terça-feira, abril 28, 2009

Lampionada no seu melhor



No tal evento que foi anunciado como um momento de convívio dos adeptos do actual 3º classificado do Campeonato, alguns fervorosos adeptos decidiram conviver da melhor forma, evocando a harmonia que predomina no seio da estrutura directiva, após mais uma época que se saldou pela conquista da Taça da Liga... da forma como nós sabemos.

Um adepto ousou ser irónico na sua crítica ao Ayatolah encarnado e o resultado foi uma veemente argumentação de contraditório.

Para ver!

Hóquei: FCPorto 1 x 0 Benfica

Um golo de Reinaldo Ventura, na sequência de uma grande jogada individual, foi quanto bastou para o heptacampeão bater o Benfica e se colocar em vantagem nas meias finais do playoff do campeonato nacional de Hóquei em Patins.

Num Pavilhão de Fânzeres repleto, o primeiro momento de emoção aconteceu ainda antes do jogo com a homenagem em sentido e absoluto silêncio ao falecido Virgílio Mendes, o Leão de Génova, antiga glória do FCPorto.

Quanto ao jogo, o Benfica entrou com respeito pelo FCPorto, tendo apenas criado duas ou três ocasiões de real perigo ao longo do jogo. O FCPorto, pelo domínio que exerceu, merecia ter feito mais golos mas o mais importante foi conseguido: a vantagem na eliminatória.

Para já segue-se a final eight da Liga Europeia de 30 de Abril a 3 de Maio em Bassano, Itália, onde o FCPorto irá começar por defrontar a equipa da casa no dia 1 de Maio para tentar reconquistar um troféu que lhe foge desde 1990.


domingo, abril 26, 2009

FC Porto a três vitórias do tetra

(editado)

FC Porto vence hoje o Vitória de Setúbal por duas bolas a zero ficando a três vitórias de ser campeão da Liga Sagres e conseguir assim mais um Tetra para juntar ao seu palmarés, o primeiro TRI de Jesualdo Ferreira, o primeiro de um treinador português a ser campeão 3 vezes consecutivas ao serviço da mesma equipa.

Antes de falar sobe o sobre o jogo em si uma primeira palavra para a excelente casa presente nas bancadas do Dragão. Depois de duas derrotas consecutivas, uma no Dragão onde nunca tínhamos perdido com uma equipa inglesa e outra na Amadora que assegurou mesmo assim a presença na Taça de Portugal, a prova que o público do Dragão nunca abandonará o seu clube pois tem a certeza que sempre saberá dar a volta por cima!

No entanto o comportamento do público nem sempre é o mesmo, tal como qualquer um de nós quando está a ver o jogo em casa (quantas vezes empatamos ou perdemos esta época no Dragão?) está toda a gente com o coração nas mãos quando se joga em casa e a equipa não consegue jogar bem contra os adversários demasiado recuados, o que tem acontecido é a incapacidade da equipa reagir a esta situação. Penso que é ainda um problema a resolver!

Jesualdo Ferreira de certa forma surpreendeu dando a titularidade a Tomás Costa no lado direito da defesa, ocupando o lugar que Sapunaru vinha assumindo. Mas já mais esperadas foram as escolhas de Mariano e de Farias no onze, nos lugares habitualmente ocupados por Lucho e Hulk.

Depois de uma primeira parte sem golos e sem grandes lances de muito perigo, só no segundo tempo o FC Porto consegue então "quebrar" o gelo da barreira defensiva do Vitória. Com os dois golos marcados por Lisandro López ( já agora com acento), o FC Porto assegura assim a vantagem de 4 pontos sobre o segundo classificado. Com o passar dos minutos a equipa portista baixou o ritmo de jogo, o que permitiu naturalmente ao Setúbal estender-se um pouco mais no relvado do Dragão, permitindo assim ao FC Porto que devido à forte pressão que tinha vindo a fazer, o que acabou também por desgastar a equipa sadina, selar uma merecida vitória quando o público presente demonstrava já uma certa insatisfação.

Continuemos, rumo ao Tetra!

quinta-feira, abril 23, 2009

Andebol: FCPorto segue em frente nos Play Off

Depois de no Sábado ter vencido o Sporting da Horta por 34-26 na primeira mão dos quartos de final do Play Off do Campeonato da Liga, o FCPorto voltou hoje a vencer, desta vez no reduto dos açorianos, por 26-25.

O FCPorto irá agora encontrar o Madeira SAD nas meias finais. Na outra meia final o Sporting irá jogar com Benfica ou São Bernardo.

Recorde-se que o FCPorto ficou em 1º lugar na fase regular do Campeonato da Liga.

quarta-feira, abril 22, 2009

Estrela da Amadora 2 x 1 FCPorto

Mau desempenho de alguns jogadores de 2ª linha num jogo com duas partes: antes de Fernando e depois de Fernando e no qual, o "critério largo" de Xistra deu nas vistas. Entretanto, finalmente e depois de muitos jogos de insistência, conseguiram arrumar o Hulk.

De positivo, o golo (mais um) de Farias, o regresso de Fucile e a garantia da presença no Jamor. Até lá o FCPorto vai à luta pelos pontos que lhe faltam no campeonato, procurando as 4 vitórias de que precisa para o tão almejado tetra.

Taça de Portugal / Millennium BCP - FCPorto x Estrela da Amadora

Depois da ameaça de não realização do jogo Estrela da Amadora x FCPorto desta noite, pelo facto do clube da Reboleira ter deixado caducar o Seguro Desportivo, formalidade obrigatória para os clubes poderem disputar as competições onde se inserem, o Estrela regularizou a situação e vai mesmo haver jogo. Boa notícia portanto para quem gosta de futebol e de ver jogar o FCPorto.

Da lista de convocados por Jesualdo Ferreira destaca-se o regresso de Fucile, após longa paragem, entrando também Ventura, Rabiola e Benítez.

Dada a relativamente confortável vantagem de 2 golos alcançada na primeira mão,  que podia ser mais folgada se a equipa de arbitragem não tivesse anulado um golo perfeitamente legal de Lisandro e não tivesse feito vista grossa a uma grande penalidade flagrante (lá está, vão falar mais da de Domingo do que da deste jogo).

Jesualdo deverá pois aproveitar para sentar alguns habituais titulares no banco, dando hipótese a jogadores menos utilizados, casos de Stepanov, Tarik, Madrid e Guarín, sendo a maior incógnita a utilização ou não de Fucile em vez de Sapunaru.

Lista de convocados:

Gr: Nuno, Ventura
D: Benítez, Cissokho, Fucile, Pedro Emanuel, Rolando, Sapunaru, Stepanov
M: Andrés Madrid, Fernando, Guarín, Rabiola, Mariano, Tomás Costa
A: Farías, Hulk, Lisandro, Tarik Sektioui
 

segunda-feira, abril 20, 2009

Semana começa com boa notícia

Fucile foi hoje reintegrado sem limitações nos trabalhos da equipa depois de uma arreliante lesão que o afastou dos relvados desde 15 de Fevereiro, tendo sido substituído no intervalo do jogo contra o Rio Ave no Dragão, que terminou com a vitória azul e branca por 3-1.

Trata-se do regresso de um jogador fundamental que significa a possibilidade de dar descanso a Cissokho e Sapunaru que têm vindo a acumular bastante desgaste pelo ritmo de jogos a que têm sido sujeitos.


domingo, abril 19, 2009

Académica-0 / FCPORTO-3


Um FCP que vinha da eliminação da Champions pelo Manchester, que tinha perdido Lucho para o resto da temporada, e com isso, o Mariano foi chamado ao onze pelo Jesualdo. Não sendo aquela a sua melhor posição, julgo que rendeu mais quando foi para extremo, mas como era ao FCP que competia atacar desde inicio, talvez não tenha sido mal pensado pelo Jesualdo.

Um FCPORTO que teve dificuldades perante uma Académica que defendia com 11 sempre atrás da linha da bola, com isso, durante a 1ªparte, o FCP sofreu, pois não conseguia meter bolas entre as linhas defensivas da Académica e como Hulk estava sem espaço para explodir, apenas Rodriguez e Lisandro (mais batalhadores) apareciam na frente, pois até Mariano pareceu algo desastrado, com algumas más recepções.

Com isto e com Meireles também um pouco perdido no meio de tanto adversário, o FCPORTO optava quase sempre por fazer passar a bola dos centrais directamente para os extremos, o que não conduzia a grandes jogadas de perigo. E tirando o inicio do jogo onde o jogo foi mais rápido e onde havia espaços, o resto da 1ªparte parecia atacar contra um muro defensivo.

Com a 2ªparte veio um FCP mais dinamico e, com isso, conseguiu ganhar mais faltas perto da baliza contrária, e foi numa dessas faltas que o FCP através de Rolando após livre batido por Meireles que se adiantou no marcador.

De pronto a Académica tentou responder e foi na sequência de uma bola recuperada num ataque da Académica que Fernando lança Lisandro em jogada de contra-ataque. Este entra na área e é derrubado, e o mesmo Lisandro se encarrega de fazer o 2-0 de penalty e quase resolver o jogo.

Depois, o FCP geriu melhor a tentativa de reacção do adversário, e sem fazer um grande jogo, o FCP soube levar a vantagem e amplia-la já perto do final por Mariano.

Uma exibição QB perante um adversário dificil, e que até se encontrar a perder quase só defendeu.

Uma vitória justa e que deixa o FCP mais perto do Titulo, faltam 4 vitórias, agora é preparar bem a 2ªmão da Taça já na Quarta-feira.

FORÇA PORTO!!!!!

sexta-feira, abril 17, 2009

FCPorto termina época sem El Comandante


Pior que a eliminação, que acaba por ser natural face ao poderio e aos pergaminhos do adversário, foi sem dúvida a lesão de "El Comandante" Lucho Gonzalez. Uma baixa de vulto dado o peso específico do argentino na equipa do FCPorto, tanto em termos técnico-tácticos como de liderança.

Com prazo de recuperação de 4 a 5 semanas, o mais lógico será recuperar Lucho para a próxima época (se não sair no defeso mas os candidatos a tal são tantos, sobretudo depois das exibições na Champions...) e não arriscar a sua utilização em 2008/2009.

Assim, é altura de encontrar uma solução para colmatar a ausência de Lucho na equipa titular sendo que o mais lógico será a entrada de Mariano, Tomás Costa ou ainda de Guarín para essa posição.

Mariano perfila-se como solução mais lógica. Está em crescendo de forma e tem mais capacidade para levar a bola para zonas de ataque e de dar dinamismo à manobra da equipa, embora tenha a tendência de alternar boas jogadas com outras perfeitamente inofensivas ou contra-producentes.

Tomás Costa é um jogador mais posicional que ajuda a construir um meio campo mais pressionante mas prende mais o jogo da equipa pois é menos eficaz no envolvimento no jogo atacante.

Quanto a Guarín dá alguma força ao meio campo e nota-se que tem excelente técnica mas erra ainda muitos passes. Também vem agora de uma lesão, facto que lhe causará algum "peso nas pernas" e deverá ser preterido em favor de Mariano ou Tomás Costa.

A minha escolha no momento recai em Mariano, com Guarín à espreita de um lugar. Tomás Costa é um jogador mais útil quando o FCPorto precisar de dar consistência defensiva ao meio campo.


Convocados para o jogo de Coimbra

O regresso de Lisandro e de Pedro Emanuel às convocatórias para a Liga Sagres é sem dúvida a grande novidade. Lisandro já cumpriu o castigo de 2 jogos que lhe foi aplicado pela Liga enquanto que o capitão recuperou de uma lesão e já está apto a jogar.

O jogo vai ser contra um adversário que apesar da posição que ocupa na tabela, mostra sempre ser uma equipa bem arrumada e que causa muitos problemas aos adversários. Aliás, o próprio histórico recente do FCPorto em jogos contra a Briosa mostram bem isso pelas vitórias conseguidas sempre à tangente: 1-0; 2-1; 1-0.

Será preciso muita concentração e um FCPorto trabalhador para levar de vencida da Académica. O jogo é às 18h00 de hoje e terá transmissão em directo na Sport TV1.

Gr: Helton, Nuno
D: Bruno Alves, Cissokho, Pedro Emanuel, Sapunaru, Stepanov, Rolando
M: Andrés Madrid, Fernando, Guarín, Mariano, Raul Meireles e Tomás Costa.
A: Rodríguez, Tarik Sektioui, Farías, Hulk, Lisandro

quarta-feira, abril 15, 2009

FCPORTO-0 / Manchester United-1

E o sonho ali tão perto...
E começo por dizer que estou orgulhoso da caminhada desta equipa na Champions League, cairam de pé.
Mas faltou qualquer coisa que esta equipa costuma trazer para estes jogos, faltou aquela chama que normalmente agiganta a equipa nestes jogos.
É claro que o Man.Utd. é uma grande equipa, e hoje teve Ronaldo, que apareceu e marcou um golo fenomenal, e como da parte do FCPORTO não existiu nenhum jogador ofensivo que tivesse conseguido provocar mossa na defesa contrária, e terá sido nesse aspecto que o FCP falhou.
Não sei se a falta de Jesualdo no banco tenha feito a diferença, mas o sofrer um golo cedo, numa altura em que o FCP entrou (e mal, na espectativa) frente a um adversário que jogou todos os seus trunfos ofensivos logo desde o inicio, o FCP nos primeiros 20m sofreu muito, apesar do Man.Utd. não ter criado real perigo sem ser o golo (um balde de água fria), mas teve o controlo do jogo nesse inicio, e terá sido ai que o FCP perdeu ente confronto.
Depois e quando o FCP estava a reagir e a começar a carburar, a criar lances ofensivos, a trocar a bola na frente, a tentar criar lances de perigo, surge a lesão de Lucho (espero que não seja grave), e com isso a entrada de Mariano e a reformulação do modo de jogar no FCP, claro que com esta alteração, o FCP perdeu minutos de jogo onde poderia crescer no jogo, e isso não aconteceu, terminando novamente melhor o Man.Utd. com 2 lances a finalizar a 1ªparte onde poderia ter resolvido o jogo.
Na 2ªparte, o FCP entrou mais forte, mais decidido em virar o jogo e em marcar um golo que lhe desse novamente a vantagem na eliminatória, colocando a equipa a jogar mais em 442, com Fernando no apoio defensivo, e Meireles a acompanhar mais Rodriguez e Mariano, estes dois pelas alas, com Lisandro a vir buscar mais bola atrás, mas depois faltou aparecer Hulk, pois não conseguia ganhar bolas no 1x1 nem aparecer em desmarcações na frente.
Foi um periodo onde o FCP tentou jogar mais a bola em posse e leva-la controlada para os avançados, mas como o FCP não conseguia criar real perigo, o FCP trocou Rodriguez por Farias, colocando mais gente na frente, pois Farias é um avançado mais fixo, Hulk descaiu mais para a esquerda, mas aqui acho que o jogador a sair seria Hulk e não Rodriguez, é que Hulk voltou a não aparecer neste jogo, e quando assim é, é menos uma arma ofensiva.
Com a entrada de Farias, o FCP passou a tentar mais os cruzamentos, com Mariano bem encostado ao lado direito e Cissokho pela esquerda a tentarem criar lances para Farias e Lisandro, (mas este muito longe da área não conseguia finalizar), mas foram sempre lances que pareciam condicionados, pois parecia sempre que os ressaltos iam ter aos jogadores do Man.Utd. que depois apenas se preocupavam em circular abola, fazendo passar o tempo, foi essa a estratégia do Man.Utd. para toda a 2ªparte.
Já perto do final, saiu Sapunaru, e entrou Tomás Costa para o seu lugar, tentando com isso pressionar mais é frente, é certo que a equipa pressionou mais, mas apenas por uma vez, onde Mariano cruzou rasteiro para Lisandro finalizar á figura é que se criou algum frisson na defesa adversária, pouco perigo para fazer a diferença a este nível, e por isso digo que terá faltado qualquer coisa aos jogadores neste jogo, e para mim o que faltou espelha a exibição de Rodriguez, faltou NERVO, faltou crença para acreditarem, mesmo depois de sofrerem um golo a frio que era possivel.
Claro que o FCP nunca virou a cara á luta, nunca desistiu, mas para esta exigência é preciso mais, e terá sido por isso que o FCP perdeu.
Sendo certo que sem jesualdo no banco, com um golo sofrido a frio e uma má entrada e a lesão de Lucho condiciona sempre alguns jogadores, e isso viu-se em campo.
Os jogadores:
Helton, não tenho a certeza, mas parece-me que não espera o remate do Ronaldo no lance do golo, mas eu sempre disse que um grande GR não pode sofrer golos de fora da aréa, ainda para mais a 35 m., 3 ou 4 intervenções de bom nível no resto do jogo.
Sapunaru, mais um jogo cheio de personalidade, não foi um jogo fácil, pois Giggs e Rooney são dificeis de marcar, mas ele soube defender bem e apoiar no ataque quando subia, saiu esgotado.
Rolando, não comprometeu, esteve bem em vários cortes na defesa e ainda cabeceou 1 vez com perigo ao lado perto do final.
Bruno Alves, um bom jogo, principalmente quando o FCP arriscava mais e tinha de fechar também sobre a esquerda, terá faltado um remate entre os postes, pois por 3 vezes tentou a sorte.
Cissokho, bem a defender, com uma ou outra falha, mas muito bem no apoio ofensivo, a chegar sempre com perigo é frente e a dar linhas de passes aos colegas e ainda 2, 3 bons cruzamentos.
Fernando, apenas terá falhado no lance do golo, quando não terá acreditado que Ronaldo era capaz de disparar um tiro certeiro dali, mas quanto ao resto, eficaz e sóbrio nas marcações e fez 3, 4 cortes de grande nível.
Raul Meireles, mais sobre a esquerda no principio, na 2ªparte mais no meio na ausência de Lucho, tentou por ordem e em alguns momentos tentou passes largos, mas sem grande sucesso, mesmo assim, foi dos melhores em campo.
Lucho, ainda não estava em grande, mas estava a subir de forma e lesiona-se num lance de azar, e a equipa ressentiu-se disso.
Rodriguez, não foi a gazua que tinha sido em Manchester, talvez o jogador que tenha feito uma exibição mais distante do que fez no 1ºjogo, ajudou a fechar no inicio, mas depois não conseguia sair forte e rápido para a frente (saiu aos 60m.).
Lisandro, lutou, correu, trabalhou na frente, no meio campo, faltou apenas o golo para coroar a melhor exibição da equipa, não foi por ele que o FCP saiu.
Hulk, o jogador que acusou claramente estes dois jogos, sem conseguir ser o jogador que já foi noutros jogos, que consegue desiquilibrar no 1x1, que ganha em velocidade e enfrenta os defesas, e neste jogo também não esteve bem.
Mariano, entrou cedo, aos 30m, (por Lucho), e até conseguiu em alguns lances criar desiquilibrios e tirar alguns cruzamentos pela direita, pena é que ás vezes perca bolas infantis, mas até esteve bem.
Farias, entrou ainda cedo, aos 60m., tentou ganhar bolas aos centrais contrários, mas não teve hipoteses de rematar por uma unica vez á baliza, ainda assim lutou e trabalhou.
Tomás Costa, entrou para lateral direito e cumpriu bem os últimos 10m..
Resumindo: Foi um jogo em dia não para o FCP, com tantos azares e sem se conseguir superar nos momentos chaves do encontro, não foi possivel, mas esta equipa cresceu muito depois daquele desastroso mau inicio, mérito para Jesualdo que acreditou nos seus metodos de trabalho.
Agora é levantar a moral, recuperar os lesionados, perceber os erros cometidos e ir ganhar já no Domingo a Coimbra para vencer-mos o Campeonato, pois no cômputo geral, o FCP é claramente a melhor equipa portuguesa, tal como Anderson (bom jogo do ex-portista) referiu no final do jogo, portanto, força PORTO, fiquei triste, mas orgulhoso de ser PORTISTA.

Orgulho!

Pela forma como, apesar de ter perdido Lucho Gonzalez, jogou e se bateu de igual para igual com o Campeão da Europa e do Mundo, obrigando uma equipa com um orçamento 5x superior a fazer anti-jogo.

Pelas exibições personalizadas e demonstração de carácter na Turquia, em Kiev, em Madrid e em Manchester.

OBRIGADO FCPORTO!

O sonho mora no DRAGÃO :)

O FCPORTO tem esta noite um encontro com a história, pode-se dizer que os nomes que perduram são os que vencem as batalhas mais dificeis, e este é decididamente o caso.
O FCPORTO conseguiu nos primeiros 90m., fora de casa um feito notável, o de se colocar ao nível das grandes equipas da Europa, e o de se falar do FCPORTO com respeito, o que até agora quase não sucedia.
Portanto resta-nos 90m., para atingirmos outro grande feito, o de eliminarmos o Campeão em titulo da Competição, e isso colocaria o FCPORTO de Jesualdo a um nível nunca antes alcançado e traria a estes bravos jogadores a recompensa porquê eles almejam, seria o coroar de um percurso tremendo, pois, foram sempre a conquistar lugares, desde o inicio desta epoca, desde o possivel (não provável) afastamento do FCP por parte do Platini, ao mau arranque nesta competição por parte da equipa, mas o FCPORTO a tudo isso soube responder com a força da confiança e a determinação que apenas os melhores e mais competentes conseguem ter, e nestas alturas, o castigo a Jesualdo quase que parece um aviso para ficar-mos por aqui, mas desenganem-se aqueles que julgam que é com estas estratégias que se derruba o FCPORTO, pois este resiste a tudo e tem por norma responder da melhor forma, unindo a equipa em torno de um objectivo, fazendo assim vir ao de cima o que esta equipa tem de melhor, a sua humildade enquanto equipa, fazendo das fraquezas forças e dos sonhos realidade.
Eu acredito, não sem sofrimento, mas acredito que passaremos por este adversário, pois em campo parece-me que esta equipa, tal como esta montada pelo prof. Jesualdo está talhada para este genero de jogos, e em casa, com os adeptos a apoiar será concerteza uma boa altura de mostrar a força desta equipa para toda a Europa.
Será um jogo com golos, portanto o 0-0 que nos bastaria (como contra o Atl. Madrid), talvez não seja possivel, mas o 1-1 ou até uma vitória do FCPORTO é possivel.
Também acredito que a equipa sem o Prof. Jesualdo no banco, mas com os principios de jogo já bem adquiridos por parte dos jogadores saberá dar a resposta em campo e todos juntos trarão uma alegria imensa aos milhares de adeptos no Estádio e por esse Portugal, pois onde exista um portista existirá concerteza uma fé inabalável na conquista de um sonho, para que este se transforme em realidade.
A minha equipa á neste momento aquela que obviamente jogou em Manchester, e acreditando que o FCPORTO já deu a sua benesse por eliminatória, jogando nos limites e super concentrados frente a adversários de enorme valia individual, mas que enquanto equipa, o FCP é melhor, e se fizer valer esse trunfo, a passagem será nossa.
FORÇA PORTO, é nestas horas que os vossos nomes ficarão na história.
Lembrem-se de quem eram há um ano atrás, Sapunaru, Rolando, Cissokho, Fernando, Hulk, Rodriguez, 6 desconhecidos, e os outros 5, Helton, Bruno Alves, Lucho, Raul Meireles e Lisandro e mais outros tantos no banco que foram trabalhados e dotados de competências técnico-tácticas por parte do Prof. Jesualdo, que sendo fiel ao seu estilo de jogo conseguiu criar uma equipa capaz o suficiente de ombrear com os melhores da Europa.
E basta serem capazes de se superar em pequenas lutas individuais, fazendo de pequenas vitórias, uma grande conquista, conzerteza o sonho será real ao final do dia e todos os Portistas ficarão cheios de orgulho da sua equipa.
Façam os possiveis e impossiveis para elevar o nome do FCPORTO o mais alto possivel.
FORÇA PORTO!!!!! Eu acredito...

domingo, abril 12, 2009

E a 6 jornadas do fim... (actualizado)


...os galácticos da Luz estão fora da discussão do título.

Com o enorme investimento feito esta época, conseguiram não fazer pior que no ano passado. Mais do mesmo, portanto.

Agora passemos ao futebol.

Palavra dos leitores:
estes levam o jejum da Páscoa mais a sério! - by GaCoMoSi

sábado, abril 11, 2009

De olho no adversário


O Manchester United foi esta tarde ao Stadium of Light bater o Sunderland por 2-1, com Marcheda mais uma vez a sair do banco para dar a vitória na parte final do encontro.

Alex Ferguson promoveu algumas alterações em relação ao esquema habitual do Man Utd. Na baliza deu titularidade a Foster enquanto Rooney foi desviado do eixo do ataque para a esquerda . Ronaldo e Evra ficaram no banco, tendo dado lugar a Berbatov e Tevez no onze inicial. Fletcher, lesionado, ficou de fora do jogo.

Os golos foram marcados por Scholes, aos 15' a responder de cabeça a um cruzamento de Rooney, e por Marcheda aos 75'', a desviar um remate de Carrick apenas um minuto depois de entrar, isto quando o Sunderland já tinha alcançado o empate.

Onze inicial:
Gr: Foster
D: Neville, Evans, Vidic, O'Shea
M: Park, Carrick, Scholes, Rooney
A: Berbatov, Tevez

Banco:
Kuszczak, Evra, Anderson, Giggs, Nani, Ronaldo e Macheda

Perspectiva-se pois um Man Utd na máxima força na próxima quarta-feira o que é mais um claro sinal de que a eliminatória está longe de estar resolvida.

Agora o Estrela da Amadora...

O FCPorto recebe esta noite o Estrela da Amadora e uma vitória é indispensável para, no mínimo, manter os adversários mais directos à distância, sabendo que estes, à hora do jogo no Dragão, já terão jogado.

Jesualdo deverá apresentar algumas alterações, não sendo de espantar se Rodriguez e Fernando forem substituídos por Mariano e Andrés Madrid. Na frente, já se sabe, Lisandro irá ser substituído por Farías que, ultimamente, tem sabido merecer as oportunidades que lhe são dadas. A dúvida principal prende-se com Lucho Gonzalez que, apesar de ter jogado menos minutos em Manchester, poderá ser poupado por troca com Guarin.

O jogo é às 21h00 e terá transmissão em directo na Sport TV1

Convocados:

Gr: Helton e Nuno
D: Sapunaru, Bruno Alves, Rolando, Stepanov, Cissokho
M: Fernando, Madrid, Meireles, Lucho, Mariano, Guarín
A: Farías, Hulk, Tarik, Rabiola, Rodriguez


PS - Ao mesmo tempo, segundo consta, serão entregues 2 troféus que, pelo que pude perceber, são entregues a quem termina os campeonatos em primeiro lugar, mas que, por questões que fogem ao nosso entendimento (dizem as más línguas que se trata de má fé e/ou amadorismo de quem centrou todas as suas atenções na Hermínios Carlsberg Cup), ainda não foram entregues.

Haverá tapete vermelho para Hermínio Loureiro e o seu séquito esta noite?

sexta-feira, abril 10, 2009

Pedido de divulgação

Recebemos por e-mail o seguinte pedido de divulgação que, pela utilidade social da iniciativa, passamos a divulgar:

Boa tarde,

Iniciei um projecto de uma escola de futebol em São Domingos de Rana (Concelho de Cascais), envio este e-mail caso esteja interessado(a).

Tenho também uma página disponível para consulta, com algumas informações da escola: http://escolafutebolarturtaira.blogspot.com/

Obrigado.

Cumprimentos,
Artur Taira
artur.taira@gmail.com
http://escolafutebolarturtaira.blogspot.com

Jesualdo deve continuar no FCPorto?

A recente proeza do FCPorto em Manchester e o brilhante desempenho táctico que a equipa azul e branco teve em campo, valeram a Jesualdo Ferreira uma forte subida na consideração dos adeptos.

O treinador tem sido muitas vezes contestado ao longo da época devido a situações pontuais mas, apesar disso, o FCPorto apresenta-se nesta altura a lutar em 3 das 5 frentes que se lhe apresentavam no início da época, tendo perdido a Supertaça e sido eliminado da Taça da Liga em ambas ocasições pelo Sporting. Nesta altura o FCPorto está em excelente posição para conquistar a Liga Sagres e tem já um pé no Jamor, estando ainda em condições de seguir em frente na Liga dos Campeões.

Sabendo que o Professor ainda não renovou o seu contrato com o FCPorto, aproveitamos agora para pedir a opinião dos adeptos:

Deve ou não Jesualdo Ferreira renovar o contrato para continuar no FCPorto? Dependerá o treinador daquilo que fizer até ao final da época?

Respondam na sondagem ao lado.

quinta-feira, abril 09, 2009

Já estão com medo que o FC Porto ganhe a Champions?

Tenham calma que ainda falta muito!

Tenho lido blogues sobre futebol que de forma justa e obvia não deixaram passar ao lado o assunto Manchester United 2 - 2 FC Porto. No entanto encontro comentários de uma grande maioria de adeptos de futebol (dizem eles) que já encontraram desculpas para tentar anular todo e qualquer mérito que o FC Porto possa vir a ter nesta edição da prova mais importante do futebol europeu a nível de clubes.

Adeptos de Michel Platini no que respeita a não concordar que o FC Porto tenha sido autorizado a participar na prova, já começam a afirmar irredutivelmente que caso o FC Porto chegue mais longe, esta será sempre uma edição manchada por esse facto. Em 2004 a principal desculpa foi que todas as grandes equipas da Europa do futebol não estavam lá e que não é prestígio nenhum ganhar uma final contra o Mónaco (alguns acham que é muito mais prestigiante perder duas finais europeias), este ano todas as ditas grandes equipas da Europa estão lá portanto o problema inevitavelmente tinha de ser este, a corrupção que nunca ninguém conseguiu provar

Mudando parcialmente de assunto, apesar de algumas estatísticas que se encontram nas sondagens que vi, darem mais favoritismo ao FC Porto no que respeita à passagem da eliminatória (ver abaixo um exemplo), tenho contactado com algumas pessoas que, mesmo após a excelente exibição em Old Trafford, ainda não acreditam que os dragões vão conseguir deixar o United para trás, chegando mesmo a dizer que os red devils vão vir ao Porto "espetar" 3 ou 4 golos ao campeão nacional. Vejo isto como uma forma mesquinha de pensar pois nunca se deve dar o jogo como perdido logo à partida. Esse é muitas vezes o problema das equipas portuguesas (e não só), pois cometem quase sempre um erro grave que é entrarem em campo para disputar um jogo com um colosso mundial, pensando logo que o jogo está perdido, mesmo que na conferência de imprensa digam o contrário, não é essa a verdadeira forma de pensar nem o verdadeiro sentimento e ambição da equipa. Penso que o FCP é neste momento a única equipa nacional capaz de entrar em campo frente a qualquer adversário mundial sem dar o jogo como perdido. No entanto, tento sempre se ser realista e admitir a possibilidade de o jogo correr mal e aí sim, pode acontecer um resultado inesperado, mas raramente me passa pela cabeça que possa ser por uma margem muito grande como muita gente diz por aí.

O FC Porto vai resolver em casa a eliminatória com o Manchester United?
Sim 60,2%
Não 39,8%


Sondagem Record - 08-04-2009

Uma palavra também acerca dos que não percebem muito (ou nada) de futebol, ou então sou eu que não percebo e admitirei que estou enganado quando me provarem isso mesmo. Grande parte das vezes se diz que uma certa grande equipa não jogou nada e por isso é que determinado clubezeco lhes ganhou... Bom, uma coisa é certa, uma equipa nunca joga um jogo sozinha, na minha terra joga sempre contra outra equipa, normalmente com o mesmo número de jogadores de cada lado do campo. Se num determinado jogo, ou momento do jogo, alguma dessas equipas não joga muito, não conseguindo assim implementar o seu futebol apesar de ser considerada favorita perante o seu adversário, isso normalmente significa que os jogadores que estão pela frente estão apenas a cumprir eficazmente o seu papel, defender, não deixar o adversário jogar, não dar muitos espaços para não deixar que haja muitas linhas de passe, etc., por essas e por outras chego até a ficar de certa forma irritado (por dentro) e risonho (por fora) lol ao ouvir ou ler certo tipo de comentários (anedotas) como por exemplo, «a equipa estava desfalcada e por isso não jogou nada»! Não se esqueçam que há equipas que mesmo desfalcadas, possuem jogadores sentados no banco, com mais qualidade do que os que jogam do outro lado a titulares pela equipa adversária...

Se não escrever antes, uma boa Páscoa a todos!

PS - Caetano, sei que adoras este tipo de expressões... lol

Liga Zé do Boné / Betadin - Jornada 9

A 9ª Jornada da Liga Zé do Boné / Betadin trouxe consigo uma verdadeira revolução classificativa. À entrada desta jornada, a classificação era a seguinte:


Contudo, a 9ª jornada trouxe várias supresas, sendo a maior a meteórica ascenção da equipa da casa, ZdB Olympic, que com uma aposta certeira (e grande fezada) nos jogadores do FCPorto, subiu 3 lugares na classificação, ficando em 2º lugar a apenas 8 pontos do líder e campeão em título, Visconde SCP. Aliás, a ascenção foi de tal modo fulgurante que arriscamo-nos mesmo a dizer que, caso os jogos tivessem tido mais minutos de compensação, a equipa ZdB Olympic estaria agora destacadíssima na primeira posição.

De salientar ainda a fraca prestação do campeão da 1ª edição, PavlovKids, que do 4º posto caiu para a penúltima posição.

A próxima jornada promete mais alterações da tabela com FCPorto, ManUtd, Arsenal e Villareal a disputarem a passagem à próxima fase, enquanto Barcelona e Chelsea vão com certeza promover algumas alterações nos seus onze tendo em conta o relativo à vontade com que vão poder encarar a 2ª mão.

quarta-feira, abril 08, 2009

Jogo de interpretação...


Normal...


Até a Bola Vermelha alinha pelo FCPorto... Será sentimento de
culpa por causa disto?


Se o Record tivesse feito mesmo o Cartaxana teria tido um chilique... 

terça-feira, abril 07, 2009

O GRANDE FCPORTO ESTÁ DE VOLTA!


Ronaldo's Friends 2 x 2 FCPorto

Exibição personalizada onde, mais uma vez, erros individuais impediram um resultado decisivo.

Venha a 2ª mão.

Histórico

No dia em que o FCPorto silenciou o inferno de Old Traford.

A todos, a equipa Zé do Boné endereça o profundo agradecimento!

Poooooooooorrrrrttttooooooooooooo!

Manchester United-2 / FCPORTO-2






O FCPORTO consegue um excelente resultado! Empatar a dois no "Palco dos Sonhos", é sempre positivo, seja em que situação for. Claro que o FCPORTO poderia ter ganho se na 1ªparte tem conseguido marcar nas chances que teve, mas tal não aconteceu e como B.Alves facilitou num lance de desconcentração...

O FCP entrou bem no jogo e depois de assustar por Lisandro, é Rodriguez que aproveita e marca um excelente golo depois de uma recuperação de bola no meio campo adversário, após o que Rodriguez define muito bem o lance. Depois disso o FCP cresceu e continuou a mandar no jogo e não fora o lapso de B.Alves que dá o empate, apenas por 1ª vez Ronaldo tinha obrigado Helton a uma grande defesa, de resto, só deu Porto.

Isto porque o FCP até ao empate foi melhor, muito melhor. Um FCP personalizado, a trocar bem a bola, principalmente pela esquerda, onde Cissokho fez uma bela jogatana, sempre a subir no terreno, com Meireles, Fernando e Lucho a controlarem o meio campo, sempre com o apoio de Rodriguez e com Hulk e Lisandro a trabalharem muito na frente. 

Depois do empate, o FCP recuou um pouco, mas não abalou, voltou a ter mais bola e a mandar mais no jogo, sempre com a equipa bem posicionada em campo, sem falhas colectivas e com isso a obrigar o Manchester a errar. Pena que por 2 ou 3 vezes os médios e avançados não tenham definido da melhor forma, pois teriam concerteza chegado ao intervalo a ganhar e com inteira justiça, pois tanto Rodriguez, Lisandro, como Meireles e por fim Hulk criaram perigo, mas sem boa definição ou porque o GR defendeu bem.

Assim, na 2ªparte, o Manchester cresceu, obrigou o FCP a errar mais passes e com isso o FCP deixou de ter bola com qualidade e a não conseguir sair para a frente com real perigo, como acontecera na 1ªparte, e para piorar, Ferguson coloca Giggs e e depois Tevez em campo, criando com isso mais dificuldades á defesa do FCPORTO, que respondeu quase sempre bem, tirando uma ou outra falha, mas que prontamente era compensada pelo colega que estava mais próximo. É também verdade que o jogo ao ficar mais repartido, a qualquer momento poderia cair para um dos lados, e se é verdade que o Manchester criou perigo, também o FCP teve as suas chances, mas menos claras.

E com o arrastar do jogo na 2ªparte, e o FCP a não conseguir criar real perigo, existindo uma fase de indefinição, onde qualquer dos conjuntos pareciam estar mais á espera do possivel erro do adversário do que a arriscar tudo, mesmo assim, Hulk, Lisandro e Cissokho ainda obrigaram o GR a boas defesas a evitar golos, também Helton respondeu bem a 2 ou 3 remates.

E aos 75m., Hulk arranca pela direita, ultrapassa o seu adversário directo e quando passa por Tevez que tinha ido ajudar na defesa é derrubado na área, um claro penaltie que ficou por assinalar.

E depois Jesualdo mexeu, confesso que naquela altura não percebi, porquê os 2 jogadores que sairam pareciam ser dos melhores em campo, pois tanto Meireles como Rodriguez pareciam estar bem fisicamente, acho que Lucho e Hulk estavam pior a esse nível, ou seja foi uma opção que o treinador tem de tomar, entrando para os seus lugares Tomás Costa e Mariano.

E logo a seguir, um lance onde Hulk consegue outra arrancada, mas define mal, se tem passado a bola a Lucho ou Lisandro, concerteza o lance teria outro desfecho, mas ao tentar o lance sozinho, o FCP perdeu uma boa hipotese de golo, tendo a bola ainda chegado ao Lisandro que rematou muito por cima.

O problema é que tal como no 1ºgolo, o 2º nasce de um erro de concentração, e após um lançamento lateral, Rooney ganha a B.Alves por esperteza e Rolando é lento perante a astúcia de Tevez, nessa altura o Manchester apesar de não dominar o jogo, tinha jogadores que podiam fazer a diferença, como fizeram num lance de dificil explicação.

Depois, parecia que novamente a injustiça de um resultado, onde o empate já não era inteiramente justo, apesar de Helton ter feito também boas defesas, mas o FCPORTO soube reagir e mérito para os jogadores que continuaram a pressionar e a acreditarem, e num lance onde Lisandro resolve ir para cima dos defesas, consegue um cruzamento, e o FCPORTO ao meter 3 homens na área, a bola sobra para Mariano (quem diria á uns meses atrás), que sem marcação domina bem a bola e remata muito bem fazendo o golo do empate, que deu outra justiça ao marcador, ainda que no jogo jogado o FCPORTO tenha sido melhor.

Agora é armar a equipa bem, estudar bem as tácticas do Ferguson, que vai ter de arriscar cá, mas para quem já passou uma eliminatória depois de empatar fora também a dois, os jogadores já têm outra estaleca para enfrentar esse desafio de uma forma optimista, mas principalmente realista, mas que o FCPORTO foi enorme na Europa, isso foi.

Quanto aos jogadores:

Helton, excelente em 3 lances, onde fez defesas enormes a evitar claramente possiveis golos, ou seja, esteve sempre concentrado e nunca facilitou.

Sapunaru, muito bem a defender, e é de destacar, que nestes jogos ele tem sido enorme e tem estado muito bem, e neste jogo voltou a estar muito bem.

Rolando, tirando um ou outro lance onde teve ajuda, apenas facilitou no 2ºgolo, sendo lento nesse lance, e a este nível paga-se caro esses erros nas áreas.

Bruno Alves, o menos bom de todos, ou seja, não querendo crucifica-lo, até porque em lances aéreos esteve imperial, infelizmente num lance de desconcentração falhou e no 2ºgolo também não impôs o fisico como deveria e perdeu o lance por ratice do Rooney.

Cissokho, uma supresa, e para quem não saiba o percurso deste jogador, é de salientar o jogo que faz num palco daqueles, excelente. O corredor esquerdo foi dele, isso basta para dizer do jogo que ele fez.

Fernando, outro desconhecido que actuou como se fosse um jogo do mais simples possivel, excelente a defender, a tapar buracos, e até a subir no terreno, ás tantas era ouvir o adjunto do FCP a pedir que não subisse, soberbo.

Lucho González, teve classe, personalidade, apenas faltou ter definido melhor e ter conseguido subir um pouco os seus indices fisicos para ter sido ainda melhor, mas soube apoiar muito bem Sapunaru no seu flanco, talvez por isso tenha aparecido menos no meio.

Raul Meireles, está um poço de energia, muito bem no apoio defensivo, e aparecendo num jogo desta dificuldade muitas vezes na frente a tentar o remate e passes de ruptura.

Christian Rodriguez, um médio avançado, tanto pela direita (onde começou), pela esquerda, pelo meio, e sempre com critério, ou seja, para mim foi o melhor avançado, pois conseguia quase sempre criar real perigo nos seus lances.

Lisandro, descaido mais pela direita, ajudou bem no apoio defensivo o seu flanco e na frente foi sempre muito activo, ora a tentar o remate, ora a tentar criar. Pena é que tenha tido sempre pela frente um GR que lhe defendeu 3 lances de golo, faltou o golo dele para ter sido soberbo.

Hulk, jogando mais solto na frente, não apareceu em jogadas decisivas como costuma aparecer, e talvez por isso pareça algo injusto não ter uma nota tão positiva como os outros jogadores, pois correu muito, batalhou, ainda criou frisson, mas há dias em que os lances não saem tão bem, e também esteve sempre muito marcado.

Tomás Costa, correu, lutou, e soube entrar em jogo, pressionando alto, teve o azar do jogo saindo no fim lesionado.

Mariano González, o HERÓI improvável deste jogo, até tinha entrado bem, a pressionar alto, a correr e a lutar, no lance do golo consegue perceber que a bola pode cair ali e aparece no lance completamente isolado, domina bem a bola e remata com classe, fazendo a bola passar por cima do GR, dando justiça ao resultado.

Andrés Madrid, 1 minuto em campo.

Resumindo:

O Menos bom:
Bruno Alves
esqueceu-se que este nível é 200% de concentração e teve 3 momentos maus no jogo, 1º atraso e golo, 2º Corte com a mão por mau posicionamento e 3º no 2ºgolo também facilitou e Rolando foi ultrapassado em Velocidade.

O verdadeiro Hulk não conseguiu aparecer, ou seja, aquele que decide, que cria lances impossiveis, neste jogo foi muito marcado e não conseguiu superar-se.

O Muito bom:
Acho que o FCP fez um jogo tremendo de força, coragem e personalidade, e Jesualdo colocou a equipa tácticamente perfeita perante o actual Campeão da Europa, e tivessem estes 3 jogadores estado ao nível de excelência dos outros 8 (+Mariano), teriamos concerteza ganho este jogo, até porquê fomos objectivamente melhor no jogo jogado, e a equipa merecia ter ganho tal a qualidade de jogo, principalmente na 1ªparte.

E o Sonho mora no Estádio do Dragão... que estes bravos conquistaram em Old Trafford.

Parvoíces de Páscoa

Segundo Luisão, carinhosamente conhecido por aqui como o Ilha de Páscoa, defesa central titularíssimo da equipa que, na última jornada, conseguiu bater o pé ao Estrela da Amadora, o lance de simulação de penalty por Lisandro Lopez está a valer o campeonato.

Curiosas palavras de alguém cuja equipa, ainda na jornada passada, ganhou graças a um penalty "inventado" pelo árbitro e que, no jogo de que fala, com o resultado empatado 0-0, viu o árbitro deixar passar em claro um penalty cometido por Reyes sobre Lucho Gonzalez. Isto para não falar do "brilhantismo" com que o Benfica venceu o Sporting na Herminio's Carlsberg Cup...

Parvoíces de Páscoa.


Para eu começar em grande era mesmo um bom resultado logo à noite

Antes de mais quero agradecer a honra de ter merecido um convite para participar neste blog, será um prazer partilhar com todos os visitantes as minhas análises e opiniões sobre futebol e em particular, sobre o FC Porto.
Para começar em grande nada melhor do que falar sobre um jogo de respeito! Já devem saber do que se trata, hoje o FC Porto irá visitar novamente o chamado "palco dos sonhos". O palco ideal para um bom jogo de futebol, entre duas grandes equipas e onde o FC Porto há não muito tempo realizou um sonho, afinal a equipa que «comprava campeonatos no supermercado» foi superior ao todo poderoso ManUtd nessa grande noite.

É sabido que existe uma grande diferença entre ambas, quer a nível orçamental quer em termos de futebol, mas nem sempre os melhores ganham, e neste momento, se por um lado o Manchester é melhor equipa que o FC Porto, por outro é considerada a nível europeu como uma equipa que merece respeito e que pratica um «futebol atractivo» (palavras do considerado melhor jogador do mundo), pois no passado quem a havia menosprezado acabaria por se surpreender ao ver os excelentes resultados obtidos dentro do campo...

Conclusão: o FC Porto tem equipa para obter um bom resultado frente a um dos grandes candidatos ao título, mas pode cometer erros crassos e acabar por ter um resultado menos saboroso. Todos os jogos começam 0-0, mesmo que fosse entre o Campeão do Mundo e a “equipa” actual do Benfica (aquela que se calhar era melhor se não fosse o Lisandro...). Sou da opinião que tudo é possível, é uma tarefa muitíssimo difícil jogar com uma equipa de topo, em casa dele e conseguir um resultado favorável, mas no entanto não considero que, no caso das coisas correrem mal, o FC Porto seja equipa para sair de Old Traford com uma goleada por mais de 4 golos. Tem sido essa a diferença entre uma equipa que tem uma grande experiência em jogar grandes jogos e as equipas que estão menos habituadas a estas andanças…

Boa Sorte para logo!

Inspiração para hoje...







...e uma recordação que ainda arrepia. Que o FCPorto de hoje possa ter a mesma determinação que a equipa que em 2004 conquistou a Europa.

segunda-feira, abril 06, 2009

Um fim de semana normalissimo...

Comecemos pelas coisas positivas: um FCPORTO de risco, mas totalmente ganho pelo Prof. Jesualdo Ferreira, e se algumas vezes o critiquei pelas suas opções e por achar que alguns jogadores não são bons o suficiente para estarem no FCP, desta vez dou a mão à palmatória pelo risco que ele assumiu (porque eu nestas condições teria feito o mesmo), e sabendo que Lisandro estava castigado, Fucile lesionado e Rodriguez e Lucho vinham de 2 jogos pelas selecções sul americanas (onde até tiveram boas exibições, pelo que vi desses jogos e pelos comentários).

Jesualdo resolveu colocar Sapunaru (vem a subir de forma), Tomás Costa (o menos bom, tem de crescer mais como jogador e não fazer faltas para amarelo), Mariano (afinal é jogador, lol, mas o Jesualdo no golo dele até festejou mais,...) e Farias na frente (excelente movimento no lance do golo e num outro remate na 1ªparte). Estes jogadores responderam à altura e como o resto da equipa jogou o seu normal, assistiu-se a um bom jogo por parte do FCP, onde apenas por 2 vezes o Guimarães causou perigo, tendo num desses lances chegado ao golo. Contudo, o caudal ofensivo do FCP era forte e a equipa criou cerca de 6, 7 ocasiões de golo, por isso o resultado final não é de estranhar, sendo portanto uma vitória merecidissima.

E se nos outros jogos os arbitros têm estado bem, possivelmente a vantagem seria maior nesta altura, assim, como eu já li em vários blogues, é preciso atenção, pois perdeu-se completamente a vergonha, e vai ser assim até ao fim, aliás, como vem sendo já nas últimas jornadas, á descarada...

Pois é, este foi um fim de semana normalissimo, todos a quererem que o FCP perdesse, Xistra a tentar ajudar à festa, com Sapunaru e Hulk a serem autenticamnete massacrados pelos adversários e tudo a passar sem que nada fosse. E da parte dos pseudo jornalistas, mais do mesmo, sempre à procura de lances na area do FCP para poderem desvirtuar o resultado final.

Em Matosinhos, parece que o Paulo Bento ainda está afectado pela Taça da Liga e confundiu mão de Abel com o peito. Ao menos seja honesto e assuma que o arbitro neste lance os beneficiou, enfim...

Na Amadora, um tal de Hugo Miguel (um arbitro incompetente e da nova forja), fez os possiveis e impossiveis para levar aquela equipa (he he, equipa, lol) ao colo. O Estrela, sem treinar durante uma semana e depois de uma paragem de 2 semanas, deu um baile ao Benfica, que graças a 2 penalties (1 completamente fora da area, e outro com o jogador de costas... deve ser nova regra, agora qualquer falta à entrada da area é penaltie a favor dos vermelhos) venceu o jogo. Ora como existiram 2 penalties na area do benfica e apenas foi marcado um (por agarrão ao Nuno André, nem acreditei que o arbitro tivesse apitado, lol), ja o outro panaltie foi roubado por parte do arbitro, e este penaltie só daria a expulsão do David Luis ainda na 1ªparte (pois a bola iria entrar na baliza).

Enfim, lances normais num fim de semana normalissimo.
Agora quero ver as 1ªpáginas durante dias a falarem desses lances, ...
Ah, pois, os jornalistas também são vermelhos... Tal corja...

domingo, abril 05, 2009

Grafite: Golo do ano!



Grafite! O golo do ano na goleada imposta pelo Wolfsburgo ao Bayern Munique por 5-1!

Técnica e sorte combinadas para criar um lance fantástico (tanto que o comentador inglês perdeu completamente a compostura)!

Lisandro e Guarin de regresso

Já é conhecida a lista de convocados para o jogo de terça-feira contra o Manchester United, a contar para os quartos de final da Liga dos Campeões.

Na lista destacam-se o regresso de Lisandro, que ficou de fora do jogo de Guimarães por acumulação de amarelos (e não por simulação de penalty como a SIC foi noticiando ao longo do dia) e Guarin, que regressa após lesão. Dos convocados para Guimarães, fica de fora Rabiola.

Entretanto, do lado dos Red Devils, continua a dúvida relativamente à disponibilidade de Anderson e Berbatov.

No momento em que escrevo este artigo, o Man Utd vai empatando a uma bola com o Aston Villa (golo dos Reds marcado pela super estrela do futebol luso), tendo apresentado um onze inicial com algumas alterações: Van der Sar; Neville, O'Shea, Evans e Evra; Nani, Carrick, Fletcher e Ronaldo; Giggs e Tevez.

De fora, por lesão ficaram Berbatov, Anderson, Hargreaves, Rafael e Brown, por castigo Rooney, Vidic e Scholes e por opção Rio Ferdinand. 

Lista de convocados:
Guarda-redes: Helton e Nuno.
Defesas: Bruno Alves, Cissokho, Rolando, Sapunaru e Stepanov.
Médios: Andrés Madrid, Fernando, Lucho González, Mariano, Raul Meireles, Guarín e Tomás Costa.
Avançados: Farias, Lisandro, Hulk, Cristian Rodriguez e Tarik Sektioui.

Troféu 2007/2008 vai finalmente ser entregue!


Ao que parece, a Liga decidiu finalmente entregar o troféu relativo ao título de Campeão Nacional da época 2007/2008 que o FCPorto conquistou categoricamente e sem qualquer margem de contestação.

Provavelmente mais preocupada com a Liga Carlsberg, a Liga decidiu finalmente que estão reunidas as condições para a 11 de Abril, antes do jogo com o E. Amadora, entregar o troféu ao tricampeão, pretendendo com isso evitar provavelmente a entrega de dois troféus em simultâneo.

Comparando com a Liga Inglesa, onde o cúmulo da eficiência leva a que, em caso de indecisão à entrada para a última jornada, o troféu seja entregue por helicóptero, a Liga continua a dar provas de amadorismo e má fé. Nada de estranho se tivermos em conta quem controla a Liga.

Que o Estádio do Dragão saiba receber Hermínio Loureiro e o seu séquito com a devida homenagem que estes merecem.

imagem: Desportugal

sábado, abril 04, 2009

Abram alas ao campeão!

V. Guimarães 1 x 3 FCPorto

Num jogo em que, com a complacência exasperante de um Xistra bipolar, tudo valeu para parar Hulk e passar por Sapunaru, o FCPorto ultrapassou mais uma etapa rumo ao tetra! Venha o Manchester!

sexta-feira, abril 03, 2009

Justiça desportiva é autista...

Comunicado da F.C. Porto – Futebol, SAD

Uma vez conhecida a absolvição do seu presidente no âmbito do «Apito Dourado», o Conselho de Administração da F.C. Porto – Futebol, SAD vem por este meio comunicar o seguinte:

1 – A F.C. Porto – Futebol, SAD regista e congratula-se com a absolvição do presidente do seu Conselho de Administração, hoje decidida no processo do pretenso «envelope», ainda que esta não constitua mais do que a consagração objectiva de um direito constitucional reconhecido a cada cidadão: o direito à Justiça;

2 – Nos múltiplos processos que tiveram origem nas certidões extraídas do conveniente «Apito Dourado», sucessivamente arquivados, foi o presidente da F.C. Porto – Futebol, SAD ilibado de todas e quaisquer acusações;

3 - A desproporção entre os inúmeros meios utilizados no tratamento daqueles processos e os resultados obtidos é chocante: afinal, uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma…;

4 - A Justiça Desportiva não pode ser uma ilha isolada do direito, nem pode ignorar que todos os processos em que penalizou o F.C. Porto e o seu presidente tiveram um desfecho diametralmente oposto na Justiça Penal, até mesmo aqueles que foram reabertos com base numa obra de ficção;

5 – A não ser produzida de imediato esta rectificação, o futebol português assume uma posição autista que, mais tarde ou mais cedo, não deixará de ser sancionada pela sociedade civil.

Porto, 3 de Abril de 2009

O Conselho de Administração da F.C. Porto – Futebol, SAD

Envelope selado

O presidente do FC Porto, Pinto da  Costa, o empresário António Araújo e o árbitro Augusto Duarte foram hoje ilibados no chamado "caso do envelope" do Apito Dourado.

 

A juíza Catarina Ribeiro leu o acórdão - não foram dados como provados os factos imputados pela acusação - que inocentou os três arguidos no caso  que reportava ao encontro Beira-Mar-FC Porto (0-0), da 31.ª jornada da Liga de 2003/04, realizado em 18 de Abril de 2004.


in Record


Talvez se lembrem agora de acusar o Pinto da Costa de ter simulado um suborno só para enganar os juízes...

quinta-feira, abril 02, 2009

"Dragõezinhos" conquistam Intercalar Zona Norte

O FCPorto conquistou ontem o título de campeão da Zona Norte da Liga Intercalar ao bater o Paços de Ferreira por 4-3 no desempate por grandes penalidades, após uma igualdade 1-1 no final do tempo regulamentar.

A equipa portista apresentou mais uma vez, e à semelhança do que acontecera contra o Leixões nas meias finais, um conjunto jovem onde, da equipa principal, apenas constavam Ventura e Rabiola, enquanto o Paços de Ferreira apresentou alguns dos seus jogadores principais. Ventura acabou mesmo por ser o herói do jogo ao defender 3 penalties, assegurando assim a conquista do troféu.

O FCPorto fica agora à espera do vencedor do jogo entre Mafra e Belenenses para saber contra quem irá disputar a 1ª final nacional da Liga Intercalar.

Esta tem sido uma competição bem aproveitada pelo FCPorto para rodar jogadores menos usados ao mesmo tempo que tem revelado alguns nomes que prometem dar que falar, casos de Ivo Pinto, Diogo Viana (adquirido ao Sporting no negócio Postiga), Josué e Chula. Também Ventura e Rabiola têm aproveitado da melhor forma esta competição para dar nas vistas.

Começa cedo a senda de vitórias destes jovens portistas.

Foto: Record