terça-feira, junho 30, 2009

Adeus Comandante

É oficial. Lucho será jogador do Marselha durante os próximos 4 anos, mal seja aprovado nos exames médicos. Trata-se do adeus de um dos jogadores mais emblemáticos do FCPorto da era pós-Mourinho que foi contratado ao River Plate por um custo global de cerca de 10M€.

Ao todo, Lucho marcou 35 golos em 127 jogos pelo FCPorto tendo chegado mesmo a capitão da equipa, curiosamente na presente época.

Esta transferência só se pode explicar pelos valores monetários envolvidos em termos salariais, ascendendo a cerca de 3M€ /época, já que, nitidamente, o Marselha não é um clube ao nível deste jogador, que eu veria mais facilmente num Real Madrid ou Barcelona.

Quanto ao FCPorto, perde o seu médio de referência das últimas 4 épocas mas através de um negócio que é sem dúvida vantajoso do ponto de vista financeiro já que o FCPorto recebe directamente 18M€ pela transferência de um jogador com 28 anos, podendo este valor ser acrescido de mais 6M€ por resultados desportivos do jogador e do Marselha. O FCPorto vê também subtraído à lista salarial o valor mais alto do plantel, factor que poderá dar margem argumentativa em termos de renovação de contrato com jogadores fundamentais do plantel ou mesmo na entrada de um médio que é agora necessário, até porque tanto Tomás Costa como Guarin são ainda muito "tenrinhos" e pouco mostraram.

A dúvida que agora se coloca é sobre qual será o jogador escolhido para substituir Lucho Gonzalez. Aceitam-se apostas mas há quem diga que a escolha já foi feita...

A Lucho Gonzalez só nos resta agradecer enquanto adeptos do FCPorto e adeptos do futebol por tudo aquilo que o melhor médio das últimas 4 edições do campeonato português nos brindou e desejar-lhe boa sorte para a continuação da sua carreira, de preferência, voltando a um grande clube europeu que, depressa perceberá isso, o Marselha é muito pequeno para ele.

Até sempre "Comandante".



Foto: L'Équipe

4 comentários:

Wolverine23 disse...

Eu bem disse que a pré-Época ainda nem começou...

Um já foi e possivelmente mais dois irão...

O que me preocupa é que este era o jogador no qual se baseia o sistema de jogo de Jesualdo, ou seja, o jogador que tanto no meio como na direita pegava no jogo e desmarcava os colegas na cara do guarda-redes, é uma perda importante.

Só resta dizer obrigado ao Lucho por em 4 anos ter conseguido ser um simbolo do FCPORTO pela sua forma de estar em campo a defender o nome do FCPORTO.

Jogador discreto, ás vezes lento, mas com uma classe fantástica, é pena...

Jogador para a sua posição, não sei, acredito é mais que Jesualdo opte por tentar jogar para o ano mais vezes em 4-4-2, com Fernando e Meireles como duplo Pivot, com Rodriguez na esquerda e "alguém" na direita com 2 avançados soltos, a ver vamos, como a pré-Época ainda nem começou, ainda sai algum destes, ... lol

Kinkas disse...

Acredito que ele no início vai experimentar o Mariano na meia ala direita. No campeonato portugues, ele vai dar conta, o problema mesmo vai ser a LC onde ele é nitidamente muito curto.

O Tomas e o Freddy acredito que possam ser uma boa surpresa (principalmente o Freddy). Estou ansioso por mais esta reconstrução do meu amado FCP. Mas vão contratar mais alguém. A ver vamos quem nos calha.

A par do Alenitchev, o Lucho foi daqueles jogadores que deixam uma marca sublime no Porto sem ser de uma grande aura.

Caetano disse...

Wolverine, terá de ser devidamente colmatada, é um facto, até porque nem Guarin nem Tomás Costa dão para já garantias, embora Guarin seja aquele que para mim tenha mais similaridade com as características de Lucho. Falta-lhe confiança e ritmo de jogo, coisas que no ano passado não conseguiu embora, a espaços, tenha mostrado qualidade.

Cheira-me que agora deve sair o Licha, até porque o Lyon vendeu, e bem, o Benzema e terá agora outra argumentação financeira para negociar com o FCPorto.

Caetano disse...

Kinkas, essa será a solução mais provável, face ao que assistimos no final da época passada e, como já referi no comentário anterior, concordo plenamente contigo em relação a Tomás Costa e Guarin.

Quanto a contratações, e embora só nos últimos dias tenha vindo à baila, já se fala de Javier Pastore em certos círculos da blogosfera há umas semanas. poderá ser esse o reforço por quem se espera ou... haverá uma daquelas surpresas "à moda antiga". Vamos aguardar.

Boas memórias nos traz o Alenitchev, é verdade :) Grande jogador, com uma qualidade técnica e uma capacidade de posse de bola e de passe bem acima da média. No entanto, ao contrário de Lucho que se tornou o núcleo da equipa do FCPorto, o Dmitri foi, na minha opinião, subaproveitado pelo facto de ter de disputar o lugar com um outro senhor, também ele um nome destinado a viver na eternidade: Deco.

Abraço!