sexta-feira, junho 05, 2009

Grande semana!

Mais uma!

No domingo, dia em que se ficou a saber que o FCPorto foi a 7ª equipa no ranking de prémios da Champions League, o Jamor engalanou-se para a festa e o FCPorto conquistou a sua 14ª Taça de Portugal, troféu que já fugia desde 2005/2006, época que curiosamente também marcou a última dobradinha do FCPorto.

Então como agora, o jogo ficou decidido por um golo apenas, então por Adriano, agora por Lisandro Lopez. Embora não tenha sido o melhor jogo do FCPorto, valeu por ter fechado da melhor forma uma época notável apesar da desilusão da Supertaça Cândido de Oliveira (não falo da Taça do Hermínio que essa desde o início estava destinada ao Benfica).


Jesualdo até 2011

O final do jogo do Jamor foi aproveitado para o anúncio de algo que não constituiu surpresa: Jesualdo iria renovar contrato até 2011. Apesar de achar as suas opções ocasionalmente incompreensíveis e de ser um técnico que em jogos cruciais revelou pouca ambição, algo que fica mal num técnico do FCPorto, esta renovação acaba por ser justa à luz dos troféus ganhos ao longo destes 3 anos. Contudo não me esqueço das pobres exibições do FCPorto em casa que levaram à perda de pontos importantes. Se o campeonato tivesse ficado decidido mais cedo, o FCPorto não teria tido outros argumentos contra o Man Utd? Talvez... para já e para a história, Jesualdo é o Professor do 2º Tetra.

Por outro lado, os detalhes da primeira proposta de renovação a Jesualdo -no final do jogo contra o Man Utd no Dragão-, com o alinhavar da proposta na eliminatória contra o Dínamo de Kiev, mostram como se criam condições no FCPorto para as grandes conquistas. Isto é a diferença!

Contratações

O FCPorto não perdeu tempo a preparar a próxima época e praticamente de uma assentada assegurou Maicon e Álvaro Pereira, defesas central e esquerdo do Nacional e do Cluj da Roménia, respectivamente.

Se Maicon era já um dado adquirido ao longo dos últimos dias, já a contratação de Álvaro Pereira constitui uma surpresa uma vez que o mesmo era apontado com insistência ao Benfica, tendo havido várias reuniões entre o Cluj e o 3º classificado do campeonato nacional que esbarraram contudo numa exigência do presidente do clube romeno: pagamento em dinheiro e não em letras como Vieira pretendia (talvez em pneus tivesse resultado).

O FCPorto, procurando encontrar uma alternativa de qualidade a Cissokho e tendo em conta que, com a natural saída de Benítez, era necessário equilibrar o plantel naquele sector, não perdeu tempo e mostrou como se faz um negócio sem ocupar a primeira página dos jornais durante uma semana.

Será até natural referir que o FCPorto está cada vez mais eficaz nas suas negociações pois, se há um ano Rodriguez referiu que demorou apenas 5 minutos para assinar, Álvaro Pereira referiu que para ele bastaram 4 minutos!

Estas contratações não deixam antever, na minha opinião e ao contrário do que se diz por aí, qualquer saída de jogadores importantes do tetracampeão mas sim as prováveis saídas do "flop" Benítez e de um defesa central (Stepanov ou Pedro Emanuel?). Por outro lado, não me supreenderia se Maicon fosse colocado a "rodar" durante uma época noutro clube da primeira liga até porque é provável o regresso de Nuno André Coelho ao FCPorto após uma época em grande no Estrela da Amadora.

Álvaro Pereira custou ao FCPorto 4,5 milhões de euros por 80% dos direitos desportivos sobre o jogador de 24 anos, tendo assinado contrato por 3 anos com uma cláusula de rescisão de 20 milhões de euros.

Quanto a Maicon, jovem de apenas 20 anos, assinou por 5 temporadas tendo a transferência custado ao FCPorto 1,1 milhão de euros por 50% do passe do jogador, ficando a outra metade em posse do Cruzeiro. Esta transferência demorou mais que o previsto devido a problemas entre o clube brasileiro e o Nacional no entendimento sobre quem tinha afinal direitos sobre o jogador. Os clubes acabariam por chegar a acordo através de uma "troca", ficando o Cruzeiro com a totalidade do passe de Maicon e o Nacional com a totalidade do passe do goleador-mor do campeonato, Nené, jogador cobiçado pelo Benfica (não se despachem não, que se o Lisandro sai...).

Depois de Orlando Sá, Varela e Miguel Lopes, o FCPorto adquire mais 2 reforços para a próxima época.

Fotografias: Record, FC Cluj
Vídeo: FCPorto

1 comentário:

Wolverine23 disse...

Mais uma taça, faltam 3 titulos para ficar-mos em 1ºlugar, terá que ser já na epoca 2009-2010.

Para já a planificação, parece-me acertada.

Pinto da Costa após a 2ªmão dos 4ºfinal da champions renova com Jesualdo, é nestes momentos que se vê a liderança...

contratações, alvaro Pereira parece ser apto para o clube, mas é mais um jogador de uma selecção que o obriga a viagens muito longas, a ter em atenção.

Quanto a laterais, agora temos 5, Fucille, Sapunaru, Miguel Lopes, Cissokho e Alvaro Pereira, questão a gerir.

Parece que o N.A. Coelho como se esperava fica no plantel, bem.

E Varela para as alas é uma boa opção, jogador forte fisicamente e rápido.
Orlando Sá é um potêncial jogador e com a lesão, não sei se não será emprestado.

Mas atenção a Ibson, parece que o FCPORTO só quer vender, até concordo, ou fica no plantel ou é vendido, não faz sentido estar com encargos com um jogador que é emprestado ano após ano.

Mas atenção á zona do meio-campo, parece-me que precisamos de mais qualidade naquele sectos, porquê Fernando, Meireles e Lucho não aguentam outra vez com tanta sobrecarga... como se viu este ano na Champions...