sexta-feira, julho 24, 2009

De volta às lides: FCPorto vence D. Bucareste



O grande atractivo de ontem era mesmo a perspectiva da estreia de Falcao e Valeri embora, como já esperava, estes ainda denotassem uma grande falta de entrosamento e de ritmo (sobretudo Valeri que veio de uma lesão e participou em poucos treinos) sendo a sua estreia o único motivo de relevância em termos de apreciação individual.

Tratando-se de um jogo de preparação pouco interessava o resultado, embora associar o FCPorto a uma derrota seja algo contra-natura que ninguém consegue admitir. Interessa mais avaliar o nível de integração dos novos jogadores, a evolução da dinâmica da equipa e os índices de frescura física que esta evidencie. Nesse aspecto o jogo acabou também por ser atípico, algo confuso e sem "nervo", sobretudo na segunda parte, período em que Jesualdo fez várias experiências, uma das quais consistiu em determinar se desde a última aparição o Benítez tinha sofrido uma lavagem cerebral e se tinha feito jogador.

O que fica na retina é mesmo a exibição de Varela que mostrou ser uma alternativa extremamente válida para Jesualdo, sendo capaz de dar profundidade e acutilância às alas do ataque azul e branco, tanto à direita como à esquerda. Embora tratando-se de casos diferentes, encaro o fenómeno Varela com a mesma surpresa da 2ª passagem de Tarik pelo FCPorto, isto é, conhecia-se à partida o jogador e já se esperava um determinado patamar exibicional que não seria nada de extraordinário mas, subitamente, descobre-se um jogador com potencial para ser decisivo ao longo da época. Fantástico! Para mim e para já o melhor reforço, um pouco acima de Belluschi.

E porque não Belluschi? Simplesmente porque o jogador, apesar de uma indesmentível qualidade, ainda tem de melhorar os aspectos de posicionamento de modo a harmonizar-se com o modelo de jogo do FCPorto. Nota-se em termos individuais um toque de classe (grandes passes ontem!) mas parece-me que é legítimo, por aquilo que tem deixado perceber e pelo nome que tem na Argentina, esperar mais dele. Para já, Varela é a figura da pré-época.

Hulk tem assumido entretanto o papel de avançado-centro mas nota-se perfeitamente que não está talhado para assumir esse papel de ponto de referência, papel que não potencia o aproveitamento do seu poder de explosão. O Hulk tem de jogar nas alas, partindo de trás e sobretudo fazendo aquelas mortíferas diagonais da direita para o centro. Nitidamente o papel de ponta-de-lança será de Farías ou Falcao (se este confirmar que realmente valeu o esforço que o FCPorto fez na sua contratação) com Rodriguez à esquerda e Hulk à direita, ficando Varela como alternativa tanto de um lado como do outro e ainda Mariano, o eterno 12º jogador, à espera de um lugar tanto no ataque como mais atrás no meio campo.

No meio campo há uma luta interessante. Se Raul Meireles e Fernando são donos naturais da titularidade (muito melhor ontem Meireles a fazer a basculação do jogo portista embora pudesse ser mais decisivo na hora do remate), a questão fica sobre quem irá ocupar a vaga em aberto, isto num 4-3-3. Para já parece-me que caberá a Mariano ou Belluschi, embora Guarin tenha vindo a melhorar mas nunca se sabe bem o que esperar do colombiano, capaz de num momento levar tudo à frente como, logo a seguir, errar um passe de 5 metros. Fica ainda Tomás Costa que tem tido exibições muito interessante, parece-me mais confiante, demonstrando uma qualidade assinalável nos passes a rasgar para o ataque. Vai ser no meio campo que Jesualdo terá as suas maiores dores de cabeça.

Na defesa, à partida, o quarteto será formado por Fucile (aproveitando a lesão dos outros 2 defesas direitos do plantel), Rolando, Bruno Alves e Álvaro se não houver mais nenhuma saída (como diz o meu amigo Vila Pouca, o mercado termina a 31 de Agosto e até lá muito pode acontecer). Apesar disso Maicon tem-se destacado pela "souplesse" com que desempenha o posto de defesa central e parece-me em vantagem sobre Nuno Coelho que será o 4º central do plantel pois tem ainda problemas em controlar um certo nervosismo. Isto sem tirar mérito a um jogador de quem eu espero muito. Outro aspecto importante que notei no jogo de ontem foram algumas falhas de concentração de Bruno Alves que não são nada habituais. Estará afectado pela ansiedade da perspectiva de um contrato milionário? Terá sido um dia mau como um daqueles a que todos têm direito? Mais à frente se saberá. Ah! Na defesa, o Benítez também marcou presença mas nitidamente aquele não é o seu melhor lugar. Ficava muito melhor na esquerda de uma defesa que não vestisse a camisola do FCPorto. Tem uma crise de confiança abismal e vê-se que a bola não queima. No caso dele, a bola fulmina. Precisa de jogar e no FCPorto não o fará com certeza.

Finalmente a baliza... Que qualidade tem o Beto! Ontem mostrou um aspecto fundamental no comportamento de um guarda-redes de uma grande equipa: sem ter sido chamado a intervir muitas vezes, quando o fez revelou concentração e segurou o resultado com uma grande defesa. Vai ser uma disputa interessantíssima pela titularidade esta época até porque Helton terá de se aplicar mais para evitar aquelas pequenas falhas de concentração que no passado demonstrou. Pela primeira vez desde Baía, o FCPorto tem 2 grandes guarda-redes.

Venha a Peace Cup! É já na segunda-feira, às 21h30, contra o Lyon de Lisandro e Cissokho.

3 comentários:

Jorge disse...

creio que a equipa base ainda não está estabelecida. Jesualdo não gosta muito de inventar nas pedras nucleares, mas pode ser obrigado a isso caso Varela continue a fazer jogos deste calibre. continuo a não gostar de Guarín, muito inconstante, se bem que ontem esteve uns furos acima dos outros dois jogos. fico à espera da Peace Cup para ver como se comportam contra uma equipa a sério.

Jorge (Porta19)

dragao vila pouca disse...

Não vi o jogo, mas no final ligaram-me a dizer maravilhas do Varela. Quero ver se vejo frente ao Lyon e ao Besiktas, pois o grau de dificuldade é maior e já vai dar para ver mais qualquer coisa. No entanto pelo que tenho ouvido e lido e visto - Mónaco -, parece-me que temos gente.
O problema é que ainda falta um mês até ao fim do mercado e tudo pode acontecer.

Caetano, eu acho que temos três grandes guarda-redes, pois o Nuno nunca deixa ficar mal e é muito importante no balneário.

Um abraço

pclvarela disse...

O Varela é um espetáculo! :D