quinta-feira, setembro 17, 2009

Fernando: 1 falta e 2 amarelos

Afinal, o jogo contra o Chelsea deixou espaço a críticas em relação à arbitragem. Falcao alega ter sido puxado por Carvalho e isso vê-se nas imagens, mas creio que aqui o colombiano fez um pouco de teatro na queda. Por outro lado Fernando viu 2 amarelos por faltas mas... apenas cometeu uma! Aparentemente terá sido Guarin a cometer a infração que valeu o 1º amarelo a Fernando. De acordo com o Jogo, nas estatísticas da UEFA apenas é atribuída uma falta a Fernando.


À margem


A UEFA decidiu aceitar o recurso do Arsenal e voltou atrás na decisão de suspender o jogador Eduardo por 2 jogos no seguimento da simulação que valeu um penalty contra o Celtic no Playoff para a Liga dos Campeões. De acordo com a decisão do "Board" não ficou provado que o árbitro tenha sido enganado ao tomar a decisão de assinalar o penalty.


Tenho para mim que esta gente podia aprender alguma coisa com a Liga de Clubes portuguesa que se mostra implacável com jogadores que simulem grandes penalidades em jogos transmitidos pela televisão...

4 comentários:

dragao vila pouca disse...

Caetano tens toda a razão acerca do dois casos, mas no caso do Fernando estava-se mesmo a ver que aquilo ia acontecer. Sem querer puxar de galões eu já tinha dito em dois comentários aos jogos - Naval e Leixões -, que ele não podia ter aquele tipo de entradas...

Um abraço

Caetano disse...

Pois... é um sinal de imaturidade. Ele vai ter inevitavelmente de controlar a forma impetuosa como aborda alguns lances mas ainda assim, o "menino" de Jesualdo só tem culpa daquilo que faz, não é?

Abraço!

Orgulhoazulebranco disse...

Sim,às vezes ele exagera um pouco nas entradas,não é por mal.Também não é nada que não se emende.

Isto dos dois cartões e uma falta é que foi um galo do caraças =/

Caetano disse...

Orgulho AB, que este caso lhe sirva para se aperfeiçoar como jogador. Quanto à ausência, talvez faça menos falta no jogo do Dragão contra o Atlético do que no Chipre contra o APOEL.

Mas que teve azar, teve!