domingo, novembro 29, 2009

Modalidades: Resumo do Fim-de-Semana

Andebol: São Bernardo 26 x 27 FCPorto
Desconcentrações e grande réplica do adversário não chegaram para evitar a vitória do Campeão

O FCPorto foi a Aveiro conquistar a 6ª vitória consecutiva no campeonato, batendo o São Bernardo por 26-27, um resultado que espelha bem as dificuldades sentidas pelo conjunto de Obradovic que, para além do adversário, tiveram de ultrapassar as suas próprias falhas e desconcentrações. Wilson Davies aliás, foi "atirado" para o banco a meio da 2ª parte por Obradovic, tendo sido perceptível o desagrado do treinador com a prestação do jogador. Ricardo Moreira foi o jogador em destaque ao apontar 8 golos.

O FCPorto segue para já em 4º lugar mas em igualdade pontual com ABC (1º), Belenenses (2º) e Madeira SAD (3º com mais um jogo), todos com 23 pontos, recebendo precisamente o Belenenses na próxima jornada no próximo dia 5 no Dragão Caixa.


Hóquei em Patins: Paço de Arcos 3 x 7 FCPorto
Octocampeão prossegue marcha imperial

O Octocampeão continua a passear a sua classe. Ontem com uma exibição imperial em Paço de Arcos, obteve uma vitória sem qualquer tipo de contestação, liderado pelo internacional espanhola Pedro Gil, autor de 4 golos.

Ao intervalo, o FCPorto já ganhava por 3-0. Na segunda parte a tendência manteve-se, apesar de uma boa réplica dos locais que conseguiram 3 golos. Para além de Pedro Gil, marcaram Reinaldo Ventura (2) e Pedro Moreira.

O FCPorto lidera a classificação a par do Benfica com 19 pontos em 7 jogos, mas com melhor registo no capítulo dos golos, tendo 45 marcados e 19 sofridos contra 37-16 por parte do adversário.


Basquetebol: FCPorto 74 x 52 Sampaense
FCPorto implacável inflige primeira derrota ao Sampaense

O FCPorto bateu hoje em casa o Sampaense por 74 x 52, num jogo onde o estado-unidense Jeremy Hunt esteve particularmente inspirado, sendo eleito o MVP com 20 pontos, 4 ressaltos e 4 assistências.

O resultado ficou definido no 3º período onde o FCPorto conseguiu um parcial de 21-6, arrumando ali o encontro e permitindo depois a Moncho Lopez rodar os jogadores no 4º e último período do jogo.

O FCPorto segue agora em terceiro lugar com três vitórias e uma derrota, atrás de Benfica e Ovarense que ainda não perderam. O próximo jogo é com o CAB Madeira a contar para a Taça de Portugal.

Liga Zé do Boné / Betadin - Jornada 5

Com a jornada da Liga dos Campeões cumpriu-se também a 5ª jornada da renhida liga Zé do Boné / Betadin. Esta jornada ficou marcada pela menor média geral de pontos dos concorrentes, com 33,16 o que representa uma descida de 10 pontos relativamente à jornada anterior.

O grande vencedor da jornada foi o já líder OsMaiores, do "mister" José Alba, que com 51 pontos obtidos se destacou ainda mais na liderança, sendo seguido no pódio pela equipa da casa e campeão em título, ZdB Olympic, que obteve 38 pontos, e agora pelo conjunto "Esplendor na Relva" de Paulo Vaz que, com 41 pontos, ultrapassou na classificação o conjunto "FC Dragão" do mister Diogo Areias que nesta jornada obteve 34 pontos.



A classificação actual, quando falta apenas uma jornada para o final da fase de grupos, é a seguinte:



Na próxima jornada esperam-se emoções fortes. As escolhas dos nossos treinadores deverão ser condicionadas pelas equipas que já estão apuradas e pelas que ainda vão lutar pelo apuramento, pelo primeiro lugar ou pelo acesso à Liga Europa na última jornada.


Sponsors oficiais da Liga:



Prémios:

1º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Fundanus, oferta da ACF - CRL
2º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Alpedrinha, oferta da ACF - CRL
3º lugar - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias
Recorde de pontuação - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias

Notas sobre o FCPorto 0 x 1 Chelsea

Repetiu-se o resultado e o marcador do golo da primeira volta. Mais uma vez Anelka soube aproveitar uma falha defensiva do FCPorto (Rolando ficou mal na foto) e definiu o resultado. O resultado não é tão negativo assim uma vez que o FCPorto, tal como o Chelsea, já estavam à priori apurados mas, tendo deixado fugir o 1º lugar, fica a ideia que a equipa azul e branca poderia ter conseguido mais.

O FCPorto esteve algo nervoso e precipitado, sobretudo no passe (Fernando em particular), e ficou a sensação que o Chelsea jogou tranquilamente, ficando apenas à espreita do erro do adversário. Se é certo que as melhores oportunidades de golo foram do FCPorto e se Beto apenas fez uma defesa digna de registo, o que contam são os golos e apenas um fez a diferença no resultado.

Jesualdo surpreendeu ao apostar em Beto, quando se esperava o regresso de Helton, e em Varela em detrimento de Hulk. Se o primeiro poucas oportunidades teve de se mostrar, para além de boas saídas a cruzamentos e de uma defesa mais difícil, não tendo hipóteses no golo, já Varela mostrou muito. Durante o tempo em que esteve em campo, ajudou Sapunaru a tapar o flanco direito, segurando Zhirkov e deixando "órfão" Malouda. Foi esforçado e voluntarioso mostrando que pode ser, duas vezes na mesma época, um reforço importantíssimo.

Com a entrada de Hulk, quando se esperava (talvez Jesualdo esperasse o mesmo) que com a sua maior frescura física e contando com o desgaste dos adversários pudesse fazer a diferença, viu-se totalmente o oposto. Também é verdade que a segunda parte do FCPorto foi mais fraca visto que o dínamo do FCPorto, Belluschi (seja bem aparecido!) ainda não tem ritmo para 90 minutos, tal como Varela mas ainda assim era legítimo esperar mais.

O golo do Chelsea acabou então por surgir fruto de uma falha defensiva repartida, visto que ninguém fechou incompreensivelmente o flanco direito da defesa, apesar de por quatro vezes Malouda ter cruzado 3 ou 4 vezes da mesma forma nos minutos anteriores, e Rolando deveria ter-se antecipado e não deixar passar a bola para Anelka que surgiu nas suas costas. Terá sido insegurança pelo grande auto-golo que marcou na Madeira?


Próxima fase, possíveis adversários

O FCPorto sabe agora que irá ficar em segundo lugar antes da deslocação a Madrid onde irá encontrar uma equipa em luta directa com o APOEL para uma vaga na Liga Europa e onde poderá jogar com a ansiedade dos "colchoneros" para lutar por uma vitória, em prol do prestígio e... claro, do prémio monetário.

Nos oitavos de final, cujos emparelhamentos irão ser determinados por sorteio, o FCPorto já sabe à priori que, sendo 2º classificado, irá jogar a 2ª mão em casa do adversário, defrontando um dos primeiros classificados dos grupos da competição, não jogando contra o Chelsea por ser do mesmo grupos. Para já perfilam-se como possíveis adversários: Bordéus e Arsenal, havendo ainda dúvidas relativamente aos grupos B, C, E, F e G onde, com uma jornada por disputar, está ainda tudo em aberto.

Se o sorteio fosse agora, o FCPorto teria também como possíveis adversários o Manchester United, Real Madrid, Fiorentina, Barcelona e Sevilha. Não se perspectiva pois tarefa fácil para os pupilo de Jesualdo.

Agora venha o Rio Ave.

quarta-feira, novembro 25, 2009

Cimeira europeia rumo ao primeiro lugar


Esta noite o Estádio do Dragão é palco de uma cimeira europeia do mais alto nível entre o FCPorto e o Chelsea para a discussão do primeiro lugar do grupo, uma vez que ambas as equipas estão já apuradas. Para já os londrinos estão na frente com 10 pontos , fruto de 3 vitórias e um empate, enquanto o FCPorto ocupa o 2º posto com 9 pontos, fruto de 3 vitórias e uma derrota que aconteceu precisamente em Londres contra o Chelsea, na primeira jornada, por 1-0.

Desse jogo ficou a exibição sólida do FCPorto, traída por um momento de desatenção defensiva, mas onde a equipa se manteve na discussão do resultado até ao fim do jogo, embora tenha terminado o jogo com menos um jogador por expulsão de Fernando.

Jesualdo já prometeu um FCPorto a jogar melhor do que o tem feito nos últimos jogos, algo perfeitamente normal se pensarmos que este tipo de jogos provoca uma motivação especial nos jogadores. Para aspirar ao 1º lugar o FCPorto terá mesmo de vencer visto que na última jornada vai a Madrid enquanto o Chelsea recebe o APOEL, um jogo manifestamente mais fácil do que o do tetracampeão português.

Equipa provável: Beto - Sapunaru, Rolando, Bruno Alves, Pereira - Fernando, Raul Meireles, Belluschi - Rodriguez, Falcao, Hulk.

terça-feira, novembro 24, 2009

Liga Zé do Boné / Betadin - Abertura da Jornada 5

Inicia-se hoje a jornada 5 da emocionante Liga Zé do Boné / Betadin. Para muitos clubes, esta será uma jornada decisiva em termos de apuramento enquanto para outros estará em disputa a liderança do grupo.

Não se esqueçam que têm até às 17h15 para efectuarem as vossas transferências em virtude do jogo entre o Rubin Kazan e o Dínamo de Kiev começar mais cedo que os restantes jogos.


Sponsors oficiais da Liga:



Prémios:

1º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Fundanus, oferta da ACF - CRL
2º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Alpedrinha, oferta da ACF - CRL
3º lugar - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias
Recorde de pontuação - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias

segunda-feira, novembro 23, 2009

Problema energético

Contra a crise energética nem Jesus é capaz de valer... Ficaram 6 milhões às escuras.

PS - O Guimarães sobreviveu ao túnel da Luz mas viu-se apertado nas portagens de Alverca. O trânsito em Lisboa está cada vez mais caótico.

À boa moda portuguesa

Fotografia de um terreno um pouco mais praticável que o do estádio de Oliveira de Azeméis.

Como já todos esperavam, todos menos talvez a Federação Portuguesa de Futebol, o jogo entre a UD Oliveirense e o FCPorto a contar para a Taça de Portugal, foi adiado devido às condições em que o terreno se apresentava e por decisão do árbitro Bruno Paixão. O caso é tão insólito que até chega ao ponto do ineditismo de uma decisão de Bruno Paixão com que a esmagadora maioria dos adeptos do futebol concorda e aplaude. O que mais impressiona neste caso é a falta de profissionalismo que, curiosamente, calhou ao FCPorto já que em outros casos nada comparáveis para melhor, foi fácil arranjar a solução de ir jogar ao Restelo em vez da Caparica ou a Torres Novas em vez de Monsanto.

Bruno Paixão no exacto momento em que encontra o único tufo de relva sem lama no estádio, num altura em que já se inclinava para decidir cancelar o jogo. A dúvida é evidente no rosto do árbitro.

Nitidamente a imagem da Federação sai manchada deste caso já que era a ela que caberia tomar a iniciativa de encontrar uma solução para o imbróglio. Quanto à Oliveirense jogou com os seus próprios interesses tendo em conta que, num terreno destes, o jogo se transformaria numa autêntica lotaria onde a vantagem da técnica dos jogadores do FCPorto seria anulada.

Em todo o processo, a única parte que se portou com total profissionalismo foi mesmo o FCPorto que não se cansou de apontar o estado deplorável do terreno e a preocupação que o mesmo causava perante a perspectiva de um agravamento das condições climatéricas. Pelos vistos, só mesmo o FCPorto se deu ao trabalho de consultar o boletim meteorológico. A Federação preferiu escudar-se no facto de se tratar um terreno licenciado pela Liga ignorando aquilo que saltava à vista e refugiando-se em argumentos em que referia que em Portugal há muitos terrenos em péssimas condições e que a Taça obriga a jogos em locais semelhantes. Mas então porque é que o Benfica jogou em Torres Novas contra o Monsanto e o Sporting defrontou os Pescadores no Restelo??

Aspecto parcial de um terreno de cultivo de arroz, típico da agricultura local de Oliveira de Azeméis. Na foto é possível observar um agricultor local procedendo à fertilização da plantação.

Se tivesse mostrado disponibilidade e BOA FÉ, a Federação poderia ter sido parte da solução ao contribuir para encontrar uma solução alternativa e, neste momento, estaria tudo resolvido em relação a esta eliminatória da Taça. Não o fez e agora eu pergunto: Sairá mais barato à federação e aos clubes envolvidos a organização de dois jogos para disputar apenas um? O jogo será mesmo em Oliveira de Azeméis, no tal estádio licenciado pela Liga?

Outro argumento interessante usado pela Federação foi o de não se poder confundir um jogo entre clubes com um jogo entre selecções, isto na sequência da acusação por parte do FCPorto de a Federação ter dois pesos e duas medidas após esta ter protestado contra as condições em que decorreu o jogo na Bósnia entre a selecção local e Portugal.

Que moralidade tem uma instituição em reclamar de um facto que deixa acontecer em sua própria casa e, diga-se em abono da verdade, em condições muitos piores do que aquelas com que a selecção se deparou na Bósnia. Sr Madaíl, o FCPorto pode não ser a selecção mas é um clube que fornece jogadores para essa Selecção que tanto defende e, por acaso da sorte, até fornece jogadores decisivos como foram Bruno Alves e Raul Meireles.

Um jogo de futebol é um jogo de futebol e tem condições mínimas exigíveis e se é verdade que em muitos locais do país há campos piores, não há nesses campos jogos onde os adeptos tenham de pagar 22 euros de bilhete de entrada.

É inacreditável que tenha sido necessário dar entrada ao público, que as equipas tenham feito aquecimento(?), que a polícia tenha instalado um dispositivo de segurança (que de pouco serviria caso houvesse problemas num estádio sobrelotado) para que a poucos minutos da hora marcada para o início do jogo, o Sr Bruno Paixão tenha constatado o óbvio: o terreno não tinha condições mínimas para a prática de um jogo de futebol. Só a Federação não percebeu ou fingiu que não percebeu quiçá porque não tem mais que fazer que calendarizar jogos suplementares perfeitamente desnecessários se houvesse bom senso e boa fé.

PS - O tal licenciamento da Liga em que a Federação se escuda podia dar pano para mangas se quiséssemos pegar num facto tão curioso quanto interessante para o qual o meu amigo Vila Pouca chama a atenção no seu blog. Será que o facto do Presidente da Liga ser natural de Oliveira de Azeméis e de ter estado ligado durante largo período ao clube tem alguma coisa a ver com o licenciamento? Prefiro não ir por aí...

domingo, novembro 22, 2009

Modalidades: Resumo do Fim-de-Semana

Andebol: Frisch Auf Göppingen 31 x 23 FCPorto
Vontade não chegou para bater a experiência de uma equipa de topo

Depois do empate da primeira mão a 24 golos, FCPorto não conseguiu suster o ímpeto da equipa alemã que, a jogar em casa, soube exprimir da melhor forma os argumentos que fazem dela uma equipa de topo do Andebol europeu.

A derrota por 31 x 23 espelha bem as dificuldades com que o FCPorto se deparou, nunca conseguindo inverter a tendência do desafio. Fica contudo o elogio à atitude do FCPorto e o desejo que esta derrota não seja um estorvo para a evolução que a equipa tem vindo a registar desde o início da época.

Terminada a participação nas competições europeias desta época, o FCPorto vira-se agora para as competições internas. Actualmente é líder do campeonato enquanto na Taça de Portugal, depois de a meio da semana passada ter ultrapassado categoricamente o Marítimo por 37 x 17, irá defrontar o Benfica na Luz a 1 de Dezembro, em jogo a contar para os 8avos de final da prova.


Basquetebol: Ovarense 59 x 57 FCPorto
Últimos 2 segundos foram fatais para o Dragão

Depois de a meio da semana ter vencido a Física de Torres por 49 x 90 em jogo a contar para a Taça de Portugal, o FCPorto teve este fim-de-semana em Ovar o teste mais difícil da época, defrontando a experiente equipa da Ovarense, um dos crónicos candidatos ao título.

Liderado por Carlos Andrade (15p, 9r, 2a, 2rb), o FCPorto chegou ao final da primeira metade à frente do marcador com um resultado de 28 x 30. Contudo, a Ovarense reequilibrou a contenda e, quando o prolongamento já parecia inevitável, 2 pontos caídos de céu deram a vitória à turma de Ovar.

Este resultado mostra que, apesar de mais forte, o FCPorto tem ainda trabalho pela frente mas esta derrota não belisca em nada o que de positivo tem feito esta época.


Hóquei em Patins: FCPorto 15 x 3 ERG Iserlhon
Goleada num jogo de sentido único

Mais acessíveis em hóquei que em andebol, os alemães foram presa fácil do FCPorto e, apesar de algum empertigamento inicial, acabaram goleados por claros 15-3 no jogo inaugural da Liga Europeia 2009/2010, a Champions League do Hóquei em Patins.

Com 6-3 ao intervalo, a 2ª parte mais não permitiu que confirmar a clara superioridade portista e o porquê de a equipa portuguesa ser uma habitual candidata ao título, aspiração reforçada este ano com o regresso de Pedro Gil.

O jogo do FCPorto foi o único do Grupo D uma vez que o jogo entre o Valdagno de Itália contra os alemães do Cronenberg foi adiado enquanto não se resolve a polémica da inclusão dos alemães em detrimento do Viareggio.

quarta-feira, novembro 18, 2009

Portugal no Mundial 2010

Parabéns a todos os Jogadores da Selecção (presentes e ausentes) e á sua equipa técnica que conseguiu com uma equipa razoável (com alguns jogadores durante os 12 jogos a não estarem num grande nível) atingir o seu grande objectivo, Africa do Sul 2010.

Parabéns ao Professor Carlos Queiroz, ele que é mal querido pelos portugueses apenas por não optar por ser anti-FCPORTO, (como fazia o outro, que foi endeusado estupidamente e fez perder jogadores, pois durante 4 anos, a formação quase que desapareceu).

Hoje em dia tem de ser Carlos Queiroz a fazer tudo de novo, a ter de jogar com os ovos que tem, (em alguns lugares são bem fracos, a culpa será dele??? acho que não), e tem de formar outra geração de jogadores jovens de forma a Portugal poder continuar a ombrear com as melhores selecções da Europa e do Mundo, neste momento Portugal é do 2ºescalão, falta classe, mas mesmo assim, contra muitos Portugueses (invejosos e falsos), Portugal conseguiu o objectivo...

Agora é preciso também que Gilberto Madail !!! perceba que é preciso trabalhar novamente a fundo nas áreas da formação, para Portugal dentro de 4 a 6 anos ter outra vez uma fornada de jogadores que sejam uma mais valia para a Selecção Portuguesa.

Parabéns especialmente ao Bruno Alves e ao Raul Meireles, os marcadores dos golos cá e lá e que na prática colocaram Portugal no Mundial 2010.

Destaco também que grande parte dos jogadores que deram tudo em campo ou são ou já passaram pelo FCPORTO, e talvez por isso exista para aí muito português que ainda está para perceber porquê é que o FCPORTO é o melhor clube Português da actualidade (30 anos a esta parte)...

Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Bruno Alves, Pepe, Raul Meireles e Deco... Obrigado...

Notas Negativas:
O comportamento da Bósnia pelos seus responsáveis foi deplorável, com atitudes que a FIFA permitiu descaradamente, talvez quisessem Portugal fora do Mundial...
Mas sinceramente, jogar num campo daqueles uma partida decisiva não lembra ao diabo, e num estádio sem as minimas condições de segurança, enfim, no final tiveram o que mereceram...

Acabo de ver um pseudo-jogador Francês (Tierry Henry) a adulterar completamente o resultado de um jogo e a colocar a França no Campeonato do Mundo de uma forma absolutamente incrivel (mão na bola intencionalmente e que dá origem ao empate da França) perante os protestos desesperados dos jogadores da Rep. Irlanda e que nenhum dos 4 arbitros (principal, assistentes, e auxiliar) viu...!!!
Deviam ter ordens do miserável Platini que faz o que quer, e assim continua a corrupção fora de campo pelos franceses... nada de novo, portanto...

segunda-feira, novembro 16, 2009

6 anos recheados de histórias bonitas


O Estádio do Dragão, palco de todos os sonhos, comemora hoje 6 anos de vida. Inaugurado com grande espectáculo, teve o seu primeiro momento alto logo nessa ocasião com a vitória do FCPorto sobre o Barcelona por 2 x 0 com golos de Derlei e Hugo Almeida.

De então para cá, o FCPorto conquistou uma Liga dos Campeões, uma Taça Intercontinental, 5 campeonatos nacionais, duas Taças de Portugal, 3 Supertaças, motivos para construir à volta do Dragão uma aura especial que faz sentir toda a força da mística do FCPorto.

O Estádio do Dragão é também um palco especial que já foi reconhecido internacionalmente como uma obra prima de construção e gestão, que faz dele um Estádio exemplar e um caso distinto a nível Mundial.

Parabéns Dragão!

Foto: www.fcporto.pt

Modalidades: Resumo do Fim-de-Semana

Hóquei em Patins: FCPorto 4 x 0 Porto Santo
Octocampeão ao ritmo do tango

O FCPorto recebeu e venceu no sábado o Porto Santo por 4 x 0 com Emanuel Garcia a apontar 3 golos sendo o outro da autoria de Pedro Gil. Com este resultado, o FCPorto mantém-se após a 6ª jornada na liderança com 16 pontos, agora apenas partilhada com o Benfica uma vez que o Gulpilhares atrasou-se ao perder na visita ao Candelária.

Segue-se agora a visita ao terreno do Paço de Arcos, um dos históricos do hóquei em patins português.


Basquetebol: V. Guimarães 81 x 95 FCPorto
FCPorto supera teste difícil com brilhantismo

O FCPorto bateu ontem na Cidade Berço o V.Guimarães por 81 x 95 fruto de uma sólida exibição na primeira metade do encontro que permitiu depois gerir a vantagem de 52 x 34 até aí conseguida.

Em destaque estiveram novamente os reforços Julian Terrel (18 pontos, 6 ressaltos, 4 assistências e 2 roubos de bola), Greg Stempin (20 p, 3 r), e o internacional Carlos Andrade (18p, 5r, 4a) que deram um decisivo contributo nesta vitória que vem contribuir para manter a subida dos índices de confiança da equipa e, por outro lado, exorcizar um "fantasma" de pré-época uma vez que a única derrota sofrida até agora foi no jogo frente aos vimaranenses no troféu António Pratas.

Na próxima jornada o FCPorto-Ferpinta irá enfrentar mais um duro teste defrontando fora a Ovarense.


Andebol: FCPorto 24 x 24 Frisch Auf Göppingen
Dragões comprometem continuidade na Taça EHF


Ao empatar ontem a 24 golos com o Frisch Auf Göppingen no Dragão Caixa, o FCPorto pode ter comprometido seriamente a sua continuidade na Taça EHF. Apesar de ter chegado ao intervalo a vencer por 15 x 13, a equipa azul e branca não conseguiu evitar que a experiente equipa alemã acabasse por empatar o jogo.

Segue-se agora uma complicada deslocação à Alemanha onde o Göppingen, actual 3º classificado da Liga Alemã, não irá conceder facilidades. Só um FCPorto perfeito poderá passar esta eliminatória no próximo sábado.

sexta-feira, novembro 13, 2009

FCPorto x Chelsea - Mais uma baixa na equipa londrina

Frank Lampard deve ser baixa de vulto no Chelsea para a deslocação ao Dragão, a 25 de Novembro, na penúltima jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, devido a lesão muscular na coxa esquerda.

O médio inglês lesionou-se ao serviço da selecção, que se encontra no Qatar para um jogo particular com o Brasil, e vai estar fora dos relvados cerca de três semanas, de acordo com o site do «blues».

Mais uma má notícia para Carlo Ancelotti, que ficou sem Bosingwa para os próximos três meses.

in Mais Futebol

Já só faltam o Cech, o Terry, o Carvalho, o Deco, o Ballack, o Malouda, o Drogba, o Anelka, o Kalou,...

quinta-feira, novembro 12, 2009

Quaresma de regresso? Não brinquem com coisas sérias

Foi notícia em Itália a alegada possibilidade do regresso de Ricardo Quaresma ao FCPorto na reabertura do mercado em Janeiro. Aliás, segundo a imprensa europeia, Ricardo Quaresma parece um jogador do Benfica de tantas equipas que todos os dias procuram assegurar o seu concurso, mas este suposto interesse do FCPorto só pode ser para rir.

Em primeiro lugar todos se recordam do contexto muito particular da saída o extremo para o Inter, constantemente assobiado e não se cansando de declarar aos 4 ventos que queria ir para um clube de topo do futebol Europeu. A própria relação entre Quaresma e Jesualdo já não era exemplar e, conhecendo as dificuldades do professor em "domar" certos feitios, dificilmente o treinador quereria o jogador de volta.

Finalmente, para entrar Quaresma, quem sairia? Rodriguez ou Varela (este bem poderia emprestar a sua força de vontade ao cigano)? Hulk? De Mariano não falo pois trata-se de um indiscutível, uma espécie de "Jesualdo's Baby".

Contudo, como nisto do futebol (já dizia o outro) "o que hoje é verdade amanhã é mentira", seria para mim uma grande desilusão ver o regresso da ex-futura super-estrela do futebol português.

Adiante.


Andebol - Taça de Portugal: FCPorto elimina Belenenses

Em jogo antecipado dos 16avos de Final da Taça de Portugal de Andebol, o FCPorto recebeu e venceu o Belenenses por 36-23, um resultado confortável que não traduz as dificuldades iniciais colocadas pela equipa lisboeta.

O FCPorto voltou a mostrar qualidade e deu a volta ao resultado inicial desfavorável, terminando o encontro em grande e carimbando a passagem aos oitavos de final cujo sorteio se realiza na próxima terça-feira.

O Dragão segue imparável!

quarta-feira, novembro 11, 2009

Regressos e lesões

A semana começou com a boa notícia da reintegração de Varela, Valeri e Miguel Lopes nos treinos do FCPorto. O regresso de Varela é particularmente importante se tivermos em conta as prestações do jogador no início de época, podendo ser um trunfo importante para o ataque do FCPorto ao qual tem faltado acutilância.

Já Valeri ainda não se afirmou como uma mais valia mas tem revelado alguns bons pormenores e pode ser uma importante opção para o meio campo, embora sem dar para já garantias.

Finalmente Miguel Lopes (que hoje voltou a ficar em casa mas desta vez fruto de uma amigdalite) poderá constituir uma alternativa a Sapunaru, até porque terá agora uma oportunidade sem igual de tentar agarrar o seu espaço na equipa, fruto da lesão de Fucile e da falta de "disponibilidade mental" do romeno.

Lesão de Helton

Em contra-ponto está a situação de Helton que, ao que tudo indica, poderá ficar indisponível durante um mês. A ausência do brasileiro por si não é preocupante uma vez que Beto dá garantias de qualidade na baliza portista mas há sempre que colocar a questão se a lesão de Helton não terá sido agravada pela insistência na sua utilização no jogo contra o Marítimo...


Informação aos leitores

Tenho de pedir desculpa por não responder aos comentários nos últimos tempos mas o tempo tem sido um bem escasso por estas bandas. Ainda assim, não posso deixar de agradecer aos leitores e aos leitores / comentadores que por aqui vão passando e prometo que tentarei voltar "à normalidade" o mais rapidamente possível.

segunda-feira, novembro 09, 2009

Modalidades: Resumo do Fim-de-Semana

Hóquei em Patins: Juventude de Viana 5 x 10 FCPorto
Octocampeão imparável cilindra Juventude de Viana

No reencontro com o Juventude de Viana após a renhida final do playoff da época passada, o FCPorto não deu hipóteses e cilindrou os minhotos em Viana do Castelo por inequívocos 5-10, com Emanuel Garcia e Pedro Gil em destaque ao anotarem cada um 3 golos. Com um resultado de 5-1 ao intervalo, o FCPorto cimentou o resultado na segunda parte chegando a 3-10, tendo a Juventude de Viana atenuado o resultado através de 2 penalties já nos instantes finais para os 5-10 finais.

O FCPorto segue no topo da classificação em igualdade pontual com o Benfica e o Gulpilhares com 13 pontos em 5 jogos mas com melhor saldo de golos.



Basquetebol: FCPorto 94 x 47 Illiabum
FCPorto inicia campeonato com vitória categórica

No sábado o FCPorto iniciou da melhor forma a Liga 2009/2010 ao receber e bater o Illiabum por 94 x 47 após um arranque fortíssimo que se saldou por um resultado de 35-9 no final do 1º período.

Os reforços Jeremy Hunt (13 pontos, 8 ressaltos, 7 assistências e 4 roubos de bola), Carlos Andrade (14p, 4r, 2a e 3rb) e Greg Stempin (17p, 11r, 4a) foram as figuras da partida. Trata-se pois de um início auspicioso para o renovado FCPorto.



Andebol: Fafe 19 x 31 FCPorto
FCPorto chega ao topo da classificação

Prosseguindo a recuperação depois de um início menos bom, o FCPorto Vitalis foi a Fafe bater a equipa local por 19 x 31 e, com este resultado, alcançou o topo da classificação com 17 pontos em 7 jogos, em igualdade pontual com Belenenses e ABC e com um ponto de vantagem sobre Benfica, Sporting e Xico Andebol.

Para além da vitória, o jogo de Fafe marcou a estreia de Dário Andrade, lesionado desde o início da época e no sábado autor de 3 golos, que vem assim aumentar o leque de opções do treinador Ljubomir Obradovic.

domingo, novembro 08, 2009

Maritimo-1 / FCPORTO-0

Novamente... Começa a ser dificil catalogar os jogos do FCPORTO, de tão tristes que estão a ser... Começando pelo fim, 10 m. finais em que em desespero se bombeavam bolas para a área do Maritimo mas onde até se podia ter acontecido o empate em 2/3 ocasiões.


Mas e durante os outros 80 m., o que se passou???

A mesma treta que acontece desde há 5 jogos a esta parte: a 1ªparte é de arrepiar, de tão mal jogada que é, onde normalmente o FCP não marca nem cria chances para isso, com um futebol aos repelões à espera que alguém tenha um lance de classe que permita colocar o FCP em vantagem. Ora como os adversários também se apercebem que o FCP está a jogar mal, tiram-lhe a bola, fecham bem as alas para Hulk e o outro extremo não romperem e pronto, está deixado à sua sorte o único avançado do FCP, pois os 3 médios parecem estacas presos ao chão, e como Belluschi esteve lesionado (e possivelmente está sem ritmo, nem sei para quê Jesualdo o convocou para esta viagem à Madeira. Para passar os 90 m. no banco???), o FCP não tem em campo nenhum jogador que faça girar a equipa à sua volta, e assim é dificil...

A 1ªparte foi de arrepiar, principalmente porque o FCP chega ao intervalo a perder 1-0 num corte desastrado do Rolando, com azar e incompetência à mistura. É legítimo começar a perguntar se Maicon foi contratado só para se sentar no banco. Mas também foi mau de mais, porque por 3 vezes os avançados do Maritimo (que mereceu claramente a vitória e fez um bom jogo) cabecearam à vontade na linha da pequena área, perante os defesas centrais atónitos e um Helton petrificado...

Por isso o 1-0 ao intervalo é lisonjeiro...

Na 2ªparte o FCP mudou o seu figurino, tirando um dos apáticos (Guarín) e fazendo entrar Mariano(!!!).

Parece que Jesualdo não tem visto os ultimos jogos do FCP, onde apenas com a dupla de avançados consegue fazer golos e decidiu perder preciosos minutos a inventar... nem tem a inteligência de perceber que com um jogador com as caracteristicas do Belluschi, um nº10 que tem jogado a nº8, a equipa poderia crescer. Parece contudo que Jesualdo o levou só para aquecer o banco. Então para quê levá-lo??? Incompreensível....

Ora com esta alteração, o FCP passou a tentar jogar em 4-4-2, mas sem dinâmica, e parecia que o Maritimo podia a qualquer altura num contra-ataque fazer o 2-0, (onde os laterais também não conseguiam acompanhar os extremos contrários, nem subir pelas alas para cruzar...).

Como os 2 médios (Fernando e Meireles) estavam a tentar apagar fogos atrás não conseguiam pegar na bola para criar. Por outro lado Mariano e Rodriguez estavam desinspirados na criação de jogo e Hulk desde há uns jogos a esta parte parece que ligou o complicador e perde-se em campo. Na frente, sem bola e sozinho na área, Falcão nem sequer conseguia rematar...

Depois saiu Rodriguez (a ver se com esta paragem de 2 semanas conseguimos recuperar este jogador, que pode ser muito importante na recuperação do FCP na classificação)... e entrou Farias, passando o FCP a jogar à inglesa, com os cruzamentos a partirem da defesa para os dois avançados e a tentarem os médios alas ganhar ressaltos e cruzar. Jogadas bem delineadas nem imaginá-las, quanto mais vê-las em campo. Tão mau era o jogo do FCP, que nenhum jogador cumpriu sequer metade da sua função em campo...

Mas do banco, do treinador Jesualdo vinha nada, zero a nível de estratégia, zero a nível de táctica, nada...

A lesão de Helton mostrou também alguma crise de pulso e de liderança. Não se compreende como é que um jogador se lesiona no aquecimento, recupera em 5, 10m. e entra como titular, mas aos 70m volta a ressentir-se, dando claramente a entender que não estava em condições. Com mais uma alteração para fazer Jesualdo decidiu não o tirar de campo, apesar da lesão, e se o FCP tivesse empatado e por culpa do Helton perdesse o jogo perto do fim??? É preciso ter competência para decidir, mesmo que o jogador não queira sair estando claramente incapacitado...

O FCP chegou aos últimos 10 m, apenas a perder por 1-0, após 80m onde o Maritimo foi mais perigoso e competente e, em desespero, Bruno Alves avançou para a área adversária, ficando Fernando a fazer 2 posições atrás e passando o FCPorto a bombear bolas para a frente, sem nexo e sem imaginação, já que nenhum jogador teve capacidade para criar lances de classe... É claro que o FCP teve nos últimos 10m. vários lances onde podia ter empatado, mas nem aí houve competência na hora de finalizar...

Destaco um momento onde Falcão consegue fintar o ultimo defesa e em vez de passar a bola ao isolado Farias prefere tentar colocar a bola no canto, mas Peçanha defende a bola para canto. Realço este lance, porque já não é a primeira vez que reparo em lances deste género no ataque do FCP, onde parece que quando estão em frente à baliza não conseguem perceber que os colegas da frente podem estar em melhores posições para finalizar e preferem o lance individual que normalmente é cortado pelos defesas e/ou guarda-redes.

Aspecto muito negativo, Jesualdo, parece estar a perder o élan perante os jogadores, os novos não parecem acreditar na sua metodologia de trabalho e os velhos estão ausentes, sem chama... Com isso, o FCP perde o seu fio de jogo e nos ultimos 5 jogos conseguiu 3 vitórias pela diferença de 1 golo, 1 empate e uma derrota, sempre com jogos sem qualidade e paupérrimos...

Aspecto negativo, Hulk, que pode ter a ver com o que disse anteriormente, sem bolas de qualidade, sem um bom jogo colectivo, ele passa ao lado, pois além de não ter bolas de qualidade, não tem neste momento capacidade psicológica para se superar neste momento e por isso tudo lhe sai mal...

2 semanas para os jogadores lesionados recuperarem, Fucile, Valeri, Belluschi, Varela e Rodriguez serão fundamentais para o FCP passar a jogar melhor e com isso ter mais hipóteses de ganhar vários jogos consecutivos no campeonato para não perder a ligação com o topo da classificação...

E com isso Jesualdo tem 2 semanas para mostrar que é capaz de colocar o FCP a jogar um futebol de alguma qualidade superior ao que tem vindo a apresentar, que é muito pouco...

Para as selecções vão agora ausentar-se B.Alves, Meireles, Rolando, A.Pereira e Hulk.

sexta-feira, novembro 06, 2009

Encontrámos a prima do David Luiz!


Com uma camisola da mesma cor, a esta simpática menina só lhe faltam mesmo os caracóis ao vento.

quinta-feira, novembro 05, 2009

Liga Zé do Boné / Betadin - Jornada 4

À 4ª Jornada da fantástica Liga Zé do Boné / Betadin, registou-se uma alteração no pódio com o FC Dragão, do Diogo Areias e o 1º líder da competição, a alcançar o 3º lugar em detrimento da equipa Falcão Xinado.

Na liderança segue imparável o José Alba que, com uma média de 62 pontos por jornada (nesta obteve 61 pontos), parece não querer dar hipótese à concorrência. No 2º posto continua a equipa da casa ZdB Olympic que registou um score de 55 pontos.

O recorde de pontos da jornada foi de 79 pontos, tendo esta excelente pontuação sido obtida pelo JC Aljezurense do Sérgio Marreiros, graças a um bom rendimento uniforme dos jogadores escolhidos, especialmente ao meio campo. Apesar de tudo, ainda não foi desta que o recorde de 86 pontos da Liga foi ultrapassado.



Em termos gerais, foi a 4ª jornada trouxe uma melhoria da pontuação das equipas, com a média a subir para 43,56 pontos. Nesta altura a classificação é a seguinte:

A próxima jornada tem início a 24 de Novembro, terminando o período de transferências às 17h15 desse mesmo dia. O meu conselho é que, ao realizar as transferências, tenham em conta as equipas que já estão apuradas e que agora estão a lutar por objectivos secundários, dado que poderão começar poupar algumas das figuras principais para as competições internas.

Equipas já apuradas:
Chelsea, FCPorto, Lyon, Sevilha.


Sponsors oficiais da Liga:



Prémios:

1º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Fundanus, oferta da ACF - CRL
2º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Alpedrinha, oferta da ACF - CRL
3º lugar - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias
Recorde de pontuação - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias

terça-feira, novembro 03, 2009

APOEL 0 x 1 FCPorto - Apuramento esforçado

Acima de tudo, o FCPorto fez um jogo realista contra um adversário que já se sabia nada fácil e que vendeu cara a derrota. Nas mãos de Helton começou a segurança da equipa do FCPorto cujo esforço acabou premiado numa das poucas jogadas interessantes da partida com Falcao a regressar aos golos na melhor altura.

Já se sabia, e já o aqui havíamos vaticinado, que vencer em Nicósia iria ser uma tarefa extremamente difícil e já o Chelsea tinha tido grandes dificuldades para levar os 3 pontos. Por isso, Jesualdo armou a equipa de forma a dar-lhe mais poder físico com Guarín a entrar para o lugar de Belluschi. Esta escolha também terá sido "facilitada" pelo facto de Mariano estar castigado.

O jogo do FCPorto ressentiu-se no entanto da falta de esclarecimento de Rodriguez e Hulk. O uruguaio ainda deu nas vistas em algumas arrancadas mas que não teve confiança nem capacidade de decisão necessária para dar o melhor seguimentos aos lances, mostrando que ainda está longe da sua melhor forma. Já o recém-convocado por Dunga teve uma primeira parte para esquecer ao falhar a melhor oportunidade do FCPorto, isolado por Guarín e sozinho diante de Chiotis, perdendo-se em fintas que num sarau de Polka fariam dele um fora-de-série, mas que aqui apenas ajudaram a reforçar uma imagem algo pateta que o jogador tem vindo a construir de há uns tempos a esta parte.

A primeira parte ficou ainda marcada por uma enorme defesa de Helton a um remate colocado de Mirosavljević, avançado sérvio que, a par de Charalambidis, deu muito que fazer à defesa azul e branca.

Na segunda parte o FCPorto voltou um pouco mais dinâmico, com Hulk em particular a regressar com uma atitude mais agressiva, a não se furtar ao choque com os defesas cipriotas começando finalmente a causar os desequilíbrios que nunca causara na segunda parte.

Com paciência, perseverança o FCPorto acabaria finalmente por chegar ao golo aos 83 minutos, numa jogada (das poucas) com pés e cabeça, com Hulk na meia esquerda a vir para o centro e a servir Farías, que entrara para o lugar de Rodriguez, que, por seu turno, leu bem a movimentação de Falcao e serviu o colombiano que, com um grande domínio de bola, fugiu à marcação e atirou para a baliza de Chiotis que começava a parecer inultrapassável.

Um muito oportuno regresso de Falcao aos golos, numa altura em que já estava também em campo Tomás Costa que substituíra Guarín (que fez um jogo positivo ajudando a defender e a tentar inventar espaços no super-povoado meio campo adversário).

No final ainda houve tempo para Belluschi entrar em campo para o lugar de Falcao, procurando refrescar a equipa e aproveitar o espaço que iria ser criado pelo forcing final do APOEL mas, numa altura em que já estava mais na cabeça dos jogadores segurar a vantagem e onde o atabalhoamento era uma constante nos processos ofensivos (numa ocasião de superioridade 4 para 3 no ataque, o lance morreu na área do APOEL quando Álvaro se estatelou ao comprido sozinho), já pouco adiantou.

O essencial, a vitória e os 3 pontos, estava conseguido e a satisfação foi ainda maior com a notícia do empate do Chelsea com o Atlético, selando o apuramento para os oitavos de final e marcando a discussão do 1º lugar para a próxima jornada no Dragão, onde o FCPorto vai receber o Chelsea.

Jesualdo lá vai conseguindo com "serviços mínimos" (e fraquinhos) manter o FCPorto na discussão das provas em que participa e, apesar de toda a contestação (minha inclusive que sou pouco fã do professor) lá vai levando água ao seu moinho. Há que dar-lhe o devido reconhecimento neste aspecto particular.

Quanto ao Atlético de Madrid, agora treinado por Quique Flores que afinal sempre cumpriu o seu objectivo anunciado na época passada de estar na Liga dos Campeões em 2009/2010, vai disputar o acesso à Liga Europa com o APOEL. Quem diria...?


Jesualdo em discurso directo

A equipa bateu-se muito bem. Ultrapassámos as dificuldades dos últimos dois jogos com muito querer, em primeiro lugar, e com um plano perfeitamente claro.

Sofremos e isso era preciso, mas podíamos não ter sofrido tanto. Com um golo mais cedo podíamos ter feito um futebol esteticamente mais atraente, obtido um resultado melhor e ter tido mais tranquilidade na forma como resolvemos o jogo Garantimos o apuramento à quarta jornada e isso é bom. Os dois jogos que faltam também serão interessantes, até porque nos podem permitir discutir o primeiro lugar, mas o essencial era garantir o apuramento.

O resultado deixa-nos mais confiantes, os nossos jogadores lesionados vão recuperar e vamos crescer e tornarmo-nos mais fortes.

Dúvida ao intervalo


O Hulk não convocado para o escrete falharia aquela oportunidade frente a Chiotis?

Imagem: UEFA

APOEL x FCPorto - E se o apuramento fosse já hoje?

O FCPorto poderá conseguir já hoje o apuramento se vencer o seu jogo e se, em Madrid, o Chelsea não perder com o Atlético de Madrid que agora é orientado pelo nosso bem conhecido Quique Flores.

O APOEL, que nesta altura tem um ponto, 1 golo marcado e 3 sofridos, está em 3º do grupo, empatado com os madrilenhos, e em casa costuma causar grandes dificuldades aos seus adversários. Recorde-se que o Chelsea precisou de suar para aqui vencer por 1-0.

Sabendo que a obrigação do FCPorto é vencer, a dúvida que neste momento está na cabeça de todos os adeptos é que FCPorto teremos hoje em Nicósia? O mesmo FCPorto sem chama e sem vontade que costuma usar os primeiros 45 minutos para fazer o necessário aquecimento ou, pelo contrário, o FCPorto ambicioso e guerreiro a que toda a Europa se habituou?

Às 21h45 teremos a resposta definitiva.

Liga Zé do Boné / Betadin - Abertura da Jornada 4

Inicia-se hoje, com o regresso da Liga dos Campeões, a jornada 4 da emocionante Liga Zé do Boné / Betadin. Numa altura em que as coisas se começam a definir na prova maior de clubes da Europa, esta jornada promete trazer várias surpresas.

Não se esqueçam que têm até às 19h30 para efectuarem as vossas transferências.


Sobre a jornada 3

Ainda não tinha aqui sido publicado o resultado da jornada 3. Tratou-se de uma jornada em que a média global de pontuação desceu de 54,65 para 37,19 como resultado de uma série de resultados inesperados registados em vários terrenos (derrotas do Real Madrid, Barcelona, Liverpool e Rangers em casa, empate do Inter com o Dinamo Kiev também em casa,...).

O recordista da jornada foi o Nuno Moreira, com a sua equipa Penta 2010 que, ao obter 56 pontos, saltou 10 lugares na classificação. Perto esteve a equipa da casa, Golden 1893 da Sete Luas, que conseguiu um bom registo de 55 pontos.


No topo da classificação o destaque vai para a queda da equipa Marques & Marques para a 4ª posição, tendo a equipa da casa ZdB Olympic e a equipa Falcão Xinado ascendido ao 2º e 3º lugar respectivamente.

O recorde de pontuação continua a pertencer à equipa ZdB Olympic, com 86 pontos obtidos à 2ª jornada.

Classificação à entrada para a 4ª jornada (clicar para ampliar):



Sponsors oficiais da Liga:



Prémios:

1º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Fundanus, oferta da ACF - CRL
2º lugar - Caixa de 6 garrafas de vinho Alpedrinha, oferta da ACF - CRL
3º lugar - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias
Recorde de pontuação - 1 Garrafa de licor de cereja, oferta d'As Tílias

domingo, novembro 01, 2009

Meu caro Aimar

Foi com surpresa que li as tuas declarações hoje na imprensa muito especializada que normalmente te coloca num patamar semelhante a um misto de inventor do futebol com milagreiro como já não se via desde a primeira passagem de Jesus pela Terra (a 2ª passagem está actualmente a decorrer).

Dizes tu, muito indignado, que esperas que esta semana o lance do golo anulado ao Benfica no último jogo, seja tão falado como o foi o lance do penalty que deu o 3-1 e a necessária confiança ao Benfica no jogo contra o Nacional e que, como sabemos, foi uma simulação desonesta da tua parte. Contudo, estou certo que, como no caso de Lisandro da época passada, a Liga não deixará de te castigar com 2 jogos pela tua intenção deliberada em enganar o árbitro como efectivamente o fizeste. Por outro lado é curioso pedires que se fale tanto deste lance como se falou do teu penalty desonesto e não como se falou do 3º golo do FCPorto contra a Académica que correu mundos e fundos ao contrário do 2º golo da Académica, também ele completamente ilegal.

Mas, por outro lado, tenho de ser sincero contigo. O que há para dizer acerca deste lance, afinal? Já vi e revi e confesso-te que, apesar de o árbitro ter assinalado o puxão de Cardozo na camisola de Leone, que aliás se vê nas imagens, é muito mais falta a mão que Luisão coloca na costas do mesmo Leone ao saltar para cabecear para o tal golo.

Saúde-se contudo a tua coerência por teres sido a personagem que logo ali assumiu os maiores protestos, em claro contraste com a atitude de Cardozo e Luisão que se limitaram a sair dali caladinhos...

Fica no entanto por comentar o preocupante padrão que se tem verificado desde o jogo contra o Nacional. Então, a tua desonesta simulação resultou no penalty para o 3-1 e no arrumar da discussão do resultado. Ontem, Saviola tentou imitar a tua habilidade mas até aí se vê que estás em melhor forma que ele pois, ao contrário de ti, não conseguiu enganar o árbitro e até levou cartão amarelo.

Continua pois a jogar meu caro, que é algo que sabes fazer muito melhor que falar e, se possível, fá-lo com Fair Play e sem mais tentativas desonestas de enganar o árbitro.

Hóquei em patins: Benfica 2 x 2 FCPorto

Depois de na semana passada ter derrotado em casa o Valongo por 12-2, o FCPorto foi à Luz arrancar um empate a 2 golos com a equipa do Benfica, depois de ter estado a perder por 2-0.

O Benfica entrou melhor e logo no primeiro minuto fez o 1-0 por intermédio de Caio, ex-FCPorto. O 2-0 surgiu aos 12m e nessa altura os adeptos da casa acreditaram que a vitória estava assegurada. Contudo, do outro lado estava o Octocampeão que resolveu puxar dos seus galões e, através de Reinaldo Ventura, conseguiu igualar a partida com grande brio. Mesmo a acabar, Emanuel Garcia poderia ter resolvido o jogo a favor do FCPorto mas desperdiçou um livre directo.

Este empate acaba por ser positivo uma vez que foi obtido em casa do principal rival e, com isso, o FCPorto consegue segurar a liderança, ex aecquo com Benfica e agora com o Gulpilhares todos com 10 pontos em 4 jogos.

Será que dá para pedir jogadores da equipa de hóquei para a equipa de futebol?