domingo, outubro 30, 2005

Sem pachorra!

FC Porto 0 - Vitória de Setúbal 0
(9ª jornada)

Fico sem pachorra para comentar mais um jogo de desperdício dos nossos jogadores! Parece incrível, mas mais de 70 % de posse de bola durante todo o jogo, frente a uma equipa nobre (hoje nem muito, só "autocarro" e antijogo) mas fragilizada pelos últimos acontecimentos, a jogar em casa, e não conseguimos marcar uma porcaria dum golo. É dose. Depois amanhem-se, quando for altura de fazer continhas e ver que jogos é que tinham impreterivelmente que ser ganhos, para no fim se poder festejar a conquista do campeonato.

sábado, outubro 29, 2005

Off topic

Dois anos de Rua da Judiaria , o melhor blogue que conheço. Shalom!

Para logo à noite, FORÇA PORTO.

quinta-feira, outubro 27, 2005

terça-feira, outubro 25, 2005

segunda-feira, outubro 24, 2005

Nacional 0 - FC PORTO 1



Nacional 0- FC PORTO 1 (8ª Jornada)

Hugo Almeida 47'

O FC Porto tem ganho em consistência o que tem perdido em fulgor atacante. Com Assunção a dar um novo esplendor ao meio campo do FCP, o nosso Mágico conseguiu ir vencer a um campo muito difícil ("encantado" nas palavras do nosso Co-Adr) e apresenta-se completamente transfigurado face ao Porto do início de época. Sólido, solidário (Quaresma anda a "passar-se", terei-o visto mesmo ir atrás defender?!), compacto. Mas sem o carrossel atacante dos primeiros jogos do campeonato. Se é bom ou mau? Para já é muito bom, pois vencemos o Inter e agora o Nacional. E convém lembrar que estamos ainda no princípio e que Jacob ainda só tem 4 meses de FC Porto. Ainda há muito para fazer.

A nota positiva mais surpreendente: Pepe. Muito bem. Estou muito feliz.

A nota negativa: Jorginho é a teimosia do momento do nosso treinador.

Momento alto do jogo: o fabuloso golo Quaresma-Almeida.

FORÇA PORTO

sexta-feira, outubro 21, 2005

D. Armando Teixeira, o Pequeno












Diz o animal: "Se depois disso (cabeçada de B. Alves a N. Gomes), alguém apanhou dois jogos de castigo, seria estranho se eu levasse algum...».

Ora pois então, Bruno Alves, que viu o cartão certo e foi castigado (o mesmo não se pode dizer do grego), é que é o mau da fita no processo sumaríssimo ao Pequeno. Este, coitado, não fez por mal, estão a querer fazer dele um sarrafeiro (palavras do próprio). E ainda põem os microfones na boca deste bronco descerebrado.

Eu relembro, o FC Porto podia ter magicado esta patranhice o ano passado. Os jogadores virem-se armar em vítimas e a dizer que não fizeram por mal. Como foi possível ter-nos escapado? Contudo, não sei bem se connosco resultaria, pois em 2004/2005 o próprio treinador do Estoril disse espontaneamente (e sem assédio, como no caso Galinhas-Targino) que Seitaridis não tinha agredido o seu jogador, a propósito de um sumaríssimo. Mas aí ninguém quis saber de presunções e intenções.

Numa coisa o Pequeno burgesso tem razão: "Acho que não vou ser castigado". Eu também não!

Viva a CD!

quinta-feira, outubro 20, 2005

Adeus...


Foste inspiração de algumas das minhas melhores piadas dos últimos anos.
Foste capaz de despertar em mim um sorriso quando a vida não me corria bem.
Foste uma luz de diferença no futebol português.

Foste inventor de conceitos futebolísticos completamente descontextualizados mas ainda assim com uma carga cómica que nem Fernando Rocha consegue imprimir com 5 palavrões.
Foste único.
Foste de vela.

Nunca te esqueceremos.

Até sempre Dias da Cunha.

Uma surpresa agradável

Foi sem dúvida uma noite surpreendente a que ontem vivemos, a começar pela radical alteração táctica e "revolução" no onze que Adriaanse apresentou, até ao resultado que, perdoem-me os mais acérrimos, foi para mim algo de extraordinário face à conjuntura que se vinha verificando.

Contudo, tenho de destacar aqui um jogador em particular: Marek Cech, o jovem eslovaco do qual não se ouviria falar não fossem pontuais chamadas à selecção Sub-21 da Eslováquia. Não vou dizer que foi extraordinário e que meteu Figo num bolso pois isso cabe aos que acharem que este Figo está em forma. Sobre o "actual" Figo tenho a minha opinião particular que já aqui manifestei.

Agora, achei particularmente interessante o sentido posicional do jovem Cech e o rigor defensivo que procurou impor na esquerda, atitude que contrasta com a de Peixoto, um jogador muito mais virado para o ataque e que, por vezes, deixa desguarnecidas as suas costas, "ajudando" a provocar os tais desiquilíbrios na defesa do F.C.Porto. Cech defendeu, de forma geral defendeu bem e ainda teve tempo para se internar em acções ofensivas, tendo culminado com um grande remate que quase deu golo perto do fim.

Esperemos que possa confirmar nos próximos jogos a qualidade que parece ter... A seguir com interesse, sem dúvida.

Imagem tirada do site oficial do F.C.Porto

Momento publicitário II

Para o alívio rápido da azia e má disposição

quarta-feira, outubro 19, 2005

FC Porto 2 - Internazionale 0













Factos:

- O FC Porto começou em 4-4-2. Ou seja, o impensável aconteceu mesmo e o FC Porto venceu o Inter para a Liga dos Campeões, o que é inédito e histórico.

- O FC Porto não teve hoje a posse de bola que o FCP de início de época costumava apresentar, não rematou tanto nem sequer teve um único pontapé de canto. Venceu o Inter para a Liga dos Campeões.

- O FC Porto voltou a jogar com um "Ministro" e venceu o Inter para a Liga dos Campeões.

- O FC Porto mostrou que esta equipa não é só "lirismos" e ingenuidades, sabe ser cínico e pragmático, sabe "jogar sem bola", e venceu o Inter para a Liga dos Campeões.

- O FC Porto volta a mostrar que é uma equipa em construção. Apesar de tudo, venceu o Inter para a Liga dos Campeões.

Não ficámos "a 6 minutos da fama" (chegámos lá), mas amanhã os nossos não serão "novos heróis".
Não quero saber de nada, o FC Porto venceu o Inter para a Liga dos Campeões.

Serenata à chuva!

F.C.Porto 2-0 Internazionale

Classificação

Inter 6pts
Artmedia 4pts
Rangers 4pts
F.C.Porto 3pts

Palavras para quê? Adriaanse mostrou que é teimoso mas não é burro. Venha o próximo.

terça-feira, outubro 18, 2005

MAS PORQUÊ?



Raúl Meireles fora dos convocados - outra vez

PORQUÊ?

Obrigada grego



Lisandro não joga com o Inter de Milão.

E o grego deverá agradacer a Lucílio Calabote o cirúrgico cartão amarelo.

Aceitam-se travestis

Em Espanha há neste momento uma equipa que está a provocar sensação no campeonato: o Getafe que, até à última jornada, liderava a classificação (perdeu por 1-0 em Sevilha com o Bétis). Para um clube que, ainda há duas épocas atrás, militava na 2ª Divisão, é sem dúvida um feito digno de registo.

No entanto, o mediatismo actual deste clube começou ainda antes da época futebolística ter tido início e isto graças a uma pioneira campanha de angariação de sócios. Procurando apelar às minorias, o Getafe lançou um pequeno spot no qual se mostra uma cena tipicamente familiar que culmina com um pai a ir buscar o filho ao bar onde este último trabalha como travesti.

Cliquem na imagem para lerem a reportagem do jornal
Marca em edição de Agosto último.


segunda-feira, outubro 17, 2005

Lenços brancos...

"Não vi adeptos do Porto com lenços brancos. Só vi adeptos do Benfica"

Perceberam a boca ou é preciso fazer um desenho? Força Porto!

domingo, outubro 16, 2005

Relembrando

1 - Co Adriaanse prometeu-me que ia fazer do FC Porto campeão nacional 2005/2006. Só depois é que prometeu o "futebol atacante e atractivo" (eu recordo-me da ordem). Prometeu, está prometido. Quero vê-lo fazer por isso. No fim da época, aí sim poderemos cobrar. Lenços brancos à sétima jornada? Só me merece uma palavra: NOJO. Querem-se manifestar? Não é com lenços brancos. É com um lençol gigante, a cada jogo em casa, a dizer: " YOU PROMISSED".

2 - A SAD... bem, a SAD... não me vou repetir, pois não? Vou: vergonhosa política de contratações. Querem maior evidência? O resultado está à vista. Quero ver TRABALHO em Janeiro (= Fernando Meira, Jorge Luiz e Amaral).

3 - Os meus parabéns ao SL Benfica.


AMO-TE PORTO

Histórico...

Depois do eclipse anular, fomos novamente brindados com um evento que acontece ciclicamente, este a cada 14 anos: o Benfica ganhou em casa do F.C.Porto. O resultado não merece grande discussão face ao que se passou no terreno de jogo uma vez que o F.C.Porto só a espaços conseguiu atacar com qualidade enquanto que por outro lado, o Benfica que esteve bem na segunda parte, conseguiu explorar dois erros defensivos do F.C.Porto.

Na defesa ficou provado que Ricardo Costa não pode ser central de marcação e nem tão pouco pode ser o líder do sector e da equipa. Neste capítulo Pedro Emanuel é muito superior sendo, como dizia Mourinho, "Um segundo treinador em campo". Ricardo Costa teve duas falhas imperdoáveis que foram facilmente exploradas por Nuno Gomes. Depois aconteceu também a expulsão de Bruno Alves que, como já era sobejamente conhecido, tem um temperamento explosivo e impulsivo.

No meio campo, volto a insistir, é indispensável colocar um médio de raíz defensiva que feche os espaços frente à defesa e saiba contribuir para as compensações defensivas. Ibson tem qualidade é um facto, mas não serve para todos os jogos. Imaginei que Adriaanse tivesse percebido isso na Madeira mas, ao que parece, assim não aconteceu. Há jogos em que é indispensável utilizar um médio como Raul Meireles ou Paulo Assunção.

Na luta de meio campo o Benfica ganhou claramente na segunda parte, fruto do cansaço de Lucho que acusou o desgaste a que foi sujeito durante a semana. Deveria talvez ter ficado no balneário durante o intervalo por troca com Assunção. O Benfica soube explorar bem esse factor com a entrada de Karyaka que, não sendo um jogador de grande nível, trouxe o dinamismo necessário para desiquilibrar o jogo.

O F.C.Porto até tinha começado bem, circulando a bola pelas alas, fugindo à característica pressão do meio campo do Benfica que é movida por Manuel Fernandes e Petit (o tal do "sumaríssimo" de 3 semanas que, se a defesa do jogador for bem sucedida, ainda virá a ser beatificado por Bento XVI), mas depois a melhor organização e maior frescura física destes, ainda para mais com a entrada de Karyaka, fizeram a diferença.

No ataque, o F.C.Porto foi quase uma nulidade. Sem apoio é complicado fazer melhor e se não houver ninguém que pelo menos esporádicamente consiga romper até à linha de fundo e cruzar atrasado, a coisa fica mais difícil. Alan e Jorginho nesse capítulo foram zero e só com Quaresma em campo se começou a ver algo nesse sentido.

Uma palavra para o árbitro que aqui merece o meu louvor pois, com a sua actuação, conseguiu poupar trabalho ao F.C.Porto e ao C.D. da Liga com a exibição do cartão amarelo a Karagounis quando este resolveu fazer um estudo de resistência estrutural anatómica ao choque com Lisandro Lopez. Se não tivesse exibido esse cartão amarelo neste lance, lá teria de seguir mais uma denúncia para o C.D., pois parece ser a única forma de os processos legais serem despoletados quando se trata do Benfica, e lá teríamos de assistir a mais um processo ao nível do da Casa Pia, com um desfilar interminável de testemunhas a provarem que Karagounis é boa pessoa e que aquele lance aconteceu devido ao "calor do jogo".

sábado, outubro 15, 2005

FCP-0 / Benfica-2

Confesso, não vi o jogo, apenas ouvi os comentários no final...

Mas continua a faltar muita coisa a este Porto, e se no ataque não temos grandes opções além do Benny (Já marcou golos???), as opções que restam são Postiga e Hugo Almeida, pois..., se calhar algum destes poderia ter uma hipotese a titular, se calhar...

Mas o problema é mesmo a defesa, com esta defesa não vamos a lado nenhum, e os golos do benfica são prova disso, num cruzamento largo sofrer um golo daqueles é inaceitável para uma equipa de top (Bosingwa nem se fez á bola), mas onde estavam os centrais??? E o 2º golo o defesa (julgo que o R.Costa falha um corte daqueles), já não falo nos laterais, porque se calhar não temos melhor, mas sinceramente temos 2 centrais de melhor qualidade no banco, o que permitia a defesa corrigir os pontos fracos que tem, ou pelo menos minora-los, assim é dificil...

O meio-campo até joga um bom futebol (hoje nem por isso), mas sem um trinco clássico, que seja mais destruidor do que médio ofensivo, também é complicado ter 4 médios ofensivos que quase não defendem e só pensam em atacar.

E o mister Co está a ser casmurro, e se quer finalizar a epóca em Portugal terá rapidamente de rever processos de mentalidade, pois uma equipa de top não joga 90m. ao ataque, muitas vezes nem metade do tempo, uma verdadeira EQUIPA gere os ritmos de jogo, ataca quando pode criar perigo, finaliza com eficácia, e defende quando não tem a bola, mas também quando tem a bola (gestão do jogo), e Mister Co ainda não passou essa mensagem para os jogadores de forma precisa, (será que ele sabe isso?).

Depois deste resultado e vendo os ultimos resultados do FCP, confesso, estou muito preocupado com o que resta de época, e acho que a direcção também devia estar, já que parece que o treinador acha que ficou tudo bem depois deste resultado, alguém lhe diga a importância destes grandes jogos para os adeptos do FCP, alguém lhe diga que não é só uma vitória que está em causa, mas sim o orgulho de um clube e o orgulho dos seus adeptos, e já agora que passem essa mensagem aos jogadores, porquê parece que alguns estão a fazer fretes, (ou não sabem mais?).

PORTO sempre.

Vai ser aqui


Sábado, 15 de Outubro de 2005
21h00

O meu 11 para o jogo de hoje


A defesa do costume, só se espera mais concentração.

Com Assunção, o meio campo do F.C.Porto fica mais pressionante e organizado, até porque, como o Benfica vai usar 2 avançados (Piccoli e Gomes), será um apoio importante para os defesas centrais, podendo muita vez fazer o papel de 3º central, libertando também Peixoto e Bosingwa para o ataque.

Não me surpreenderia a troca de Lucho por Ibson, já que o argentino poderá ressentir-se do desgaste da viagem e do jogo que fez esta semana pela Argentina. Se estiver em forma será titular de caras.

No ataque, com Lisandro em campo e graças à sua capacidade competitiva, Nélson não tem tanta liberdade para subir e o F.C.Porto fica com mais uma unidade finalizadora junto à área do Benfica. Jorginho não tem estado muito bem mas acredito que vai ter mais motivação no jogo de hoje, tal como McCarthy que, pela sua experiência e qualidade, pode fazer a diferença.

Na segunda parte, Quaresma vai entrar e semear o pânico!

sexta-feira, outubro 14, 2005

Phonix...

Fora dos convocados para o FCP- SLB: Jorge Costa, Pedro Emanuel, Raúl Meireles, Postiga e Ivanildo.

Vamos ter que defrontar os milhafres com a dupla Ricardo Costa- Bruno Alves! Com Ricardo Costa a capitanear (é um atentado à história e dignidade do FC Porto)! Deus nos acuda. Ainda tinha esperança com a entrada do Pedro, quem sabe e porque não do Bicho, de forma a desdramatizar a situação, mas parece que vai ser mesmo assim.

E Raúl Meireles de fora, mas porquê?! Ele que foi um dos melhores da pré-época, eu simplesmente não entendo. Vamos ver se Adriaanse, que ainda tem o Assunção no banco, vai continuar a apostar do início ao fim na táctica suicida, ou se os avançados desatam a concretizar o que o meio campo produz. A moda agora é dizer-se que o ponta de lança titular deve ser o Hugo Almeida. Espero que não seja mais uma daquelas pancadas tipo a do Ibson, que era maravilhoso há umas semanas mas agora já tem que sair porque falha muitos passes e porque deve dar lugar a quem saiba defender melhor, e que, se no fim do jogo, tiver falhado umas três ou quatro oportunidades de golo (o que diga-se, não lhe é raro), não se ponham logo a dizer que é um Postiga II. Eu é que já nem sei nada.

De resto, espero que o FC Porto vença, como é sua obrigação, em casa face à lampionagem que, a meio da semana, tentou transformar a questão do sumaríssimo do Petit numa caso de maldade do FC Porto, por ter sido o desencadeador do processo. Só os tótós acham que esse é o verdadeiro escândalo e que o FC Porto é o clube queixinhas. No fundo, o que o FC Porto fez foi dizer à CD que esta devia CUMPRIR A SUA FUNÇÃO. O que é verdadeiramente escandaloso é que só impelida a agir é que a CD o fez, e ainda por cima com uma lentidão de processos que não lhe era conhecida (o FCP a época passada que o diga), mas que dá uma grande jeitão ao benfiquinha, pois o castigo do Petit será decidido de forma a calhar no jogo da Taça de Portugal ou quando defrontar um dos últimos da tabela em casa (ou no estádio do Algarve, que vai dar ao mesmo).

No entanto, devo dizer que não partilho da confiança exagerada que os meus caros co-dragões demonstram, sentenciando já uma goleada frente ao clube do povo, uma depenação da águia em pleno estádio condecorado, uma vitória esmagadora e triunfante que reenvie Simulão e Cª de volta para Lisboa mijadinhos de medo e vergonha. Confesso que esse é um cenário que me encanta e que não raras vezes dou comigo a imaginá-lo com um sorriso na cara, mas não é isso que eu acho que vá acontecer.

Parece-me que a equipa do FC Porto atravessa um momento de alguma balbúrdia e indefinição, para além da falta constrangedora de qualidade e mecanização atrás. Mais a azelhice dos avançados. Espero que o FC Porto vença com justiça, acredito que o faça, mas não acredito em goleadas. O que é realmente necessário é concentração MÁXIMA dos jogadores e um apoio sufocante da nação portista.

ALLEZ PORTO ALLEZ
NÓS SOMOS A TUA VOZ
QUEREMOS ESTA VITÓRIA
CONQUISTA-A POR NÓS

quinta-feira, outubro 13, 2005

Dragão vence prémio









Duas notícias honrosas para o nosso estádio na última semana:

- a Irlanda do Norte quer que o seu estádio nacional seja uma cópia do Dragão

- o Dragão acaba de vencer o prémio da European Convention for Construction Steelwork, face a outras maravilhas da construção moderna também nomeadas.

Epá, somos bons. Ponto.

foto Portal dos Dragões

Só me apeteceu postar isto




amor crónico e entranhado

terça-feira, outubro 11, 2005

Cromos da bola III

No entanto, ao analisar a esta distância temporal a minha colecção, é no mínimo curioso descobrir algumas caras familiares que, naturalmente, agora possuem uma menor área capilar, mais rugas e mais cabelos brancos. Sabem quem são?



Cromos da bola II

Infelizmente, talvez não na óptica dos meus pais, nunca consegui completar a colecção. Contudo, ainda consegui reunir quase toda a equipa do F.C.P. de então, que se apresentava como equipa campeã da Europa, depois de no ano anterior ter vencido a inesquecível final de Viena. Que galeria!

Cromos da bola

Sempre que "escavo" mais fundo nos caixotes que se acumulam no meu sótão, redescubro pedaços da minha infância que já se tinham desvanecido há muito da minha memória. A minha primeira colecção de cromos da bola é um exemplo disso. Que saudades daquelas correrias em grupo para o quiosque da Dona Adelaide no fim das aulas para gastar 25 escudos em saquetas de cromos autocolantes! Estas, caprichosamente, retribuíam sem critério de justiça quer a felicidade de termos nas nossas mãos os craques da bola da altura, quer a frustração sem paralelo de descobrirmos outra vez "aqueles" jogadores que já ocupavam uma parte substancial das nossas algibeiras! Depois... eram as negociatas em qualquer banco de jardim com miúdos, conhecidos ou não, que inacreditavelmente conseguiam sempre AQUELE jogador que nos faltava.




domingo, outubro 09, 2005

O que vale este apuramento para o Mundial?

Ontem Portugal conseguiu um resultado a todos os títulos histórico ao vencer o poderoso conjunto centro-europeu do Liechtenstein por 2-1 pois, com isso, conseguiu pela primeira vez o apuramento para duas fases finais consecutivas do campeonato do Mundo.

Não vi o jogo confesso, mas já tive oportunidade de ouvir uma série de comentários de treinadores de bancada que opinavam sobre um variado leque de questões técnico-tácticas respeitantes à Selecção de todos nós (sobretudo do Scolari), indo desde o escalamento da equipa, às substituições efectuadas, sem esquecer uma menção honrosa às agilidades felinas do guarda-redes titular da equipa portuguesa.

Para já, não me escandalizaria se Portugal não tivesse conseguido ganhar ao Liechtenstein, isto porque quando me apercebi de toda a envolvência que antecedeu este jogo, me veio à memória o jogo da final do Euro 2004. Portugal era o maior, a vitória era um dado adquirido e o adversário iria ser apenas um figurante num filme com um único protagonista. Resultado: convencidos de que irremediavelmente o maior valor da equipa nacional do Scolari iria vingar, os jogadores aburguesaram-se, o esforço deixou de ser necessário porque o guião já estava escrito. Na prática Portugal perdeu contra a maior "ratice" grega e ia escandalizando contra "a equipa que agora tem muitos jogadores jovens e experientes" (Madaíl dixit) do Lietchenstein.

Sobre a escolha de jogadores, já chegámos à conclusão de que, por mais experiências que Scolari faça, os escolhidos serão sempre os mesmos e isso começa na própria baliza. Nesta altura dirão alguns "Olha este outra vez a dar-lhe com o Baía!" mas enganam-se. Com Scolari, é um dado adquirido que Baía não voltará à selecção, ponto final, não há mais discussão, embora eu tenha ficado surpreendido pela mudança de opinião de alguns ex-anti-Baía. Não é de modo algum razoável convocar jogadores que se encontram em profunda crise de confiança e que com isso podem, a dado instante, comprometer todo o esforço de uma equipa, tal como não é recomendável convocar jogadores que, sendo suplentes indiscutíveis nos seus clubes, não têm ritmo competitivo sequer de Superliga, quanto mais para competições de altíssimo nível como um campeonato do Mundo. É por isso que sou um acérrimo defensor da convocatória de outros guarda-redes de grande valor como Moreira ou (porque não?) dar uma hipótese a Jorge Baptista do Gil Vicente ou ao Bruno Vale?

Mais à frente, está o caso Postiga que, devido à profusão de golos falhados no F.C.P. foi relegado para suplente mas que igualmente tem sido uma presença assídua nos convocados da Selecção. Aqui parece-me que a escassez de pontas de lança de qualidade em Portugal contribui claramente para este caso, e daí não me choca. Contudo, acho que Pauleta, o tal que vai ficar para a história como o melhor marcador de golos pela selecção (excepto em fases finais de campeonatos) não tem valor para titular. Neste momento, Nuno Gomes é claramente o melhor que temos na selecção e é ele que deveria ser titular.

Outro factor que me preocupa é o degradar progressivo das exibições da selecção. Começa-se sempre com o mesmo esquema mas se a coisa não resulta e é necessário alterar algo, apenas assistimos a mais do mesmo: substituições do tipo "troca por troca". Temos um seleccionador que nem em casa contra o Liechtenstein gosta de arriscar e isso aflige-me já que não são selecções deste "calibre" as que vamos encontrar na Alemanha no próximo ano.


De facto, no Euro 2004 as coisas até correram muito bem e poderiam ter corrido melhor se a Grécia não se tivesse apurado para a fase final. Recordemos a equipa base: Ricardo; Miguel (ou Paulo Ferreira), Andrade, Carvalho e Valente; Costinha, Deco e Maniche; Ronaldo, Figo e Pauleta (ou Nuno Gomes). Esta equipa mostrou ao Mundo um estilo de jogo impressionante alicerçado numa defesa sólida e num meio campo dinâmico e pressionante, algo que valeu inclusive a Scolari, no final da competição e na atribuição dos prémios da competição, o prémio para a utilização mais inovadora do meio campo (ou algo parecido).

Analisemos a equipa agora por clubes: Sporting; SLB (ou FCP), Depor, FCP e FCP; FCP, FCP e FCP; Man Utd, Real Madrid e PSG (ou SLB). Significa isto que o meio campo era o meio campo do F.C.Porto que havia dominado a Europa nos dois últimos anos, tendo vencido inclusive uma Taça UEFA e uma Champions. As rotinas estavam enraízadas pelos jogadores que jogavam quase de olhos fechados. Esta equipa era, passe o exagero, a equipa campeã da europa de clubes desse ano e tinha indiscutivelmente o dedo de José Mourinho. Como o próprio disse com um sorriso mal disfarçado a certa altura do Euro 2004, "haviam ali uns mecanismos que lhe eram muito familiares". Entretanto os jogadores dispersaram-se e com isso parece-me que a equipa perdeu identidade, tendo sido necessário "reabilitar" Luís Figo que, a espaços, ainda consegue alguns pormenores interessantes que fazem a diferença.

Por tudo isto, só posso estar muito pessimista em relação ao futuro mas também e muito sinceramente digo que oxalá esteja enganado.

Um último comentário sobre o "apoio" a Ricardo: apesar de não concordar com a sua chamada à selecção neste momento, tendo em conta toda a sua situação competitiva e emocional actual, ainda assim, a partir do momento em que é convocado e entra em campo, Ricardo é um jogador da selecção e tem de ser apoiado ou pelo menos, não pode ser vaiado. O coro de assobios que se ouvia cada vez que tocava na bola, só serviu para o intranquilizar ainda mais e também para intranquilizar o resto da equipa, ou seja, é perfeitamente escusado. No entanto acho que quem defende a sua convocatória poderá falar sobre isto melhor que eu.

foto tirada daqui

sexta-feira, outubro 07, 2005

As anedotas do Recreativo da Luz

Li hoje algures que o SLB está a "preparar a defesa" de Petit e que "Simão vai testemunhar" a favor do seu colega de equipa, no âmbito do processo sumaríssimo. Ora eu adoraria ouvir os argumentos que "a defesa" tem para contrapor aos factos adiantados pela "acusação" (a porrada de Petit em Targino), porque quem sabe, aquele momento de inspiração de Petit (se bem que já o vi fazer "melhor") poderá ter tido condicionantes e motivações que passam despercebidas ao olho destreinado!

Simão, que "vai testemunhar", provavelmente dirá que Petit é bom profissional e grande ser humano, e que agiu "de cabeça quente". Eu não me admirava que desse resultado, como deu o ano passado depois de uma derrota do SLB em Vila do Conde, em que Petit foi perdoado por ter "falado" de ânimos muito exaltados... Quem sabe.

quarta-feira, outubro 05, 2005

FC Porto arrebata Supertaça

O FC Porto conquistou hoje a Supertaça António Livramento em hóquei em patins, ao derrotar o Benfica por 5-2 na partida da segunda mão, disputada em Gondomar, após empatar 2-2 no primeiro jogo, em Lisboa. Os campeões nacionais e detentores da Taça de Portugal superiorizaram-se aos finalistas vencidos da última edição do segundo troféu nacional e conquistaram o primeiro título da temporada, referente à época transacta, fazendo assim o pleno nas competições internas.
foto do site oficial do F.C.Porto
notícia tirada daqui

Nova profecia

"Vamos ser campeões outra vez doa a quem doer" LFV

Depois de a época passada o Orelhão ter garantido em Setembro que as galinhas iam festejar o campeonato em Maio, volta a avisar a nação que a concorrência não terá hipóteses, dê lá por onde der. É que nem vale a pena espernear. Ele lá deve saber porque diz estas coisas.

terça-feira, outubro 04, 2005

Sumaríssimo anómalo

Hoje tive conhecimento que a CD da Liga instaurou um sumaríssimo, entre outros jogadores, a Petit. Li outra vez antes de assimilar a notícia e só posso perguntar: está tudo tolo?? Um jogador do Benfica com um sumaríssimo?!

segunda-feira, outubro 03, 2005

Vejam a fronha do bicho

... no
  • Dragãozinho Irrequieto
  • Podiam disfarçar um pouco

    Ainda no seguimento do comentário que fiz aos senhores que estão aos microfones da TVI(ntragável), e no que diz respeito ainda ao "golo mal anulado ao Marítimo", quando se clamava aos céus que Bruno Alves estaria dentro de campo, eis que um dos "repórteres" junto ao terreno de jogo se sai com esta ao vivo para todo o país:

    -"Eu acho que mesmo que o Bruno Alves estivesse fora, colocaria o jogador do Marítimo em jogo"

    (hesitação dos comentadores que tentam remediar com:)

    -"Hmmm pois... mas não é preciso complicar tanto. Bruno Alves está dentro de campo e põe o jogador do Marítimo em jogo"

    Que não se goste de certas equipas, até se compreende, mas não é preciso andarmos a inventar regras... É vergonhoso. Ainda para mais quando vemos que afinal, o Bruno Alves nem é para aqui chamado uma vez que é mesmo a única pessoa entre o jogador do Marítimo e a linha de fundo.

    Empate nos Barreiros (2-2)

    Foi um resultado que acaba por ser justo tendo em conta o que se passou: um jogo repartido em que a primeira parte pertenceu ao Marítimo e a segunda ao F.C.P.. Onde residiu a diferença? Precisamente no meio campo.

    É cada vez mais notório que o F.C.P. precisa de ter um médio defensivo puro a fechar o espaço frente à defesa, um médio que seja ao mesmo tempo um apoio à manobra ofensiva e também uma ajuda para a defesa que nesse aspecto tem estado desguarnecida.

    Ibson é bom jogador é um facto, mas precisa de jogar mais na frente já que não tem a disciplina táctica necessária para jogar na posição de trinco. Foi claro que, após a entrada de Paulo Assunção, a equipa do Porto se estabilizou e conseguiu finalmente superioridade no meio campo. Mas nem precisava de ser Paulo Assunção pois Raul Meireles também desempenha bem esse papel. Depois, com o resultado já em 2-1 e a jogar contra 10, o que é algo imperdoável, Paulo Assunção recuou para defesa central e o resultado saltou à vista: falhou o "tampão" na zona central do terreno e o Marítimo aproveitou da melhor maneira para empatar o jogo.

    No entanto, não se podem continuar a falhar golos como acontece ainda. Adriaanse tem dado mais atenção aos aspectos da finalização nos treinos e bem precisa. Vamos ver se com o tempo as coisas melhoram.

    Em relação à primeira parte, há dois aspectos salientes: os brasileiros do Marítimo reclamaram um penalty por marcar e em segundo lugar há um golo "anulado" ao Marítimo por fora de jogo.

    Quanto ao penalty, parece-me que de facto há motivo para tal. Jorginho não esteve bem. Em segundo lugar, se calhar justificava-se alguma formação sobre regras de jogo aos comentadores da TVI(ntragável). Poderia ser um módulo chamado "Off side for dummies", só mesmo o básico e essencial. Vociferaram tanto o facto de Bruno Alves estar dentro de campo que se esqueceram de ver que esse mesmo Bruno Alves era o único homem do F.C.P. entre o jogador do Marítimo e a baliza. As regras são claras: "Um jogador está em fora de jogo sempre que estiver adiantado em relação ao PENÚLTIMO defesa".

    Mas parece-me que os dotes destes comentadores se situam mesmo no campo extra-futebol. Só assim se justifica ser importante saber que "Wênio é um pulmão, mas um pulmão sem tabaco" (sic) ou ainda que Manduca é um "Super Manduca" que "vale por 3 jogadores porque passa, corre e desmarca" (ao mesmo tempo?) .

    Para já, continuamos na frente sem conhecer o sabor da derrota e entramos em pausa para assistir à exibição da Selecção Nacional e dos Guarda-Redes de Scolari. Vamos ver como entrará o F.C.P. em campo no próximo jogo.

    domingo, outubro 02, 2005

    ...Tudo do Sporting é uma merda...

    "Sois muito oportunistas. Vi os comentários a seguir ao Sporting-Benfica e tudo do Benfica foi muito mau e do Sporting muito bom: boa equipa, boa organização. Falaram bem do treinador e, três semanas mais tarde, tudo do Sporting é uma merda..."(...)

    "Aqui, um boi hoje é negro e amanhã é branco. Eu não sou tão oportunista. Perdoem-me, mas sou realista. Como é possível que em duas ou três semanas se vá do tudo bem para o tudo mal? Há um meio-termo"

    "Não sei se é só azar, mas para mim o calendário está mal feito porque já antes do jogo Sporting-Benfica houve uma paragem na Liga para os jogos da Selecção. Tive só um dia com o plantel para preparar um jogo muito importante. Agora passa-se o mesmo, vão todos regressar na quinta-feira, jogamos sábado com o FC Porto e depois temos Liga dos Campeões."

    "Acho que é importante favorecer as equipas que estão na Liga dos Campeões, como o FC Porto, por azar o Sporting não, e nós. Dois, três dias antes de um jogo da Liga dos Campeões há um Benfica-Sporting, depois um FC Porto-Benfica e depois um Sp. Braga-Benfica. Está muito, muito mal feito".


    Ora aqui está outro treinador holandês a por o dedo na ferida sem dó nem piedade. Será com toda a certeza um saudável exercício comparar agora as reacções do público e da imprensa a estas novas declarações atentatórias às instituições nacionais em relação às declarações de Adriaanse. Concordo em absoluto com as declarações de Koeman mas acho que ainda não conhece bem os meandros do futebol português. Alguém já lhe disse quem manda na Liga?

    imagem retirada daqui

    Pobre Senil da Cunha...

    ... nunca mais se livra dos energúmenos!

    sábado, outubro 01, 2005

    Achei piada a esta frase

    O F.C.Porto é tão superior ao Benfica que até as suas derrotas são mais estrondosas! :)