sexta-feira, julho 03, 2009

FCPorto na pista de Falcão?


Esta já me parece uma notícia bem ao estilo das do ano passado, lançadas em jeito de contra-ataque ao desvio de Cristian Rodriguez, segundo as quais o FCPorto teria tentado desviar um jogador júnior, Carlos Martins e... Balboa, jogadores que, como se sabe, mostraram qualidades no Benfica. Obviamente que a história de Álvaro Pereira deve ter doido a alguém.

Relativamente a Falcão, só me ocorre dizer duas coisas: primeiro, se o FCPorto quisesse o jogador, ele em 4 ou 5 minutos estaria no Dragão. Em segundo lugar, para que é que o FCPorto precisa do Falcão? Para constituir uma alternativa a Renteria?

Já agora, e como hoje é dia de eleições livres e democráticas na Instituição, propomos um passatempo aos leitores.

PASSATEMPO:

Pergunta - Diga qual dos seguintes Grande Líderes pratica a forma mais exótica de Democracia?



Fotografias:

4 comentários:

Sete_Luas disse...

O Chavez, por causa do papagaio!!!!!

dragao vila pouca disse...

Quem são esses três, comparados com o grande Rei Midas o educador dos vermelhos?

Como é possível falar-se em democracia no Benfica, quando há sócios com direito a 20 votos e outros com direito a apenas 1?
Já viram o que seria para as eleições na nossa democracia - p.europeu, autárquicas, presidenciais ou legislativas -, se por exemplo um jovem recém recenciado tivesse direito a apenas 1 voto e alguém como eu, já com uma idadezita, tivesse 20 votos?

Um abraço

Anónimo disse...

Como é que alguém que desrespeita uma deliberação do tribunal, se pode afirmar como paladino da justiça e verdade desportiva??!!

A permanência dele no Benfica desperta-me sentimentos contraditórios. Por um lado, como se tem visto nos últimos anos é bom ele estar lá, por outro, de um tipo que faz o que mencionei acima deve-se esperar sempre o pior, a todos os níveis, obviamente, para ele não existem regras, e isso preocupa-me.

Xamane

Caetano disse...

Acho que o nível do Benfica se resume a uma frase destinada a viver na infâmia: "Se isso não fosse para a rádio eu dizia Estou-me cagando"".