sexta-feira, julho 31, 2009

Faleceu um dos melhores treinadores de sempre do FCPorto


Sir Robert William Robson, conhecido no mundo do futebol por Bobby Robson, faleceu hoje aos 76 anos, vencido finalmente pelo cancro com que se debatia há anos.

Bobby Robson celebrizou-se enquanto treinador ao serviço do Ipswich Town, equipa que orientou durante 13 anos (nesse período contratou 14 jogadores!) tendo conquistado uma Taça UEFA em 1981, para além de uma Taça de Inglaterra e de uma (já extinta) Taça Texaco. Em seguida tornou-se seleccionador inglês, permanecendo no cargo durante 8 anos, apurando-se consecutivamente para dois Mundiais, tendo comandado a selecção que perdeu contra a Argentina de Maradona com o infame golo com a mão em 1986

Depois de uma curta passagem de 2 anos pelo PSV, onde conquistou 2 campeonatos, foi contratado por Sousa Cintra para orientar o Sporting, sendo contudo despedido após uma eliminatória mal sucedida na Taça UEFA contra o Casino de Salzburgo. Esta decisão tomada pelo presidente não teve eco nos adeptos que acarinharam Robson na hora da despedida.

Pinto da Costa percebeu que esta era uma oportunidade de ouro de contratar um excelente técnico e avançou de imediato. O inglês foi para as Antas substituir o ultrapassado Tomislav Ivic e desde logo o futebol do FCPorto mudou do dia para a noite. Embora nessa época não tenha chegado a tempo de recuperar a desvantagem para o primeiro classificado, Robson conseguiu ainda assim conquistar a Taça de Portugal. Nas épocas seguintes, Bobby Robson fez do FCPorto uma máquina de ataque avassaladora, conquistando os 2 primeiros títulos do inédito penta, antes de sair para Barcelona onde conquistou a Taça do Rei e a Taça das Taças.


O FCPorto de Robson foi a, par do FCPorto de Mourinho, a melhor equipa que já vi jogar em Portugal. Cada jogo era uma promessa de muitos golos, muitos logo no primeiro minuto, com uma linha de ataque formada por nomes como Drulovic, Timofte, Domingos, Kostadinov e Rui Barros. Esta veia goleadora teve continuidade na Europa, ficando para a história a humilhação que o FCPorto impôs ao campeão alemão Werder Bremen por 5-0.


Técnico de excelência, dono de uma extrema educação, fair-play e dono ainda de um discurso entusiasta e encantador (com a sua inimitável pronúncia) Robson era um verdadeiro gentleman e sinto orgulho enquanto portista de tê-lo tido como treinador do FCPorto e de ter visto alguns dos melhores momentos de futebol do campeonato nacional.

Até sempre Sir Robson.

Peace Cup: Venha o Aston Villa

Um empate a zero, embora com ocasiões de sobra para vencer e um árbitro que resolveu mostrar ao Mundo e com excesso de zelo que para si o histórico conflito greco-turco era coisa do passado, foi suficiente para o FCPorto passar às meias finais da Peace Cup, defrontando hoje o Aston Villa. Para já o apuramento valeu meio milhão de euros mas o FCPorto tem legitimidade para aspirar a mais.

O jogo de hoje tem a curiosidade de voltar a colocar no caminho do FCPorto dois nomes bem conhecidos: o treinador Martin O'Neill e o jogador Stiliyan Petrov (que por estar lesionado não poderá jogar) que faziam parte dos quadros do Celtic de Glasgow na gloriosa época de 2002/2003, época da final da UEFA em Sevilha. No entanto, o Villa também conta com nomes bem conhecidos como o guarda-redes estado-unidense Brad Friedel, para além dos possantes John Carew e Emile Heskey.

Na antevisão do jogo, Martin O'Neill confessa esperar um desafio extremamente difícil contra uma equipa que classifica como "gigante":

"O FCPorto é uma equipa forte, bem dirigida e consegue vender um jogador todos os anos por uma grande soma de dinheiro para em seguida reestruturar a equipa sem com isso perder nada do seu poderio.

Tiveram azar ao perder com o Manchester United na Champions League da última época, depois do empate 2-2 em Old Trafford, e será outra vez uma ameaça na competição esta época."

Uma coisa é certa, o desafio contra o 6º classificado da última edição da Premiership será sem dúvida um dos mais duros testes do FCPorto na pré-época. O jogo é às 19h30 e terá transmissão na Sport TV 2.

FCPorto em grande nos prémios do CNID

O FCPorto esteve em grande na atribuição dos prémios do Clube Nacional de Imprensa Desportiva (CNID) que contemplaram Bruno Alves, Jesualdo Ferreira e Hulk como futebolista do ano, treinador do ano e revelação do ano, respectivamente.

A equipa de Hóquei em Patins do FCPorto foi também premiada com o título de equipa do ano, embora a par equipa de basquetebol do Benfica e da equipa de futsal do mesmo clube que voltou a ganhar o seu campeonato de forma sui generis.

Trata-se assim do reconhecimento da excelência do desempenho do clube e jogadores em mais uma época notável. Contudo, parece-me que, ou as coisas mudam ou então, pelo que se viu no final da época passada e no início desta, deverá ser criada uma categoria "Mártir do Ano" para o Hulk.

quarta-feira, julho 29, 2009

Sabiam que o Malheiro não toma banho?


Vale a pena ouvir as palavras bonitas dos comentadores da TV da instituição antes do jogo de apresentação que se saldou numa derrota contra a tal "equipa fraquinha" que o FCPorto eliminou no ano passado da Liga dos Campeões. Inclui linguagem explícita de apreciação aos hábitos de higiene do saudoso João Malheiro.

terça-feira, julho 28, 2009

FCPorto 2 x 0 Lyon - Desilusão

A desilusão não é obviamente pelo resultado mas sim por não ter encontrado, ao contrário do que esperava, uma capa de jornal plena de azul e com um título do género "O mesmo FCPorto europeu de sempre". É o que dá este género de vitória constituír uma normalidade para o tetracampeão, mesmo não tendo sido contra uma equipa que não desceu para a League One por 2 pontos ou contra outra equipa que na Eredivisie ficou quase a 20 pontos do 1º classificado. Mas vamos ao futebol.

Abstraindo-me da normalidade que este facto constitui, o FCPorto derrotou ontem com categoria um renovado Lyon, e mostrou já alguns automatismos interessantes e... muito Hulk. Quando se dá espaço a este jogador é fatal e, pior ainda quando este é lançado em velocidade a partir das alas como aconteceu no lance do 2º golo.

No restante, a equipa mostrou consistência e uma clara evolução em termos físicos e os novos jogadores mostram um entrosamento crescente. Tendo visto na íntegra apenas a 2ª parte, gostei da exibição de Álvaro Pereira que mostrou ser agressivo a defender apesar de não se ter aventurado muito no ataque. Quanto a Belluschi, mais do mesmo: rápido e incisivo no passe e uma clara mais valia do meio campo ofensivo azul e branco. Já Falcão está em crescendo, mostrando muito mais do que o fez na sua primeira aparição contra o Dínamo de Bucareste até porque já tem agora mais treinos nas pernas e, apesar de não ter feito qualquer golo nos 20 minutos que jogou, mostrou uma interessante disponibilidade para vir atrás criar jogo, mostrando saber também jogar de costas para a baliza. Esta característica pode vir a ser determinante na manobra ofensiva do FCPorto que tem jogadores rápidos nos extremos, sendo o bom exemplo disso o lance do 2º golo.

Varela esteve um pouco mais apagado mas a garra está lá toda. Vai ser muito útil ao FCPorto esta época. Já Valeri não teve tempo para se mostrar e também não está ainda nas melhores condições físicas pelo que prefiro esperar para ver antes de opinar sobre o jogador.

Apenas deixo um reparo: Farias merecia mais minutos. Jesualdo tem condições para promover uma concorrência muito saudável no eixo do ataque portista entre Falcao e Farias e dar a entender a Farias que não tem hipótese de entrar no onze jogando num jogo destes apenas meia dúzia de minutos pode ser desmotivante. Vamos ver como correm as coisas amanhã contra o Besiktas,
um clube de boa memória para o FCPorto.

Rubrica do programa 5 para a meia-noite - Eu amo você

Não sei se os caros leitores conhecem e se costumam ver o recente programa da RTP2 chamado "5 para a meia-noite", ao início pode parecer um programa fora do normal mas o conceito parece-me ser mesmo esse, uma coisa diferente e praticamente inédita, pelo menos na televisão portuguesa.

À 4º-feira é a vez de Nilton mostrar as suas habilidades de humorista, num programa em directo, com um ou mais convidados (neste caso do vídeo, com a simpática Cláudia Vieira) e com a sua rubrica do «Eu amo você» que já se tornou numa das mais preferidas pelo público.

Mas perguntam vocês porque carga de água está aqui este sujeito a falar sobre isto?

É simples, trata-se apenas de um momento de humor, e curiosamente, com um restaurante do... Porto!


Convido-vos portanto a ver o video:


segunda-feira, julho 27, 2009

Peace Cup: FCPorto x Olympique Lyonnais

O FCPorto inicia hoje às 21h30, com transmissão em directo na Sport TV1, a sua participação na Peace Cup. O adversário é o Lyon o que vai permitir a curiosidade de ver Cissokho em acção contra o FCPorto, uma vez que Lisandro está lesionado (e ainda bem!).

Trata-se do primeiro teste "a sério" do FCPorto e, em caso de vitória, o FCPorto fica em excelente posição para avançar para as meias finais, isto porque Lyon e Besiktas (o adversário do FCPorto na 4ª-feira) empataram a uma bola na primeira jornada do grupo.

sexta-feira, julho 24, 2009

De volta às lides: FCPorto vence D. Bucareste



O grande atractivo de ontem era mesmo a perspectiva da estreia de Falcao e Valeri embora, como já esperava, estes ainda denotassem uma grande falta de entrosamento e de ritmo (sobretudo Valeri que veio de uma lesão e participou em poucos treinos) sendo a sua estreia o único motivo de relevância em termos de apreciação individual.

Tratando-se de um jogo de preparação pouco interessava o resultado, embora associar o FCPorto a uma derrota seja algo contra-natura que ninguém consegue admitir. Interessa mais avaliar o nível de integração dos novos jogadores, a evolução da dinâmica da equipa e os índices de frescura física que esta evidencie. Nesse aspecto o jogo acabou também por ser atípico, algo confuso e sem "nervo", sobretudo na segunda parte, período em que Jesualdo fez várias experiências, uma das quais consistiu em determinar se desde a última aparição o Benítez tinha sofrido uma lavagem cerebral e se tinha feito jogador.

O que fica na retina é mesmo a exibição de Varela que mostrou ser uma alternativa extremamente válida para Jesualdo, sendo capaz de dar profundidade e acutilância às alas do ataque azul e branco, tanto à direita como à esquerda. Embora tratando-se de casos diferentes, encaro o fenómeno Varela com a mesma surpresa da 2ª passagem de Tarik pelo FCPorto, isto é, conhecia-se à partida o jogador e já se esperava um determinado patamar exibicional que não seria nada de extraordinário mas, subitamente, descobre-se um jogador com potencial para ser decisivo ao longo da época. Fantástico! Para mim e para já o melhor reforço, um pouco acima de Belluschi.

E porque não Belluschi? Simplesmente porque o jogador, apesar de uma indesmentível qualidade, ainda tem de melhorar os aspectos de posicionamento de modo a harmonizar-se com o modelo de jogo do FCPorto. Nota-se em termos individuais um toque de classe (grandes passes ontem!) mas parece-me que é legítimo, por aquilo que tem deixado perceber e pelo nome que tem na Argentina, esperar mais dele. Para já, Varela é a figura da pré-época.

Hulk tem assumido entretanto o papel de avançado-centro mas nota-se perfeitamente que não está talhado para assumir esse papel de ponto de referência, papel que não potencia o aproveitamento do seu poder de explosão. O Hulk tem de jogar nas alas, partindo de trás e sobretudo fazendo aquelas mortíferas diagonais da direita para o centro. Nitidamente o papel de ponta-de-lança será de Farías ou Falcao (se este confirmar que realmente valeu o esforço que o FCPorto fez na sua contratação) com Rodriguez à esquerda e Hulk à direita, ficando Varela como alternativa tanto de um lado como do outro e ainda Mariano, o eterno 12º jogador, à espera de um lugar tanto no ataque como mais atrás no meio campo.

No meio campo há uma luta interessante. Se Raul Meireles e Fernando são donos naturais da titularidade (muito melhor ontem Meireles a fazer a basculação do jogo portista embora pudesse ser mais decisivo na hora do remate), a questão fica sobre quem irá ocupar a vaga em aberto, isto num 4-3-3. Para já parece-me que caberá a Mariano ou Belluschi, embora Guarin tenha vindo a melhorar mas nunca se sabe bem o que esperar do colombiano, capaz de num momento levar tudo à frente como, logo a seguir, errar um passe de 5 metros. Fica ainda Tomás Costa que tem tido exibições muito interessante, parece-me mais confiante, demonstrando uma qualidade assinalável nos passes a rasgar para o ataque. Vai ser no meio campo que Jesualdo terá as suas maiores dores de cabeça.

Na defesa, à partida, o quarteto será formado por Fucile (aproveitando a lesão dos outros 2 defesas direitos do plantel), Rolando, Bruno Alves e Álvaro se não houver mais nenhuma saída (como diz o meu amigo Vila Pouca, o mercado termina a 31 de Agosto e até lá muito pode acontecer). Apesar disso Maicon tem-se destacado pela "souplesse" com que desempenha o posto de defesa central e parece-me em vantagem sobre Nuno Coelho que será o 4º central do plantel pois tem ainda problemas em controlar um certo nervosismo. Isto sem tirar mérito a um jogador de quem eu espero muito. Outro aspecto importante que notei no jogo de ontem foram algumas falhas de concentração de Bruno Alves que não são nada habituais. Estará afectado pela ansiedade da perspectiva de um contrato milionário? Terá sido um dia mau como um daqueles a que todos têm direito? Mais à frente se saberá. Ah! Na defesa, o Benítez também marcou presença mas nitidamente aquele não é o seu melhor lugar. Ficava muito melhor na esquerda de uma defesa que não vestisse a camisola do FCPorto. Tem uma crise de confiança abismal e vê-se que a bola não queima. No caso dele, a bola fulmina. Precisa de jogar e no FCPorto não o fará com certeza.

Finalmente a baliza... Que qualidade tem o Beto! Ontem mostrou um aspecto fundamental no comportamento de um guarda-redes de uma grande equipa: sem ter sido chamado a intervir muitas vezes, quando o fez revelou concentração e segurou o resultado com uma grande defesa. Vai ser uma disputa interessantíssima pela titularidade esta época até porque Helton terá de se aplicar mais para evitar aquelas pequenas falhas de concentração que no passado demonstrou. Pela primeira vez desde Baía, o FCPorto tem 2 grandes guarda-redes.

Venha a Peace Cup! É já na segunda-feira, às 21h30, contra o Lyon de Lisandro e Cissokho.

terça-feira, julho 14, 2009

Semana difícil...

Caríssimos, até ao final da semana será difícil mandar "postas" aqui pelo Zé do Boné por imperativos da minha vida pessoal (não, não tem a ver com férias, pelo contrário).

É pena acontecer nesta altura, até porque este blog até estava, nos últimos tempos, a lançar notícias entre 12 a 24h antes dos jornais desportivos nacionais, tanto impressos como online (se o Record se pode gabar disto, nós também podemos).

Gratos pela compreensão e até já.

Dia de decisões

Após Jesualdo ter anunciado que estava à espera de mais jogadores (depois se verá se são "reforços"), o FCPorto foi à Argentina concluir as negociações com Falcao e tratar do caso Valeri (esta uma excelente aquisição, a meu ver, embora Falcao seja um jogador que não se deva menosprezar pois vai dar combatividade à linha da frente). As negociações complicararam-se com Falcao pois, o interesse do Saragoça veio criar indecisão no jogador. Em Espanha, diz-se mesmo que o jogador preferia a Liga Espanhola. Seja como for, o acordo com o River é total e um facto consumado.

Vamos aguardar novidades.

Foto: O Jogo

sábado, julho 11, 2009

Falcao está quase e Lyon volta à carga por Cissokho

Está animado o mercado! Ao que tudo indica, Falcao é praticamente do FCPorto, faltando ainda limar algumas arestas no entendimento entre o jogador e o FCPorto, visto que com o River o acordo é total e superior à oferta do Saragossa, o que coloca os aragoneses fora da corrida.

Aparentemente, e porque Bolatti não entra no negócio, tudo indica que a oferta será exclusivamente monetária, tendo-se falado em cerca de 5 M€ pela totalidade do passe. O colombiano deverá chegar na próxima semana para integrar os trabalhos no primeiro dos 4 anos do seu contrato.


Lyon por Cissokho

Entretanto o Lyon parece querer juntar Cissokho a Lisandro e vai apresentar uma oferta de 12 M€ pelo defesa franco-senegalês.

Depois de há uns tempos ter oferecido 25 M€ pela dupla Lisandro e Cissokho, há aqui uma franca evolução mas ainda assim insuficiente porque, Pinto da Costa já o afirmou, por menos de 15 M€ o FCPorto não negoceia. O Lyon já deveria saber que o FCPorto não brinca...


Mercado confuso: Bolatti deverá ficar no Huracán

Bolatti e Pastore, estrelas no Huracán

O Huracán anunciou a sua intenção de avançar para a compra de 50% do passe de Mário Bolatti, pagando para tal uma verba de 2 M€, verba à qual será deduzido o valor de 0,9M€ a que o Huracán tem direito, à luz do estatuto de clube formador, dos 18M€ da transferência de Lucho para o Marselha.

O Huracán irá para o efeito associar-se a um grupo investidor para efectuar esta operação, assegurando assim a continuação de Bolatti por mais 6 meses, algo que o jogador, eleito o melhor do Clausura, vê com bons olhos pois permitir-lhe-ia disputar o Torneio Apertura pelo Huracán.

Esta notícia parece vir complicar o negócio Falcao já que a estratégia de negócio do FCPorto passava por incluir Bolatti como moeda de troca, algo que era também desejado pelo River Plate. Agora a questão é: ainda virá o Falcao ou, pelo contrário, haverá um golpe de asa "à moda antiga" com Pinto da Costa a trazer uma surpresa?

Foto: Olé

sexta-feira, julho 10, 2009

Empréstimos e vendas (actualizado)

À medida que a pré-época avança, vai também ficando definida a situação de cada um dos jogadores que o FCPorto emprestou na época passada e que não entram nas contas de Jesualdo na presente época.

Assim Bruno Gama já sabe que vai deixar o Setúbal, clube onde esteve em destaque nas duas últimas épocas, sendo cedido por uma época ao Rio Ave. Em sentido inverso deverá seguir Kazmierczak a quem a hipótese Setúbal agrada depois de uma época em Inglaterra no Derby County, equipa da First Division (equivalente à nossa Liga Vitalis).

Por outro lado, Vieirinha deverá em breve ter o seu futuro definido, devendo ser vendido ao PAOK onde, na época passada e apesar de uma lesão grave, o jogador esteve em bom plano, tendo agradado ao clube grego que está interessado na sua continuação.

Este último negócio justifica-se pelo facto de o jogador não contar para Jesualdo e estar a entrar no seu último ano de contrato com o FCPorto. É uma pena este jogador não poder ter mais uma oportunidade no FCPorto, tanto pelo potencial que mostrou como ainda pelo facto de ter um grande amor ao clube.

Para Espanha, mais concretamente para o Villareal, segue o jovem Nuno Coelho, recrutado ao Sporting da Covilhã em 2005. O jogador fica emprestado ao "submarino amarelo" durante a próxima época com cláusula de opção de compra por parte dos espanhóis.

Finalmente Diogo Viana, extremo muito promissor que chegou ao FCPorto como moeda de troca no negócio de Helder Postiga e que na época passada se destacou sobretudo na Intercalar, sendo peça fundamental na conquista da prova, vai ser cedido por uma época ao Sporting da Covilhã, que vai disputar a Liga Vitalis pelo 2º ano consecutivo.


Saragoça pode complicar o negócio Falcao

Segundo o site do jogador, citando o Diario Equipo, o Saragoça, clube este ano de regresso à 1ª Divisão espanhola, é um pretendente de última hora que pode, afinal, alterar o destino do jogador até agora apontado como muito provável reforço do FCPorto. O negócio passa pela aquisição do passe por parte de um grupo investidor, emprestando depois o avançado ao clube aragonês. Por outro lado se o FCPorto acena com Bolatti, o melhor jogador do último Clausura, o Saragoça pode jogar com o trunfo Ayalla, mais velho, mas de reputação e prestígio intactos na Argentina.

As próximas horas serão decisivas até porque, segundo se sabe, o FCPorto esteve reunido com o jogador, o River Plate e os seus representantes na última madrugada em Buenos Aires. Se por um lado a perspectiva de jogar na Liga Espanhola pode ser mais atraente (como o é jogar no FCPorto em detrimento do Benfica), pode ser decisivo o facto de o FCPorto disputar a Liga dos Campeões, tida como a máxima competição continental de clubes e tendo grande prestígio na América Latina.

Há ingenuidade quando...

um clube italiano acha que pode levar Fernando por 7 M€ e alguém acha que o FCPorto vai pagar 20M€ por um avançado.

Agora de volta aos assuntos sérios.

quinta-feira, julho 09, 2009

Falcao Garcia segundo a imprensa colombiana


Falcao tem um carisma especial. As pessoas pedem-no, as pessoas acreditam nele, as pessoas fazem força cada vez que um dos seus remates vai para fora ou cada vez que tenta sem sucesso chegar a um cruzamento.

Com a camisola do River Plate é quase infalível, mas a sua relação próxima com o golo desaparece quando veste a camisola da Colombia. Ainda assim continua titular. Ainda assim os adeptos cantam para ele quando entra no campo.

Falcao tem coração. Se no final do jogo o seu saldo de golos é zero, ninguém pode censurar-lhe a entrega. Dá sempre tudo, vai sempre ao choque, procura sempre. Luta sempre por cada bola como se na linha lateral a placa com o número 9 tivesse sido levantada e aquela fosse a sua última jogada. (...)

Esse é Falcao, aquele que não tem problemas em tornar-se o autor do último passe se vê que a opção individual não é flagrante(...).


Foto: FutbolRed


Fases da Pré-època

"Valorização de activos
JORGE MAIA

Mais impressionantes do que os 24 milhões de euros arrecadados com a venda de Lisandro e mais significativos do que os 18 milhões de euros conseguidos com a transferência de Lucho são os quase 12 milhões de euros que o FC Porto já conseguiu realizar entre receitas extraordinárias e jogadores excedentários.

Juntando-se os três milhões que o Atlético de Madrid vai pagar por Paulo Assunção aos 3,5 milhões garantidos com a venda de Paulo Machado ao Toulouse e acrescentando-lhes os cinco milhões da venda de Ibson ao Spartak, o resultado final é o suficiente para o FC Porto pagar todas as contratações realizadas até ao momento. Por outras palavras, os cerca de 42 milhões de euros realizados com Lucho e Lisandro são "lucro".

Claro que o plantel do FC Porto está longe de se poder dar como encerrado. A saída de Lisandro tornou urgente a contratação de mais um avançado, e o meio-campo continua a ter espaço para mais opções, apesar da contratação de Belluschi. Ainda assim, é cada vez mais indiscutível que o FC Porto sabe valorizar os seus activos, mesmo os activos menos evidentes. "


É certo que tanto Lucho como Lisandro melhoram substâncialmente o seu ordenado, fruto de tanto Marselha como Lyon quererem à força ser Campeões de França e por isso também para o FCP foram 2 boas vendas a nível financeiro.

Apesar de achar, e é apenas a minha opinião, que este ano, se Bruno Alves tem saido primeiro por 30 milhões, e Lucho não tivesse um clube a pagar-lhe um ordenado astronómico, talvez com a saida de Bruno, tanto Lucho como Licha (com salário aumentado) tivessem ficado, mas não ficaram. E ainda há casos por decidir até ao final do mês...

3 por P.Assunção, 3,5 por P.Machado e 5 por Ibson, 3 jogadores que deixaram há muito de contar para a Sad e para o treinador, num total de 11,5, se estes numeros se confirmarem são bons retornos financeiros para o FCPorto, apesar de achar que Ibson vale mais, mas sem mostrar credências na Europa é impossivel valoriza-lo melhor.

E ainda há situações por definir, B.Alves, Cissokho, Bollati, Renteria para onde vai? (não será melhor que Falcão, que não conheço?) e ainda uma série de jogadores dispensáveis (do plantel e outros...) e que poderiam ser uma mais-valia financeira a aproveitar este ano...

Espero que as aquisições até agora sejam mais valias, sendo certo que existe sempre um periodo de adaptação, era bom que as entradas e saidas não fossem restringidas pela lógica de mercado mas sim pelo inicio da pré-época do FCPORTO, quer dizer, quandos os internacionais se apresentarem, seria bom que já estivesse defenido o plantel para Jesualdo saber com o que conta e estruturar bem o plantel para uma época dificil, como todas, onde só todos juntos poderemos vencer o PENTA.

Abraço

quarta-feira, julho 08, 2009

Indesejado e ganancioso, pois claro!


Se há algo que as crianças têm facilidade em fazer, é realmente mudar de opinião e distorcer a realidade do dia para a noite, consoante as suas conveniências.

Lembram-se quando, no recreio da Escola Primária, se faziam os desafios de bola? Metade para um lado, metade para o outro, não havia diferença excepto por aquele miúdo. Era o mais pretendido, o que tinha o pontapé canhão do qual toda a gente se desviava e que era garantia de muitos golos e da vitória, que isto da derrota nem no recreio se admite. À medida das crianças, ofereciam-se pastilhas e o supremo e concorrido lugar de ponta-de-lança, a antítese do lugar de guarda-redes onde normalmente se deixava o mais fraquito, para convencer o craque.

Inevitavelmente ele tomava a decisão, consoante aquilo que mais lhe convinha, deixando metade da criançada feliz em contraste com a outra metade triste e amargurada. No entanto, depressa se ultrapassava o trauma atirando ao miúdo de forma "mortífera": "A gente já nem te queria! És um totó!", lavando assim a honra ofendida.

À medida que crescemos, o Mundo muda. O recreio ganha relva e é só acontece duas vezes por semana, a turma cresceu tanto que não cabe no campo, a maior parte fica mesmo sentada a assistir ao desafio, e as pastilhas transformam-se em zeros de um número à frente do qual se escreve a palavra "euros". Mudam também as expressões depreciativas. A ida para a equipa concorrente continua a ser o motivo para o jogador já não interessar. O acutilante "Totó" é que agora mudou para "Ganancioso".

Foto adaptada de: Mensagem Certa

Reunião amanhã por Falcao


Em entrevista ao FutbolRed da Colombia, disponível também no site oficial do jogador, Falcao Garcia (como é conhecido por lá) explica os motivos que levaram ao "desinteresse" do Benfica e admite o FCPorto como seu mais provável destino, sendo que terá já chegado no passado Sábado uma oferta dos dragões ao River Plate pelo jogador.

Falcao Garcia rejeitou a oferta do Benfica e o seu futuro estará no FCPorto

Assim o confirmou o futebolista samario (da região de Santa Marta) em conversa com o FutbolRed. Acrescentou que a reunião chave com os enviados do clube português e com os dirigentes do River Plate será na próxima Quinta-feira em Buenos Aires.

O nome de Falcao Garcia tem sido muito falado na imprensa europeia. Nas últimas semanas e perante a sua iminente saída do River Plate, da Argentina, o avançado colombiano recebeu ofertas de clubes europeus e nas ultimas horas em Portugal falou-se do forte interesse do Benfica e também do Porto, que fizeram ofertas próximas dos 4 M€ pelos seus direitos desportivos.

Enquanto a imprensa argentina e a portuguesa tecem todo o tipo de conjecturas e de versões, o avançado goza uns dias de férias em Bogotá e esta Terça-Feira aceitou falar sobre o seu futuro ao FutbolRed.

FR - Já recusaram a oferta do Benfica de Portugal?

Falcao - A oferta do Benfica não foi satisfatória nem para o River Plate nem para mim e por isso decidimos recusá-la. De qualquer modo estamos agradecidos aos dirigentes do clube pelo interesse demonstrado.

FR - O que vai acontecer no seu futuro?

Falcao - Na próxima Quinta-Feira vou-me reunir em Buenos Aires com o meu representante (Néstor Sivori), com os enviados do Porto e com os dirigentes do River para analisar a proposta desse clube (Porto).

FR - O Porto será o seu novo clube?

Falcao - Sim, no Sábado o Porto fez chegar um fax ao dirigentes do River, que está em poder do presidente José María Aguilar e estão à espera que cheguem os enviados do clube à Argentina para dialogar e avançar seguramente nas negociações.

FR - Que ideia tem do Porto?

Falcao - O Porto é uma equipa europeia importante, que sempre luta pelos primeiros lugares, pelos títulos da Liga Portuguesa e para além disso são habituais as suas participações na "Champions". Isso é algo muito importante.

FR - Estar referenciado por vários clubes de primeiro nível europeu é o reflexo de um bom trabalho na Argentina...

Falcao - Sim, sim. Pessoalmente, é importante que exista este interesse de diferentes clubes europeus e quer dizer que as coisas estão a ser feitas da melhor forma. Agora o que resta é esperar que se concretize alguma dessas possibilidades.

FR - Solucionaram-se as questões relacionadas com a dívida do River em relação a si?

Falcao - Nesse aspecto, temos vontade de resolver as coisas. Eu compreendo a situação financeira do clube e esperemos que tudo corra bem nesse aspecto.

FR - O que faz por Bogotá?

Falcao - Estou de férias. Esperava passar mais dias por cá mas tenho de viajar na próxima Quinta-feira para Buenos Aires. Para além disso vou participar num anúncio de televisão. A verdade é que não creio que volte a Bogotá nos próximos dias, já que se deverá definir o meu futuro profissional.

Pessoas próximas de Falcao Garcia disseram que às suas mãos também chegaram propostas de clubes de Inglaterra e França, que estiveram interessados nos seus serviços.

Óscar Javier Ostos Mayorga
Periodista FUTBOLRED

terça-feira, julho 07, 2009

Partida!

Porto Seguro


O iminente acordo com o Benfica começou a desmoronar-se porque, aos dirigentes do clube, interessa muito mais negociar com o Porto. Por duas razões: "Tem maior capacidade financeira que o Benfica e é detentor de Bolatti, um jogador que nos interessa muito", argumenta o River Plate. Para além disso, o intermediário que apresentou a proposta do tetracampeão de Portugal é Marcelo Simonián, um empresário em quem a direcção do River tem plena confiança. Por isso, a operação apresenta-se como um Porto seguro...

Foi uma tarde de muita discussão sobre o tema a de ontem. A primeira questão a resolver era que o Benfica esperava uma resposta urgente à oferta de 4,5 M€ por 70% do passe (o River detém 50%). No entanto, nem o clube, nem Falcão se decidiam a fechar o negócio. O dianteiro não quer apressar-se até porque confia que vai receber ofertas de outros países. Por exemplo, de Inglaterra, um destino que muito seduz o "Tigre". De facto, o Aston Villa já apresentou uma proposta e há um grupo de empresários que o podia colocar no Portsmouth. O River no entanto, vê com bons olhos ao outro grande de Portugal porque poderia envolver Bolatti no negócio.

Por isso, ontem à noite, passadas as 21.30 (na Argentina), o Benfica comunicou que retirava a oferta por Falcao. E claro, desta forma abriu-se ainda mais caminho ao Porto. Pelo menos da parte dos dirigentes do River. Haverá agora que aguardar pela opinião do avançado que esteve a jantar e a falar até muito tarde com o seu empresário, Néstor Sívori.

De qualquer forma a operação é bastante complicada. Primeiro, o River deve assegurar ao nº9 o pagamento da dívida que tem para com o jogador para que este não exija ficar dono do seu passe (o contrato terminou a 30 de Junho). Depois, de acordo com a oferta do Porto, que rondaria os 5 M€, definir que percentagem do passe se vende e como se reparte: o River tem metade, Falcao tem 30%, Sívori 10% e os outros 10% estão nas mãos do empresário Silvano Espíndola. Finalmente falta definir a questão de Bolatti, a quem pretendem por empréstimo mas os portugueses querem-no vender.

O mar está picado mas o River começou a navegar...

Lisandro deixa o FCPorto...


24 M€ com possibilidade de chegar a 28 M€ consoante o desempenho do Lyon e do jogador nas várias competições. Falta ainda o acordo de pormenores entre o jogador e o Lyon, clube que anuncia a contratação com entusiasmo descrevendo Lisandro como "um dos mais brilhantes avançados a actuar na Europa".

Chega ao fim o percurso de 4 anos de Lisandro Lopez que, como prometeu à chegada "matar-se" pela camisola do FCPorto, deixou tudo em campo em cada jogo. Chegou com Lucho e ambos formaram uma dupla que jogava de olhos fechados dando espectáculo e golos. Há pois uma certa (in)justiça poética na saída de Licha depois da saída de Lucho.

Excelente profissional, conduta inatacável, fica o sincero agradecimento dos adeptos! Tão cedo os adeptos não esquecerão o argentino com nome de guerreiro que veio para o FCPorto e triunfou. Até sempre Lisandro e boa sorte!





Abre-se agora a discussão em torno do jogador que substituirá o argentino no ataque. Avançados há Hulk, Farías (será a sua hora?), Orlando Sá e Rodriguez (também pode jogar na frente num sistema de 2 avançados). Seriam à partida opções suficientes e o FCPorto até poderia mudar o sistema para 4-4-2 pois tem opções para isso: meio campo com Fernando, Meireles, Belluschi e Pereira e com Rodriguez e Hulk na frente. Também poderia ficar Rodriguez no meio campo em vez de Pereira e deixar Hulk com Farias na frente. Mas nada disto pode ser verdade se afinal sempre vier o Falcao (contratação útil ou... 2 em 1? Vocês sabem do que estou a falar)...


segunda-feira, julho 06, 2009

Cissokho: "A minha cabeça está no Porto"

Em entrevista ao L'Équipe, Aly Cissokho desmistifica o seu tão propalado problema dentário e traz à luz os verdadeiros motivos que levaram o Milan a abortar o negócio inicialmente acordado com o FCPorto. Dando provas de uma grande humildade e presença de espírito, Cissokho afirma estar à espera do que possa vir ainda a acontecer mas declara que fica feliz se continuar no FCPorto. Um depoimento à medida do jogador.


Cissokho, chegou a ser anunciado no Milan mas afinal vai retomar os treinos no Porto. Conte-nos o que se passou.

Houve um problema financeiro entre os dois presidentes e para encobrir o assunto, disseram que eu tinha um problema nos dentes, mas não é nada verdade. De certa forma isso atinge-me porque disseram coisas acerca que de mim que são falsas. Não é bom para a minha imagem.


Que problemas financeiros são esses? Os dirigentes milaneses perceberam que tinham pago demasiado pelos seus serviços (15M€)?

Não foi uma questão de preço. Foi mais relacionado com alguns bónus que o Porto iria provavelmente obter em função de algumas competições. O Milan queria anulá-los sob o pretexto deste problema dentário, mas o meu presidente assegurou-lhes que eu não tinha nada e que tinha jogado toda a época sem lesões. Hoje estou à espera de ver o que vai acontecer. Os dois clubes continuam a dialogar.


Em que momento foi informado (da situação do retrocesso)?

Na véspera da minha partida para férias... Fiquei surpreendido porque, quando fiz os exames médicos, não houve nenhum problema que fosse com a Liga Italiana ou com o clube. Disseram-me que podia ir descansado.


Não é demasiado duro ter de começar a época no Porto?

Não. A minha cabeça está no Porto. Vou fazer a pré-época e estou muito contente. Não esqueço que há um ano atrás estava ainda no Gueugnon. Poder jogar aqui e disputar a Liga dos Campeões é uma sorte. Tenho apenas 21 anos. Tenho todo o tempo do Mundo para progredir.


Durante as suas férias, falou-se do interesse do Inter e do Lyon. O que se passa realmente?

Não sei muito e prefiro não falar disso. Depois deste episódio prefiro ser prudente, é normal. O que é certo é que, aconteça o que acontecer, parta ou fique, serei vencedor. O "mercato" é ainda longo, depois se verá...


Entrevista por Emery TAISNE para o L'Équipe

Belluschi no FCPorto por 4 anos

Belluschi assinou hoje pelo FCPorto um contrato com uma duração de 4 anos, tendo ficado estabelecida uma cláusula de rescisão de 30 M€. O ex-Olympiakos vem assim reforçar a linha média do FCPorto, orfã de Lucho Gonzalez que entretanto chegou hoje a Evian, nos Alpes, para integrar o estágio do Marselha, isto embora Belluschi não seja propriamente um jogador para a mesma posição de Lucho. O negócio foi idêntico ao de Hulk, ou seja, o FCPorto pagou 5 M€ por 50% do passe do jogador.

Belluschi tem 25 anos e é um médio de ataque repentista, com excelente técnica, e que joga normalmente como médio ofensivo, podendo no entanto pela sua versatilidade desempenhar com igual rendimento outras posições do meio campo. Apesar disso, é mais vocacionado para uma posição de nº10 e não tanto de nº8, sendo que, para 8, adequa-se mais um jogador como Valeri que ainda deverá chegar.

Iniciou a sua carreira profissional no Newell's Old Boys na Argentina em 2002, tendo em 90 jogos pelo clube marcado 20 golos. Seguiu-se uma transferência para o River Plate em 2006 onde, até 2008, fez 48 jogos e 13 golos após o que se mudou para o Olympiakos na Grécia, clube pelo qual fez 34 jogos e apontou 8 golos.

Quanto a títulos, o jogador conquistou um Campeonato Mundial de sub-20 pela Argentina, um título de Campeão do Torneio de Abertura na Argentina, para além da dobradinha na Grécia durante a última época.

Espera-se agora com expectativa pelo que o jogador irá render no FCPorto. A fasquia é alta.


Foto: FCPorto

domingo, julho 05, 2009

Afinal... é Belluschi


Foto: Froza 1

O FCPorto estará próximo de fechar negócio com o Olympiakos para a aquisição de 50% dos direitos desportivos do jogador, parte detida pelo clube grego, por um valor a rondar os 7 M€.

O argentino, que já em 2007 havia sido apontado ao Dragão, tem 25 anos e deu nas vistas no River Plate, tendo-se transferido mais tarde para o Olympiakos onde, contudo, e apesar de ser considerado um dos melhores jogadores da equipa grega, não "explodiu".

Tem agora a oportunidade de se afirmar num grande clube europeu na (in)grata missão de substituir o melhor médio da Liga Portuguesa dos últimos 4 anos.

Fica aqui uma compilação de grandes momentos do jogador e ainda um vídeo que mostra um facto curioso: Belluschi ainda não chegou ao FCPorto e já marca golos ao Benfica.



Percebendo as eleições da "Instituição"

Luís Filipe Vieira, sócio nº 17.599 do FCPorto, venceu ontem as eleições do Benfica por uma margem esclarecedora, seguindo-se ao anúncio dos resultados, uma apoteótica recepção ao novo presidente, qual Ayatolah, promovida por individualidades que costumam normalmente ser beijadas por Paulo Portas durante as campanhas, e pontuada com uma demonstração de vigor do sócio nº17.599 do FCPorto, que distribuiu empurrões e palavrões por tudo o carregava uma máquina fotográfica. Outra revelação importante da noite foi feita por Vilarinho que, sem saber muito bem se RTP dizia respeito a uma estação de rádio ou a uma estação televisiva, anunciou ao Mundo que estava a ter um episódio de incontinência intestinal.

O clima de euforia perante a vitória, o discurso triunfante no qual foi mesmo usado o termo "cruzada", são sem dúvida elementos que causam estranheza se tivermos em conta todo o processo eleitoral, senão vejamos.

Perante os sinais crescentes da formação de uma oposição organizada e cabível, Vieira e os seus acólitos promoveram um golpe estatutário de modo a antecipar eleições e, desta forma, impedir a construção atempada de uma lista devidamente estruturada que pudesse competir contra Vieira nesta eleições (Hugo Chavez, rói-te de inveja!). Contudo, o pior foi quando surgiram notícias dando conta do convite endereçado a José Eduardo Moniz pela oposição. Aí Vieira tremeu! Curioso foi constatar que uma direcção demissionária e em vésperas de eleições continuou a contratar jogadores e mesmo um treinador. Fardo duro para uma eventual oposição vitoriosa...

Felizmente para Vieira, Moniz é uma pessoa razoável e, como tal, anunciou que não avançaria, justificando-se com o pouco tempo para estruturar um projecto ainda por cima numa altura em que já estavam assumidos compromissos que condicionavam irremediavelmente esta época. Ainda assim, para controlar os danos de uma futura candidatura de Moniz, surgiu logo no dia seguinte ao anúncio da recusa deste em avançar, uma reportagem providencial denunciando uma sórdida conspiração que, em última consequência, faria do Estádio da Luz um campo de cultivo de melão espanhol.

Ainda assim, surgiu uma lista concorrente encabeçada por um candidato que, ao longo da sua campanha, cheia de contradições e incongruências, revelou algo semelhante a 40% de Luís Filipe Vieira adicionados a 40% de Vale e Azevedo e a 20% de um artista de stand-up comedy.

Por seu turno, Vieira protelava o anúncio oficial da sua candidatura, algo que todos tinham já como certo, tendo lançado um tremendo precedente eleitoral: o tabu insipiente. Construiu entretanto um cenário de drama familiar e de sacrifício pessoal em torno da sua pessoa, segundo o qual de tudo abdicaria para salvar o Benfica desse perigosos bandidos que, de toda a parte, se erguiam para tomar de assalto a Instituição.

O seu discurso foi ambicioso: lançar finalmente as bases de um projecto vencedor, que passava por comprar grandes jogadores sem vender ninguém (à hora que ele dizia isto, Katsouranis já se passeava em Atenas). O objectivo passava por vencer um, dois, três campeonatos de seguida. Ora este objectivo já foi em parte cumprido visto que, em 2004/2005, o Benfica ganhou mesmo um campeonato de seguida... Ok, no ano passado também ganhou com um brilhantismo único a Taça da Liga e não sei mesmo se não ganhou até o Torneio Guadiana (deixei de me interessar por estas competições desde a extinção do troféu mais competitivo realizado em países sob a égide da FIFA: o Torneio Amizade).

Outro momento alto foi a interposição de uma providência cautelar baseada numa alegação de que a candidatura de Vieira seria ilegal. Obviamente que a observância pia da lei portuguesa só se aplica no Benfica quando esta tem o FCPorto como alvo de interesse pelo que esta providência cautelar foi pura e simplesmente ignorada pelo... chamemos-lhe peculiar... demissionário Presidente da Assembleia. Falamos obviamente de Manuel Vilarinho cujo consulado à frente do Benfica ficou marcado por uma das decisões mais determinantes da história do futebol português: demitir José Mourinho para que este fosse passar o tempo a Leiria antes de levar o FCPorto ao topo da Europa.

O acto eleitoral do Benfica lá se realizou, de forma sobejamente democrática como se sabe, com o candidato oposicionista a ter de ir votar escoltado pela polícia e guarda-costas privados, e com os sócios mais antigos a terem direito a 20 votos. Num aparte, atrevo-me a dizer que, com este sistema eleitoral democrático dos 20 votos, o PCP arriscava-se a formar Governo em Portugal. O resultado, esse, foi exactamente aquele que era esperado desde que Vieira persuadiu os órgãos sociais a demitirem-se. Ainda assim, foi pintado como um triunfo dos paladinos da democracia e da justiça sobre os sombrios conspiradores que queriam tomar a instituição de assalto após uma campanha de baixo nível e incorrecção em que tudo havia sido feito para derrubar Vieira.

A nação vermelha aplaudiu de pé, plena de fervor clubístico e de alegria pela salvação da Instituição. Vieira entretanto, lá vai continuando, sobrevivendo aos lenços brancos que, no final de cada época, vão sendo exibidos em cada vez maior número. A culpa vai sendo sempre atribuída ao FCPorto e à perfídia dos seus dirigentes embora, pelo sim pelo não, se vão sucessivamente mudando os treinadores que se sentam no banco encarnado.

Acho que a diferença entre Vieira e outros líderes de democracias "musculadas" é que também Vieira faz uma gestão ruinosa das finanças e do património. Contudo, consegue sempre vender-se a si próprio como o salvador de uma crise que ele próprio vai construíndo e ser reeleito apoteóticamente pelo seu "povo".


Imagem adaptada daqui

sábado, julho 04, 2009

Cissokho e o Inter de Milão


Segundo a imprensa estrangeira, haverá desenvolvimentos à volta do interesse do Inter em Cissokho, que o Zé do Boné oportunamente noticiou. Ao que parece Jorge Mendes, o empresário de José Mourinho, treinador que já confessou que gostaria de contar com o jogador, já terá tomado o negócio em mãos.

Continuo a dizer que é mau deixar sair Cissokho, depois de apenas meia época no FCPorto, pois tenho a certeza que no final da próxima poderá valer muito mais, para além do proveito desportivo que a sua presença no plantel implica.

Foto: Europe 1

Lucho despede-se dos adeptos



Por estas e por outras só se pode concluir que o Marselha deve ter hipotecado o Vélodrome para pagar o salário que propôs ao Lucho.

Até sempre "Comandante".

Adiciona o teu blog à nossa lista

A lista de ligações para blogs na coluna da direita foi reorganizada e actualizada. Se alguém constatar que o seu blog, que constava da lista, foi indevidamente removido ou se alguém quiser adicionar o seu blog, é só deixar o endereço em comentário.

Reservamo-nos contudo o direito de decidir a inclusão ou não do blog na lista, consoante o seu conteúdo. Em troca da inclusão, pedimos compreensivelmente reciprocidade.


sexta-feira, julho 03, 2009

Os nomes de quem se fala para substituir Lucho

Diego Valeri



Médio argentino de 23 anos e com 1,78m, a figura do Lanús. Marcou 13 golos em 96 presenças na primeira divisão argentina. O seu nome foi hoje adiantado como reforço potencial do FCPorto.


Javier Pastore


Jovem prodígio do Huracán, clube ao qual está cedido Bolatti (potencial moeda de troca), com 20 anos e 1,86m, Javier Pastore é titularíssimo na equipa argentina. Apesar de há já algumas semanas o seu nome ter sido apontado ao FCPorto, o Arsenal parece ter feito uma oferta irrecusável pelo jogador, que deverá ser certamente superior à oferta de 10 M€ que o Manchester United ofereceu pelo jogador a meio da época passada.


Diego Buonanotte


Jogador franzino de 21 anos, Buonanotte compensa a sua menor envergadura com qualidade técnica acima da média, fazendo dele um jogador-chave do River Plate. O interesse do River em Bolatti poderia facilitar a contratação do jovem, cujo nome já foi falado como sendo alvo do interesse do Benfica.

E agora este acrescento eu:

Ibson


Tem contrato com o FCPorto, destacou-se sucessivamente no campeonato brasileiro sendo considerado o melhor médio direito do Brasileirão. Porque não?

Últimas sobre Lisandro

Ao contrário do que foi anunciado na imprensa portuguesa, o presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, cancelou a sua viagem para o Porto, viagem que tinha como objectivo uma reunião com Pinto da Costa e uma mala de 20M€ para negociar Lisandro.

Embora não signifique uma desistência do Lyon em contratar Licha, pode ser simplesmente um "artifício" negocial de pressão, o que é certo é que o Lyon está a apontar a alvos alternativos, sendo Gignac, avançado que deu nas vistas no Toulouse, sagrando-se melhor marcador da Ligue 1, e que teve o seu nome ligado ao FCPorto no início deste defeso, o alvo prioritário para já. Há no entanto outros nomes que têm vindo a ser apontados como sendo alvo do interesse do Lyon. Para além de Gignac, fala-se de Nistelrooy, Rémy (Nice) e Trezeguet (Juventus).

O Lyon vendeu recentemente Benzema por 30 milhões ao Real Madrid, o que aliado à partida de Juninho e Fred, deixa o clube na necessidade imperiosa de se reforçar até porque tem vindo a perder a preponderância habitual em França, tendo mesmo ficado em 3º lugar na última edição da Ligue 1, atrás do campeão Bordéus e do Marselha.

Esta injecção de dinheiro da venda de Benzema poderá por outro lado dar maior argumentação negocial ao Lyon na contratação de Lisandro que, ao que parece, também está interessado em levar Cissokho.

FCPorto na pista de Falcão?


Esta já me parece uma notícia bem ao estilo das do ano passado, lançadas em jeito de contra-ataque ao desvio de Cristian Rodriguez, segundo as quais o FCPorto teria tentado desviar um jogador júnior, Carlos Martins e... Balboa, jogadores que, como se sabe, mostraram qualidades no Benfica. Obviamente que a história de Álvaro Pereira deve ter doido a alguém.

Relativamente a Falcão, só me ocorre dizer duas coisas: primeiro, se o FCPorto quisesse o jogador, ele em 4 ou 5 minutos estaria no Dragão. Em segundo lugar, para que é que o FCPorto precisa do Falcão? Para constituir uma alternativa a Renteria?

Já agora, e como hoje é dia de eleições livres e democráticas na Instituição, propomos um passatempo aos leitores.

PASSATEMPO:

Pergunta - Diga qual dos seguintes Grande Líderes pratica a forma mais exótica de Democracia?



Fotografias: