno que transmitiu imagens por vezes imperceptíveis e não se tenha preocupado com o elementar: duas câmaras para esclarecer possíveis foras-de-jogo.

Aos 71 minutos, acontece um lance determinante: Lisandro pega na bola e entra na área, sofre falta, levanta-se e depois infantilmente atira-se para cima do defesa do Sporting. Se no 2º momento efectivamente não haverá falta, no primeiro ela é indiscutível. O árbitro, que devia estar a olhar para a câmara suspensa, nada assinala e no seguimento do lance, João Paulo entra com tudo sobre Moutinho vendo e bem o cartão vermelho. Não contestando a sanção disciplinar, é indesmentivel que ela acontece pela reacção emocional do jogador a um lance mal ajuizado pelo árbitro. Se até então o FCPorto nada fizera, depois mais difícil ficou.

Contudo, a entrada de Lino ajudou a reequilibrar a equipa e o FCPorto defendeu bravamente evitando o golo do Sporting e conseguindo ir a prolongamento. Pelo meio ficou o 2º cartão amarelo por mostrar a Abel que ostensivamente jogou nas pernas de Quaresma, numa falta de gravidade idêntica á que lhe valeu o primeiro cartão. Aqui, o árbitro provavelmente estaria atento à câmara suspensa.

Agora uma questão: tendo 1 homem a menos, não se justificaria entrar em prolongamento com Tarik e Lisandro na frente para dar "veneno" ao contra-ataque? Porquê manter Quaresma até ao fim?

No prolongamento o Sporting conseguiu finalmente chegar ao golo mas novamente num lance ferido de ilegalidade: Lisandro solta-se na esquerda e Polga sai-lhe ao caminho travando em falta, num lance que, por azar, só não foi visto pelo sr árbitro que, novamente, estaria de olhos postos na câmara suspensa. Na resposta, ainda com os jogadores do FCPorto a discutir o lance, o Sporting marca numa jogada onde Pedro Emanuel é infeliz já que o remate de Tiuí é desviado pelo seu braço e descreve um arco sobre Nuno que nada poderia fazer.

Finalmente Jesualdo colocou Tarik em campo, tarde demais, arriscando tudo. Era indiferente perder por 1, 2 ou 3 e ainda por duas ou três ocasiões ameaçou o golo mas acabou por ser o Sporting a chegar ao 2º num lance de superioridade numérica no contra-ataque onde, mais uma vez, os leões foram felizes no ressalto da bola que sobrou para Tiui.

A vitória até acaba por assentar bem ao Sporting, a cuja equipa endereço aqui os meus parabéns, que foi a equipa que ao longo do encontro mais jogou mas este triunfo fica manchado pela actuação "cirúrgica" do sr árbitro que, a esta hora, já não deve estar a olhar para a câmara suspensa.

Para a história: 2-0 para o Sporting que teve em Tiui a figura do jogo. Do lado do FCPorto, o melhor em campo foi sem dúvida Nuno que com uma dúzia de boas intervenções, foi o garante da defesa portista.

Termina assim a época futebolística nacional que fica marcada pelo triunfo avassalador do FCPorto na Liga mas que depois não conseguiu transpôr esse domínio para a Taça de Portugal e Supertaça. A desforra fica marcada para o início da próxima época na Supertaça Cândido de Oliveira, a não ser que o FCPorto seja convidado para o mítico Torneio do Guadiana.

É agora hora da final da Liga dos Campeões e depois do Euro 2008.

O Roubo do jogo --- FCP-0 / Sporting-2

video

O Roubo, para quem tiver olhos na cara... com 0-0 aos 108m.

O Ladrão do Arbitro (e os Leões aindam se queixam, é preciso ter lata).

Um lance não define um jogo, mas que diz tudo de como este arbitro e os arbitros em geral vão julgar e decidir nos jogos do FCPORTO.

JÁ TINHA SIDO ASSIM NA SUPERTAÇA NO INICIO DO ANO CONTRA ESTE MESMO ADVERSÁRIO, COM OUTRO ROUBO, E AGORA MAIS UM, MAS COMO A SAD E O FCP SE CALAM, TUDO LHES É PERMITIDO.

E assim, é quase impossivel ganhar.

Ainda por cima, Jesualdo inventa, João Paulo Lateral esquerdo???

Meireles a fazer de médio defensivo e extremo esquerdo??? E os outros???

Quaresma a inventar novos truques circenses e Lisandro deixou de marcar á 4 jogos!!!

E a ATITUDE da Equipa??? na 1ªparte parecia uma reprise do FCP-Nacional, que só as excelentes intervenções de Nuno fizeram por evitar o pior...

Bosingwa, mas que merda é esta, agora a SAD já vende jogadores antes da Época acabar e depois não jogam jogos decicivos, ainda para mais as opções para defesas laterais são só duas!!!

Mais valia terem levado a 2ªequipa, porquê há alguns que ainda não sairam, mas a cabeça deles já não está cá.

Por tudo isto e muito mais, a Época do FCP (para a sua equipa principal, o onze de Jesualdo) acabou com a vitória sobre o Benfica, a partir dai em Guimarães e na Naval com equipas mistas ou as 2ªopções vieram duas vitórias, mas para o jogo da despedida em casa com o Nacional, com o melhor onze de Jesualdo, uma derrota por 3-0 por uma enorme falta de profissionalismo.

O Jogo:

E com esta atitude da equipa principal e da má gestão a nível mental de Jesualdo e dos seus jogadores, se chegou a esta final, onde o FCP fez uma 1ªparte miserável, tanto tácticamente, como técnicamente, com Jesualdo a falhar mais uma vez sempre que preciso de motivar os jogadores, e onde pareceu que os jogadores estavam perdidos em campo, pois acho que até Jesualdo ainda não sabe como anular o 4-4-2 do Sporting, e como a bola para alguns picava, foi mau de mais.

Na 2ªparte, o FCP melhorou, mas apenas porquê os jogadores estavam mais metidos no jogo, porquê tácticamente era mau, e continuava um jogo confuso, mas depois da expulsão justa de João Paulo, foi pena é que Grimmi ainda no 1ºtempo num lance identico não tivesse tido o mesmo destino, é que nem amarelo tinha visto, ai se percebeu como este arbitro estava condicionado para roubar á descarada o FCP.

E com a expulsão o FCP fez uma substituição, saiu Mariano e entrou Lino e tácticamente a equipa melhorou, até porque os outros 10 empenharam-se mais em campo, mas dai até ao final foi defender.

No prolongamento, uma alteração, saida de Meireles, o melhor jogador de campo do FCP, até pelo que correu, e pela alma que colocou em campo nesta decisão, tivessem os outros feito o mesmo, e a entrada de Kaz, para o mesmo lugar, com o FCP a jogar claramente em contra-ataque, com 4-3 a defender e 2 (Quaresma e Lisandro) a atacarem e aqui realço a entre-ajuda defensiva e o individualismo atacante, pois se a defesa de multiplicava para Nuno ter pouco trabalho, já o ataque parecia que os dois estavam chateados, pois por duas vezes, Quaresma e Lisandro conseguem ultrapassar o seu adversário directo e na hora da decisão, optam por tentar o remate, com o colega em excelente posição para marcar, assim não dava.

E depois o lance decisivo, aos 108m., Lisandro isola-se pela esquerda, encara Polga no 1x1 e adianta a bola para a frente e Polga vem de carrinho e derruba Lisandro, claramente dentro da área, e o arbitro não teve colhões para assinalar penaltie, com medo da opinião publicada e do pavor que os arbitros têm em caso de terem de assinalar penalties a favor do FCP, para verem o estado em que ele ficou é atentarem que ele nem mostra o amarelo ao Lisandro por pretensa simulação, vai falar com ele como que a dizer que não pode apitar o que é de lei.

E no lance imediatamente a seguir, o Sporting com alguma Sorte, marca e acaba com o jogo, já tinha sido assim na Supertaça, com esta, são DUAS COMPETIÇÕES QUE O SPORTING GANHA POR CULPA DOS ARBITROS QUE ESTÃO CLARAMENTE COM AS COSTAS QUENTES PARA TUDO FAZEREM PARA PREJUDICAR O FCPORTO.

Jogadores:

Nuno, excelente, 3/4 defesas de grande nível no inicio do jogo e muito seguro em todo o jogo, sem hipoteses nos golos.

Fucille, bem a defender e a atacar, com raça, ainda que ás vezes perdesse o seu lugar, devido aos 3 centrais disfarçados.

Pedro Emanuel, mal no lance do 1ºgolo ao deixar Tiui receber a bola e virar-se em plena pequena área, depois o carrinho já foi no desespero, é o peso da idade, de resto, não esteve mal.

Bruno Alves, o mais certo dos centrais, ainda assim, algo nervoso no inicio do jogo, o que não se compreendia, pior do que isso, a defesa do FCP jogou sempre muito atrás, como que a medo.

João Paulo, terá traçado o seu destino neste jogo, é um jogador que aprecio, mas num jogo destes ter de fazer de lateral, ainda por cima do lado esquerdo, quase não subiu pelo seu flanco e a defender não esteve mal, mas aquela entrada absurda no meio campo adversário estragou tudo.

Paulo Assunção, muitos cortes, mas muitos passes errados, sempre muito encostado aos centrais, fazendo falta na pressão a meio-campo, era preciso um P. Assunção enorme para um jogo destes e ele não apareceu.

Raul Meireles, pena que este jogador não consiga ser mais lider e ter melhor visão de jogo, porquê não é por falta de esforço e de empenho dele que o FCP perde, durante muito tempo fechava no meio e depois aparecia como extremo esquerdo a levar o FCP para a frente, saiu rebentado.

Lucho, alguns pormenores interessantes em momentos pontuais do jogo, não sabe jogar mal, mas parece algo alheado do jogo, e quando o melhor médio desaparece do jogo, o FCP sofre por não ter posse de bola, é o problema do futebol directo de Jesulado, quando não funcionam as linhas de passe, quem tem de criar esses passes, passa ao lado do jogo, teve ainda durante os 90m., um lance em que revela alguma indecisão, quando pega na bola no meio-camp e em contra-ataque aparecem 6 jogadores do FCP para 4 do Sporting e decide-se pelo remate ainda de fora da area, quando tinha excelentes opções ao lado.

Mariano, jogava como médio e como extremo, alguns pormenores interessantes e sempre a levar a bola para frente, excelente a desmarcar e isolar Lisandro ainda na 1ªparte, mas quando o Jesualdo teve de mexer, tira sempre os mesmos.

Quaresma, outro que esteve alheado do jogo, que preferiu individualmente resolver o jogo, a equipa não estava a ajudar, mas quando assim eu prefiro um jogador útil a ter de ver lances inocuos e sem sentico, como remates do meio da rua a tentar um milagre.

Lisandro, fora de forma, é o que me parece, acho que já á 3/4 jogos que deixou de ser o mesmo Lisandro, não sei se para descansar, se está cansado de correr atrás dos defesas, ainda por cima parece que perdeu o faro do golo.

Lino, bem a atacar, equilibrou mais a aequipa pelo seu lado, mas falhou no lance do 2ºgolo.

Kaz e Tarik, ...

SINAL Menos---

Excesso de individualismo de vários jogadores do FCPORTO, notava-se claramente que o que o FCP fazia para levar a bola para a frente, para criar perigo era tudo feito com um enorme esforço, sem os automatismos que esta equipa já teve noutros momentos da época.

Jesualdo, é por estas situações que nunca será um treinador fora de série, em jogos de importância transcendental não consegue motivar os jogadores nem consegue tácticamente melhorar o 4-3-3 do FCP, e quando inventa não tem mãos para este conjunto de jogadores, claramente muito pouco.

Competições:

Com isto, o FCP esteve em 2 finais perdidas (SuperTaça e Taça), vence o TRI-Campeonato com uma larga vantagem, é eliminado nos oitavos de final da Liga dos Campeões e eleminado no 1ºjogo da taça da Liga.

Pouco, muito pouco para uma equipa do FCP que devia fazer muito mais numa Época onde foi apenas claramente melhor no campeonato, no resto, muitos aspectos a melhorar...

sábado, maio 17, 2008

TAÇA DE PORTUGAL 2007/2008

F.C. PORTO x Sporting C.P.


Estádio do Jamor

Domingo 18 de Maio de 2008, às 17h

Transmissão em directo na SIC


Depois de 5 jogos sem sofrer golos, o único pensamento é vencer o Sporting que, embora privado do seu melhor avançado, irá certamente querer ter uma palavra a dizer.

Do lado do FCPorto a nota de destaque vai para a ausência de Bosingwa, certamente já com a cabeça em Londres, gerando assim a maior dúvida quanto à equipa do FCPorto que vai entrar em campo: quem ocupará o lado direito? A lista de Jesualdo para este jogo é a seguinte:

Nuno e Ventura
Fucile, João Paulo, Lino, Stepanov, Bruno Alves e Pedro Emanuel
Paulo Assunção, Raul Meireles, Lucho, Bolatti e Kazmierczak
Quaresma, Tarik, Lisandro, Mariano, Farias e Helder Barbosa

O meu onze:
Nuno
João Paulo, Bruno Alves, Pedro Emanuel e Fucile
Assunção, Lucho e Meireles
Tarik, Lisandro e Quaresma

Andebol e Basquetebol

FCPorto na final da Taça de Andebol

O FCPorto bateu hoje o Sporting por 36-30 e apurou-se para a final da Taça de Portugal de andebol. Com uma entrada fortíssima no jogo, a equipa portista impôs o seu jogo e chegou ao intervalo a vencer por 8 golos de diferença (19-11).

Na segunda parte, o Sporting reagiu e chegou ao empate. Contudo, o FCPorto soube reagir da melhor forma e recuperou a liderança no marcador, situação que manteve até ao final.

Amanhã a final será disputada entre o FCPorto e o ABC, que bateu hoje o ISAVE na outra meia final, e terá transmissão em directo na RTP2 a partir das 15h


Ovarense empata final do Playoff

A Ovarense reagiu e empatou esta tarde a final do Playoff ao bater o FCPorto em Matosinhos por 69 - 59, com Graham Brown a destacar-se como MVP da partida e com uma importante falange de apoio vareira a manifestar-se nas bancadas.

Desta vez a equipa do FCPorto apresentou-se menos concentrada e mais desligada, não conseguindo impôr o seu jogo colectivo como tinha feito nas partidas anteriores. A ajudar, Marçal não esteve definitivamente nos seus dias e desta forma, com uma exibição segura, a Ovarense acabou por vencer naturalmente a partida, levando assim novamente a decisão para Ovar.

Assim, os próximos jogos terão lugar a 20 e 22 de Maio em Ovar, sendo imperioso o FCPorto conseguir uma vitória no próximo jogo para, pelo menos, trazer a "negra" para Matosinhos.

Jogo 5: 20 de Maio às 21h
Jogo 6: 22 de Maio às 17h

Foto: LPA

sexta-feira, maio 16, 2008

FCPorto 72 x 69 Ovarense (2-1)

O FCPorto aproveitou da melhor forma o primeiro jogo da final que disputou em casa, batendo o campeão Ovarense por 72 x 69 e colocando-se em vantagem no Playoff.

Em mais um jogo emocionante, desta feita pela alternância dos parciais e não tanto pelo equilíbrio do marcador, a equipa azul e branca chegou a estar a vencer por 17 pontos a meio do 3º período, altura em que a Ovarense puxou dos seus pergaminhos e, já no 4º período, quando faltava pouco mais de um minuto para jogar, conseguiu empatar o jogo a 69 pontos, com dois parciais de 1-12 e 4-15. Temeu-se então que motivados pela recuperação, os vareiros conseguissem aproveitar o ímpeto para virar o jogo mas o FCPorto resistiu com coragem ao embate.

Aos 27 segundos, Julian Terrell (MVP da partida) consegue desarmar um lançamento adversário, recuperando a bola. De imediato sofreu falta e, sem vacilar, converteu os 2 lançamentos livres dando uma preciosa vantagem ao FCPorto. Com a Ovarense a tentar sem sucesso os lançamentos triplos, houve ainda tempo para anotar mais 1 ponto e assegurar este triunfo importantíssimo.

Julian Terrell foi sem dúvida a figura do jogo (23 pontos, 10 ressaltos), seguido de Marçal (15p, 6r) e João Figueiredo (13p, 8r, 7 assist.)

A final prossegue amanhã às 17h00 com transmissão em directo na RTP2.

Foto LCB

quinta-feira, maio 15, 2008

Sondagem - EURO 2008

Que guarda-redes deveria ser titular no Euro 2008? Quim ou Ricardo? Vote na sondagem ao lado e diga de sua justiça.

Pinto da Costa dixit

Sobre a possível exclusão da próxima edição da Champions:

«Não estou nada preocupado. A pessoa (Cunha Leal) que disse isso não tem a credibilidade necessária para falar sobre o tema. Aliás, toda essa situação foi hoje explicada pelo especialista José Manuel Meirim. O FC Porto está perfeitamente tranquilo»

Esperemos que sim. De acordo com José Manuel Meirim, só se aplicaria a subitamente mais famosa alínea do regulamento da Champions, se o processo de que o FCPorto foi alvo dissesse respeito à época em curso. Como diz respeito à época 2003/2004 não é aplicável.

Sobre o falhanço do Benfica em contratar Eriksson:

«Não era bom de certeza para nós a vinda de Eriksson. Se calhar em vez de vencermos o campeonato com 20 pontos de vantagem seriam só 10.»

Acho que só os "6 milhões" alguma vez acreditaram que o sueco viesse para Lisboa pois, quem vive permanentemente de ilusões, tem com certeza dificuldade em ser objectivo na análise dos factos.

quarta-feira, maio 14, 2008

Tomás quem?

Muito se tem falado sobre a possível contratação de um tal de Tomás Costa, médio do Rosário Central da argentina.

Fui ali ao Youtube procurar alguma coisa sobre o jogador e entre alguns vídeos em que se destaca o jogador, este foi o que achei mais interessante.

Este Costa parece ser um médio box-to-box, com bom posicionamento e mostra alguns pormenores interessantes, quer a defender, quer a atacar.

O real valor do jogador só será mesmo atestado se a contratação se confirmar.

segunda-feira, maio 12, 2008

Os 23 para o Europeu


Já é conhecida a lista definitiva dos jogadores que vão defender as cores da Selecção Nacional no Europeu:


Guarda-redes: Ricardo (Betis, Esp) Quim (Benfica) Rui Patrício (Sporting)


Defesas: Bosingwa (FC Porto) Paulo Ferreira (Chelsea, Ing) Miguel (Valência, Esp) Ricardo Carvalho (Chelsea, Ing) Pepe (Real Madrid, Esp) Bruno Alves (FC Porto) Fernando Meira (Estugarda, Ale) Jorge Ribeiro (Boavista)


Médios: Miguel Veloso (Sporting) Petit (Benfica) Raul Meireles (FC Porto) Deco (Barcelona) João Moutinho (Sporting) Cristiano Ronaldo (Manchester United, Ing) Nani (Manchester United, Ing) Quaresma (FC Porto) Simão (Atlético Madrid, Esp)


Avançados: Nuno Gomes (Benfica) Hélder Postiga (Panathinaikos, Gre) Hugo Almeida (Werder Bremen, Ale)



Se no geral, concordo com a convocatória, tenho contudo de colocar em causa algumas opções:

- Guarda-redes: a titularidade irá inevitavelmente para Ricardo nem que este perca 80% da visão e fique tetraplégico. É uma opção algo irracional de Scolari que a meu ver deveria optar por Quim que chega a esta altura da época em grande forma não só por ser opção indiscutível no seu clube mas porque também foi sistematicamente posto à prova em todos os jogos. Já Rui Patrício... Ok, o Polga não faz parte do grupo e logo há menos riscos mas, para qualquer eventualidade, porque não Eduardo do Setúbal?

- Defesas: Entra Jorge Ribeiro e sai Caneira. Finalmente a Selecção tem um esquerdino nato no lado esquerdo da defesa e não será certamente 1ª opção para marcar penalties. Ainda assim, creio que a adaptação de Paulo Ferreira ao lado esquerdo é ainda mais vantajosa para a equipa visto que é um excelente defesa que já por várias vezes jogou nessa posição.

No eixo, Carvalho e Pepe não terão rival na luta pela posição. Como alternativa perfila-se Bruno Alves que impõe mais a sua presença e é muito mais forte no jogo aéreo que Fernando Meira.

No lado direito, Miguel teve uma época apagada e, com a derivação de Paulo Ferreira para a esquerda, Bosingwa não terá concorrente para o lugar.

- Meio campo: Com Petit em péssima forma e com Maniche de fora (este jogador não costuma destacar-se nos momentos decisivos Sr Scolari?), não seria descabida a chamada de Pelé. Obviamente, Petit deve ter algo em comum com Ricardo e será sempre chamado nem que venha em cadeira de rodas, esperemos que não para ser titular. Assim, Veloso e Meireles deverão ser os médios mais recuados no tradicional 4-2-3-1 de Scolari, com Deco a assumir a condução do jogo ofensivo parecendo, felizmente, em crescendo neste final de época. Contudo, João Moutinho será também uma boa alternativa a Deco.

Nas alas a minha dúvida maior, sempre condicionada pelo facto de a Selecção não ter uma referência na área adversária. Simão, Nani ou Quaresma? Simão fez uma boa época apesar das lesões e será seguramente titular, com Quaresma a perfilar-se como opção para o lado contrário. Contudo, dada a sua inconstância exibicional (pode ser que até lá se transfira e moralize) Nani poderá ser uma alternativa válida. Isto porque Ronaldo é a melhor escolha, dadas as opções, para a frente de ataque. Contudo, se Hugo Almeida for titular na frente, nas alas estarão Simão e Ronaldo.

- Avançados: Quais? Onde? Nuno Gomes reencontrou-se finalmente com os golos na última jornada do campeonato mas revelou uma eficácia paupérrima, como aliás foi seu apanágio ao longo da época, tendo como registo 6 golos em (25j/6g). Hugo Almeida (46j/10g) e Helder Postiga (19j/3g, entre FCP e Panathinaikos) são os outros avançados convocados por Scolari. Entre todos... prefiro a incorporação de Ronaldo na frente (44j/38g sem contar Taças).

Até ao arranque do Europeu irei rever a minha equipa titular.

domingo, maio 11, 2008

11 de Maio de 2008


ALELUIA!

Terminou oficialmente um campeonato que, no seu essencial, estava decidido desde Dezembro, sem dúvida nem contestação e onde, desde muito cedo, se começaram a definir recordes a bater como factor de motivação da equipa do FCPorto.

O fim de um mito

Clubismos à parte, sempre admirei Rui Costa pela classe que espalhou nos relvados, sempre ao seu estilo elegante e objectivo. Hoje, não pude deixar de sentir alguma nostalgia por ver mais um filho da "Geração de Ouro" terminar a sua carreira e por tudo o que fez por Portugal e pelo futebol, só posso aqui deixar-lhe o meu aplauso.

No entanto, porque não me esqueço que sou portista, há aqui também um lado útil. De uma só vez reformou-se metade da equipa do Benfica. Não fosse Rui Costa e quer-me parece que até o 4º lugar seria uma miragem.
Fotografia: Record

Ovarense 74 x 72 FCPorto

Num jogo intenso e com muitas alternâncias no marcador, a Ovarense acabou por ser a equipa mais feliz tendo conseguido empatar a final do Playoff.

Do lado do FCPorto, Marçal esteve poderoso conseguindo 29 pontos, 5 ressaltos e 5 roubos de bola não tendo sido no entanto suficiente.

Os últimos segundos foram impróprios para cardíacos. Faltavam 10 segundos quando Miguel Miranda falha um lançamento que garantiria o triunfo. Marçal ganhou o ressalto e passou-a a Figueiredo que, no ataque, endossou para Gentry que atirou para 3 pontos. Fez-se um momento de silêncio no pavilhão, num momento de deja vu (foi assim que o FCPorto conquistou este ano a Taça da Liga) mas infelizmente a história não se repetiu e o jogo terminou mesmo com a vitória da Ovarense.

A final segue agora para o campo do FCPorto onde a vantagem do factor casa poderá ser decisiva para determinar o desfecho da final.

sábado, maio 10, 2008

FCPorto 61 x 59 Ovarense


O FCPorto começou da melhor forma a luta pelo título da Liga Profissional ao bater em Ovar a equipa local por 61 x 59 com Toree Morris em destaque ao somar 14 pontos e 12 ressaltos.

Aliás, a equipa portista até entrou melhor no jogo conseguindo um parcial inicial de 10-1 que, lentamente, a Ovarense conseguiu inverter, vindo a conseguir passar para a frente do marcador já perto do 3º período (40 - 41).

A partir daí o equilíbrio foi nota dominante até que já perto do final, quando o marcador assinalava uma igualdade a 57 pontos, um triplo de Nuno Marçal desfez em definitivo a igualdade.

O FCPorto conseguiu segurar a vitória e, assim, começa da melhor forma a luta pelo título até por ser uma vitória fora. Contudo, não se deve subestimar a experiente equipa da Ovarense que já amanhã irá procurar reagir, sabendo que tem argumentos para tal. O jogo é às 18h e tem transmissão em directo na RTP2.

Fotografia: Record

O "Apito Final"

6 Pontos de penalização, 150.000 euros de multa para o FCPorto, 2 anos de suspensão e 10 mil euros de multa para Pinto da Costa. Foi este o saldo final do processo tão propagado e pomposamente apelidado de Apito Final que se centrou em alegadas coacções sobre os árbitros de 2 jogos onde o FCPorto não foi prejudicado nem beneficiado.

Ainda assim, a haver coacção, é reprovável e teria de haver castigo. Mas sinceramente, essa coacção constituiria o cúmulo da estupidez pois nessa época, como noutras e como na actual, o FCPorto foi sempre superior à concorrência interna, com a particularidade de, nessa época, o FCPorto ter iniciado o primeiro de dois anos em que foi seguramente a melhor equipa da Europa, comprovando-o em campo. Onde deve ser e doa a quem doer.

Até acaba por ser oportuno que este castigo seja aplicado numa época onde o FCPorto foi de tal modo avassalador que, nem com 3 castigos do género, o título seria posto em causa. Será sempre essa a grande amargura dos que, cegamente, não se contentam em ver o FCPorto castigado à luz dos regulamentos em vigor, esses mesmos para quem o único castigo justo seria ver o FCPorto nos distritais apenas porque teima em não dar espaço em termos de gestão e em termos desportivos à concorrência.

Contudo, é bom que pensem que o FCPorto só ganha com favores da arbitragem. Assim a culpa do insucesso nunca será atribuída àqueles que gerem os clubes que, em sonhos, procuram competir com o FCPorto e assim, pelo menos, esses gestores continuarão nos seus cargos por muitos e bons anos espero.

No entanto, discordo totalmente da reacção aos castigos assumida pelo FCPorto e por Pinto da Costa. Segundo este último, e porque os interesses do FCPorto falam mais alto, não se iria recorrer dos 6 pontos mas ele sim, em termos pessoais, iria recorrer dos 2 anos de suspensão. Quem tomou esta decisão? Os administradores? Pinto da Costa?

Seja como for, há uma ideia geral de conformismo que é passada e que até se compreende porque, de forma objectiva, o FCPorto não será prejudicado. Em termos morais, contudo há interrogações que se colocam e, por este prisma, não recorrer é assumir a culpa. Este "meio recurso" acaba por ser uma forma infeliz de mascarar esta questão e de calar os que não se conformam com o castigo. A ideia que é passada é que aplicado o castigo, recorre-se do castigo a Pinto da Costa para passar para o exterior algum sentimento de inconformismo perante as penas aplicadas, mas, curiosamente, no mais importante (o clube), aceita-se o castigo sem recurso.

Em definitivo, deve-se assumir que o FCPorto não é Pinto da Costa, nem Pinto da Costa é o FCPorto. Ponto final. Este próprio processo começou porque Pinto da Costa não soube estabelecer uma linha entre a sua vida privada e a vida do clube, levando a sua companheira para dentro da vivência do clube e fazendo dela uma testemunha que em nenhum processo contra o FCPorto seria descartada. A própria coacção, a ter acontecido, terá sido praticada por Pinto da Costa, colocando assim em causa a instituição FCPorto.

Ninguém se deve eternizar nos cargos e, não colocando em causa tudo aquilo que Pinto da Costa fez de bom e que o tornam no melhor dirigente desportivo de todos os tempos, (tal como Maradona não deixa de ser o melhor jogador de todos os tempos só porque se meteu com a máfia), acho que está a chegar a hora de dar lugar a novos dirigentes.

Uma nota final apenas para os membros da claque Super Dragões que, mais uma vez com as suas iluminadas iniciativas, souberam manchar o nome do clube perante a opinião pública. Até quando o FCPorto vai tolerar estas situações? Felizmente, há adeptos e adeptos e, tenho a certeza, a maioria dos adeptos do FCPorto não se revê na mentalidade (ou falta dela) de um conjunto de indivíduos que teimam em manchar o clube com atitudes dignas de trogloditas.

quinta-feira, maio 08, 2008

Ambição

"Fomos a primeira equipa da liga profissional a conseguir ganhá-la e queremos ser também a última a vencê-la. Temos por objectivo fazer uma final tão boa quanto aquela que conseguimos na época passada, sabendo que teremos de vencer a Ovarense por quatro vezes para sermos campeões."

Numa altura em que se falava da possibilidade de acabar com a histórica secção de basquetebol do FCPorto, hipótese sumariamente colocada de lado por Pinto da Costa, Alberto Babo consegue passar uma imagem de vitalidade e ambição ao declarar a intenção firme de conquistar um título que já foge ao FCPorto desde 2003/2004.

Se é certo que não será nada fácil contrariar a experiente equipa da Ovarense, que tem dominado o panorama do basquetebol profissional português, não é menos certo que o FCPorto terá uma palavra a dizer depois de ter eliminado Belenenses (77-74; 77-83; 74-73; 86-63) e Vagos (90-87; 84-81; 86-79).

Durante a fase regular, com a Ovarense, o FCPorto foi derrotado em Matosinhos por 62-67 e em Coimbra por 69-75, tendo no entanto conseguido ir vencer a Ovar por 68-71.

Programa da Final do Playoff 2008:
Jogo 1: Ovarense-FC Porto, 09-05-2008 – 21:00
Jogo 2: Ovarense-FC Porto, 11-05-2008 – 18:00 (RTP2)
Jogo 3: FC Porto-Ovarense, 15-05-2008 – 21:00
Jogo 4: FC Porto-Ovarense, 17-05-2008 – 17:00 (RTP2)
Jogo 5: Ovarense-FC Porto, 20-05-2008* – 21:00
Jogo 6: FC Porto-Ovarense, 22-05-2008* – 17:00
Jogo 7: Ovarense-FC Porto, 24-05-2008* – 17:00

* - realizados caso o campeão não seja encontrado nos jogos anteriores

segunda-feira, maio 05, 2008

Tremendo!

"Dragão com 579.471 espectadores

O balanço foi, obviamente, feito só ontem, na despedida portista do Estádio do Dragão na presente temporada. E o cálculo atingiu números avassaladores, transferindo um sorriso para os responsáveis dos azuis e brancos.

ASF Em 15 encontros no seu recinto, o FC Porto registou um total de 579.481 espectadores, o que perfaz uma média incrível de 38.632 por jogo. A soma apenas teve uma ligeira mancha, pouco significativa: a de apresentar 2.233 adeptos a menos do número encontrado no final da época passada.
"

Notícia d'A Bola Vermelha



O FCPorto é assim o clube que regista maior número de espectadores no seu estádio esta época, isto apesar de os seus concorrentes (até neste aspecto a uma boa distância) ainda jogarem em casa na última jornada. De acordo com o site da LPFP, o top 10 dos espectadores está assim ordenado:

- FCPorto 579.481 espectadores
- Benfica 526.424
- Sporting 426.611
- V.Guimarães 279.081
- Braga 219.845
- Académica 103.087
- V.Setúbal 97.857
- Marítimo 86.876
- Boavista 80.785
- Leixões 68.615

Relativamente aos jogos recordistas de assistências e ainda segundo as estatísticas oficiais da LPFP, em primeiro lugar temos o Benfica x FCPorto da 12ª jornada, um jogo de boa memória para os adeptos portistas que ainda guardam na retina a trivela de Quaresma após o "quebra-rins" a David Luiz e o fim da esperança para os "6 milhões". O top 10 de jogos com mais espectadores é o seguinte:

Benfica - Porto, Jornada nº 12, 60.116 espectadores
Benfica - V.Guimarães, Jornada nº 2, 52.464
Porto - Benfica, Jornada nº 27, 50.199
Porto - E. Amadora, Jornada nº 25, 50.138
Porto - Sporting, Jornada nº 2, 49.709
Benfica - Sporting, Jornada nº 6, 48.222
Benfica - Marítimo, Jornada nº 8, 44.312
Porto - Nacional, Jornada nº 29, 42.219
Sporting - Benfica, Jornada nº 21, 40.659
Porto - Braga, Jornada nº 16, 40.089


Parabéns a todos os adeptos portistas que souberam realmente ser o 12º jogador!
imagem Record

Política de Privacidade do Blog Zé do Boné

Por questões de clarificação da posição deste blog relativamente à privacidade dos dados aqui recolhidos e por compromissos com a empresa que fornece o serviço de publicidade, apresentamos a nossa política de privacidade.

1 – Disposições Gerais

No Blog Zé do Boné, reconhecemos a importância da privacidade. De seguida deixamos-lhe o tipo de informação pessoal que é recebida e recolhida quando visita ou comenta no Blog Zé do Boné, e como essa informação é guardada. Nunca venderemos a sua informação para terceiros, sejam eles particulares ou empresas.

Salvo raras excepções, os comentários, trackbacks, e pingbacks, passam a fazer parte deste site permanentemente, e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.

2 – Privacidade

Se apenas ler e navegar neste site a sua identidade não é publicamente revelada.

Para deixar um comentário é necessário um nome e endereço de e-mail. O nome pode não ser verdadeiro, e o endereço de e-mail não será publicamente revelado.

Este site recolhe informação a seu respeito, mas que não o identifica pessoalmente, como por exemplo o seu browser, língua, e de onde veio, bem como a data, hora, e duração de cada visita. O objectivo na recolha desta informação é para melhor compreender a sua utilização do nosso site.

Tanto os comentários, como os trackbacks e pingbacks revelam o seu endereço de IP. Este endereço pode, conjuntamente com outros elementos, ser usado para o identificar.

Os endereços de e-mail, ou qualquer outra informação recolhida nos comentários nunca será vendida ou alugada a outros, ou revelada publicamente por nós, salvo se assim formos obrigados por lei, para nos defendermos, ou se formos obrigados por qualquer autoridade competente.

Como os comentários são geridos por uma empresa a que somos completamente alheios, não garantimos a protecção da informação atrás referida que fique guardada em comentário.


3 – Cookies

Para sua conveniência, ao deixar um comentário, é depositado um cookie no seu computador. Este cookie pode ser eliminado se limpar os cookies e os ficheiros temporários de Internet.

Você detém o poder de desligar os seus cookies, nas opções do seu browser, ou efectuando alterações nas ferramentas de programas antivírus. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com este blog ou outros sites, podendo afectar ou não permitir que faça logins em programas, sites ou fóruns, por exemplo.


4 – Anúncios

Este site recorre a empresas exteriores para efeitos de fornecimento de publicidade, por adesão ao programa Google AdSense. Estes fornecedores de publicidade podem recolher e usar informações suas (mas não incluindo nome, endereço de e-mail, morada, ou número de telefone), neste e noutros sites, para lhe apresentar anúncios a produtos ou serviços do seu interesse. Se desejar mais informação acerca desta prática, ou se não desejar ver os seus hábitos de navegação usados desta forma, por favor visite o site http://www.networkadvertising.org/.

O Google, como fornecedor de terceiros, utiliza cookies para a exibição de anúncios.

O cookie DoubleClick DART é usado pelo Google nos anúncios exibidos em websites de editores que exibem anúncios do AdSense para conteúdo. Quando os utilizadores visitam o website de um editor do AdSense e visualizam ou clicam num anúncio, um cookie pode ser inserido no navegador desses utilizadores. Os dados recolhidos desses cookies serão usados para ajudar os editores do AdSense a exibir e gerir melhor os anúncios nos sites onde são exibidos e em toda a web.

Com o cookie DART, o Google pode exibir anúncios com base nas visitas feitas a este e a outros sites na Internet.

Os utilizadores podem desactivar o cookie DART visitando a Política de privacidade da rede de conteúdo e dos anúncios do Google.

sábado, maio 03, 2008

Frete... FCP-0 / Nacional-3

Os onze jogadores do FCP foram ali fazer uma Peladinha e já voltam...
...Devem estar a acabar de aquecer...
...depois de irem plantar-se 90m. em campo...
Este jogo e apenas este jogo, se não queriam jogar, ou se havia jogadores já a pensar nas férias, ou a pensar nos possiveis futuros clubes, ou para eles este jogo de nada servia, para isso tinham-no feito sem público no Estádio, (ou tinham pedido a onze suplentes para jogarem por eles), pois pedindo aos adeptos para estes encherem o Estádio (estavam lá 42 mil e tal) e depois mostrar que este jogo era um frete (pelo menos deram a entender isso), e mostrando uma total falta de respeito pelos adeptos e simpatizantes, não se justifica a total falta de apatia e letárgia de todos os jogadores do FCP no dia de hoje...
Mau de mais para uma equipa (que hoje não foi) e também para Jesualdo que não soube motivar os jogadores nem mexer tácticamente bem, durante 90m., sempre que mexeu a equipa ficava mais desorientada em campo...
Para mim, fazer um destaque individual dos jogadores é completamente impossivel, apenas horriveis neste jogo, mas destaco como os mais horriveis, Bosingwa (deixou fugir o seu homem nos dois golos) e nem esteve em campo e Quaresma (que se perdeu mais uma vez) em fintinhas e toquezinhos (para quem diz que joga em qualquer equipa do mundo), mostrou uma completa falta de categoria neste jogo, Lucho, jogou??? ou já está no Atlético??? Lisandro, jogou??? fartou-se de marcar golos...
Mariano estava a correr, (nem bem nem mal, mas estava a correr e Jesualdo tira-o ao intervalo???).
Os Centrais horriveis, Helton estava apático...
Lino, estava a subir pelo seu flanco, com a sua saida ficamos sem homem na ala esquerda, Jesualdo mal...
Assunção e Meireles estavam lá... em campo... a correr... mal...
Farias, foi dar um toques..., sem posicionamento e entendimento com os colegas...
Tarik...correu...
Bollati...era preciso alguem no meio-campo, porquê só lá havia homens do Nacional...
Como é possivel perderem perante um adversário que vinha de uma séria de 4/5 jogos sem pontuar e que só a FALTA DE ATITUDE E RESPEITO justificam...
Perderam a hipotese de bater um recorde histórico, o de terem sofrido apenas 1 golo numa época em casa, assim é apenas mais uma época...
E sinceramente, hoje não foram dignos da camisola que vestem nem do dinheiro que ganham (porquê há alguns que só pensam nisso).