quarta-feira, outubro 01, 2008

Interrogações

FCPorto 2 x 0 Paços de Ferreira

Mais um jogo marcado por uma exibição apática da equipa mas onde, desta vez, os adeptos demonstraram ser mais pacientes. Com a atenuante da ausência de Lucho Gonzalez que, segundo o jornal(?) A Bola Vermelha estaria ligado a um sistema de suporte básico de vida, a equipa nunca soube ser acutilante, valendo a raça de Lisandro Lopes e Raúl Meireles para marcar o primeiro golo.


No meio campo, Tomás Costa mostrou-se muito agarrado á posição enquanto Farías foi uma autêntica sombra.

Arsenal 4 x 0 FCPorto

Infelizmente não consegui chegar tarde o suficiente para evitar ter visto o último golo. Por outro lado, mesmo nos minutos finais, também não consegui ver a equipa do FCPorto em campo. Lanço por isso algumas questões:


Será que meio Hulk vale mesmo 5 milhões?

Quanto custou afinal Benítez?

Ter Hulk ou Farías no plantel é melhor que ter Adriano?

Será que um Bruno Gama não seria útil no actual plantel?

Numa altura em que há falta de atitude na equipa, o que é que é preciso para Jesualdo dar oportunidades a um jovem com vontade de se mostrar e que tem muita qualidade? Falo obviamente de Candeias.

É certo que este resultado, apesar do exagero dos números, não é comprometedor. Uma derrota em Londres era um resultado perfeitamente admissível no lançamento da fase grupos. O que é preocupante é ver a equipa a não fazer tudo o que pode em campo, é ver os jogadores a não darem o "litro".

Aproveito para dar o exemplo de um grande Mestre do futebol, Sir Alex Ferguson que, nos 2 jogos que o Man Utd realizou, lançou 2 jovens desconhecidos, oriundos das escolas dos Reds.

Será que vale a pena investir em Bollatti, Benitez, Farias, e outros que tal, descurando a formação? Onde está o resultado da promessa da aposta nas escolas do clube?

Agora vem aí o jogo com o Sporting, no qual o mínimo que se espera é que a equipa COMA A RELVA se for necessário. Os adeptos podem ter neste momento o assobio fácil, um sinal que se esqueceram da humildade que guindou o FCPorto ao top do futebol português e europeu, mas se perderem com o Sporting (Jesualdo ainda deve ser o treinador nessa altura e, por isso, não é impossível) até eu começarei a assobiar.

8 comentários:

dragao vila pouca disse...

Num momento destes um portista tem de fazer um grande esforço de contenção. Eu tento, mas não posso deixar de dizer o seguinte: quando uma equipa se vem queixar, treinador incluído, dos assobios dos adeptos e não é capaz de ser superior a isso...alguma coisa está mal sobre o ponto de vista mental.
Ontem, isso foi claramente notório, depois do 1º golo do Arsenal, com a equipa a desmoronar-se como um castelo de cartas.
As culpas não podem ser atribuídas exclusivamente ao Jesualdo, mas um treinador que não transmite convicção, raça, espírito ganhador...tem muitas responsabilidades.
Há treinadores que podem estar todos borrados, mas aquilo que transmitem para dentro e para fora, é confiança, fé, crença...com Jesualdo eu nunca senti isso.
Depois é preciso dizer que custou muito ao F.C.Porto conseguir todo o prestígio que tem na Europa do futebol e portanto, nunca pode baixar a níveis tão baixos e desbaratar, com um comportamento, tão pobre todo esse capital, que tanto custou a adquirir.
Se só temos equipa para consumo interno não se justifica um orçamento de 60 milhões de euros.
Eu não culpo Benítez, mas culpo Jesualdo por meter o Benítez e pergunto: o que ganha o F.C.Porto com o argentino em vez do Lino? Ganha defensivamente? Não como se viu! Ganha ofensivamente? Então aqui nem se fala! Porque joga então Benítez? Ah, com Benítez o B.Alves tem de estar sempre preocupado com ele e não joga nada.
Andamos e nós estivemos na luta, numa Guerra sem quartel, para irmos à C.League, não podemos, agora com exibições deste tipo, beliscar a nossa auto-estima, de Dragões orgulhosos.
Um abraço

Sete_Luas disse...

Eu acho que, quando os jogadores param dentro da grande área À espera q o árbitro marque o fora de jogo descurando COMPLETAMENTE a defesa no lance de onde resultou o primeiro golo, vê-se imediatamente o espirito com que estão em campo e o que espera o adepto no resto do jogo. Não tenho por costume assobiar o meu clube, na vitória ou na derrota, joguem bem ou joguem mal, azares acontcem e a inspiração nem sempre está lá mas porra, uma coisa é falta de sorte, falta de pernas, falta de talento, falta de inspiração, outra é displicencia e foi assim que o Porto jogou ontem à noite. No festejo do quarto golo o Sr. Wenger ria-se de força trocista e aquilo para mim foi um soco no estomago e insultei-o do pior mas, pensando a frio, foi essa a reacção que o jogo me mereceu. E venha o Sporting e... seja o que deis quiser....

EboRâguebi disse...

Arsene Wenger | A primeira euforia!

Visconde disse...

Como tu dizes, não está em causa a derrota, porque não seria nada de imprevisto, estão em causa os números da derrota, porque foram 4 mas podiam ter sido 8 e a forma apática com que o Fecepê brindou a plateia...
Que se mantenha mais uma semana...lol

Sete_Luas disse...

Declarações do Sr. Jesualdo: "Só perdemos três pontos!" *inserir chorrilho de palavrões e insultos aqui*... Então e o prestigio? O brio de defendermos uma nação que se tivesse de depender de velhas glórias tava bem ....? O sentido de orgulho, raça, amor ao clube? São estas coisas que me deixam fo#$da.. que perdessem o jogo, nada a apontar... agora perderem até o sentido de ridiculo com afirmações como esta... BAH!

Anónimo disse...

Quando não se tem segurança no trabalho que se efectua e não se sabe o que se pretende atingir, então resulta sempre mais fácil criticar o acessório e o dispiciendo como a questão dos assobios.Lembram-se por certo tão bem como eu, em situação idêntica, como o ADRIANSE arrumou com a questão dos lenços brancos.Ou seja, o nosso destreinador valoriza a questão porque sabe que é incompetente, enquanto o senhor ADRIANSE desvalorizou-a porque estava convicto de onde queria chegar.È assim, mesmo.Não é bom treinador quem quer, senão haveria muitos com capacidade para treinar o grande FCP.

planetaportugal disse...

Olá Amigos do Zé do Boné. Sou o o moderador do http://fcporto.planetaportugal.com e gostaria de vos apresentar uma proposta por email mas não encontro o vosso contacto. Agradecia que me enviassem o vosso email para moderador@fcporto.planetaportugal.com

Grande Abraço

Caetano disse...

Realmente foi lamentável, talvez mesmo patética a atitude de alguns jogadores do FCP neste jogo.

Este Benitez é a segunda parte de uma piada que começou com Lucas Mareque e não se percebe o que faz a titular. Vila Pouca, não é que eu ache que o Lino é um jogador ao nível do FCPorto mas concordo contigo, se jogasse o Lino o FCPorto só ganhava com isso.

Sobre Jesualdo, já o Wolverine23 aqui tinha dito que ele não consegue vencer um jogo decisivo que seja: Supertaça, Taça, jogo contra o Schalke 04, ... e como dizes, o treinador não consegue passar uma atitude ganhadora para equipa.

Se eu fosse jogador e visse o treinador a alterar o esquema de jogo para uma táctica mais defensiva creio que mesmo que não o assumisse, eu próprio ficaria inibido perante o adversário.

Luas, o riso do Wenger é o riso de alguém que tinha um jogo que achava complicado, especialmente depois de uma humilhante derrota caseira com um clube que se estreou na Premier League, e que acabou por ser resolvido com uma inacreditável facilidade.

Visconde, se a tradição se mantiver, o Sporting ganha ao FCPorto porque, por muito que me custe, o Jesualdo é... o Jesualdo.