domingo, novembro 08, 2009

Maritimo-1 / FCPORTO-0

Novamente... Começa a ser dificil catalogar os jogos do FCPORTO, de tão tristes que estão a ser... Começando pelo fim, 10 m. finais em que em desespero se bombeavam bolas para a área do Maritimo mas onde até se podia ter acontecido o empate em 2/3 ocasiões.


Mas e durante os outros 80 m., o que se passou???

A mesma treta que acontece desde há 5 jogos a esta parte: a 1ªparte é de arrepiar, de tão mal jogada que é, onde normalmente o FCP não marca nem cria chances para isso, com um futebol aos repelões à espera que alguém tenha um lance de classe que permita colocar o FCP em vantagem. Ora como os adversários também se apercebem que o FCP está a jogar mal, tiram-lhe a bola, fecham bem as alas para Hulk e o outro extremo não romperem e pronto, está deixado à sua sorte o único avançado do FCP, pois os 3 médios parecem estacas presos ao chão, e como Belluschi esteve lesionado (e possivelmente está sem ritmo, nem sei para quê Jesualdo o convocou para esta viagem à Madeira. Para passar os 90 m. no banco???), o FCP não tem em campo nenhum jogador que faça girar a equipa à sua volta, e assim é dificil...

A 1ªparte foi de arrepiar, principalmente porque o FCP chega ao intervalo a perder 1-0 num corte desastrado do Rolando, com azar e incompetência à mistura. É legítimo começar a perguntar se Maicon foi contratado só para se sentar no banco. Mas também foi mau de mais, porque por 3 vezes os avançados do Maritimo (que mereceu claramente a vitória e fez um bom jogo) cabecearam à vontade na linha da pequena área, perante os defesas centrais atónitos e um Helton petrificado...

Por isso o 1-0 ao intervalo é lisonjeiro...

Na 2ªparte o FCP mudou o seu figurino, tirando um dos apáticos (Guarín) e fazendo entrar Mariano(!!!).

Parece que Jesualdo não tem visto os ultimos jogos do FCP, onde apenas com a dupla de avançados consegue fazer golos e decidiu perder preciosos minutos a inventar... nem tem a inteligência de perceber que com um jogador com as caracteristicas do Belluschi, um nº10 que tem jogado a nº8, a equipa poderia crescer. Parece contudo que Jesualdo o levou só para aquecer o banco. Então para quê levá-lo??? Incompreensível....

Ora com esta alteração, o FCP passou a tentar jogar em 4-4-2, mas sem dinâmica, e parecia que o Maritimo podia a qualquer altura num contra-ataque fazer o 2-0, (onde os laterais também não conseguiam acompanhar os extremos contrários, nem subir pelas alas para cruzar...).

Como os 2 médios (Fernando e Meireles) estavam a tentar apagar fogos atrás não conseguiam pegar na bola para criar. Por outro lado Mariano e Rodriguez estavam desinspirados na criação de jogo e Hulk desde há uns jogos a esta parte parece que ligou o complicador e perde-se em campo. Na frente, sem bola e sozinho na área, Falcão nem sequer conseguia rematar...

Depois saiu Rodriguez (a ver se com esta paragem de 2 semanas conseguimos recuperar este jogador, que pode ser muito importante na recuperação do FCP na classificação)... e entrou Farias, passando o FCP a jogar à inglesa, com os cruzamentos a partirem da defesa para os dois avançados e a tentarem os médios alas ganhar ressaltos e cruzar. Jogadas bem delineadas nem imaginá-las, quanto mais vê-las em campo. Tão mau era o jogo do FCP, que nenhum jogador cumpriu sequer metade da sua função em campo...

Mas do banco, do treinador Jesualdo vinha nada, zero a nível de estratégia, zero a nível de táctica, nada...

A lesão de Helton mostrou também alguma crise de pulso e de liderança. Não se compreende como é que um jogador se lesiona no aquecimento, recupera em 5, 10m. e entra como titular, mas aos 70m volta a ressentir-se, dando claramente a entender que não estava em condições. Com mais uma alteração para fazer Jesualdo decidiu não o tirar de campo, apesar da lesão, e se o FCP tivesse empatado e por culpa do Helton perdesse o jogo perto do fim??? É preciso ter competência para decidir, mesmo que o jogador não queira sair estando claramente incapacitado...

O FCP chegou aos últimos 10 m, apenas a perder por 1-0, após 80m onde o Maritimo foi mais perigoso e competente e, em desespero, Bruno Alves avançou para a área adversária, ficando Fernando a fazer 2 posições atrás e passando o FCPorto a bombear bolas para a frente, sem nexo e sem imaginação, já que nenhum jogador teve capacidade para criar lances de classe... É claro que o FCP teve nos últimos 10m. vários lances onde podia ter empatado, mas nem aí houve competência na hora de finalizar...

Destaco um momento onde Falcão consegue fintar o ultimo defesa e em vez de passar a bola ao isolado Farias prefere tentar colocar a bola no canto, mas Peçanha defende a bola para canto. Realço este lance, porque já não é a primeira vez que reparo em lances deste género no ataque do FCP, onde parece que quando estão em frente à baliza não conseguem perceber que os colegas da frente podem estar em melhores posições para finalizar e preferem o lance individual que normalmente é cortado pelos defesas e/ou guarda-redes.

Aspecto muito negativo, Jesualdo, parece estar a perder o élan perante os jogadores, os novos não parecem acreditar na sua metodologia de trabalho e os velhos estão ausentes, sem chama... Com isso, o FCP perde o seu fio de jogo e nos ultimos 5 jogos conseguiu 3 vitórias pela diferença de 1 golo, 1 empate e uma derrota, sempre com jogos sem qualidade e paupérrimos...

Aspecto negativo, Hulk, que pode ter a ver com o que disse anteriormente, sem bolas de qualidade, sem um bom jogo colectivo, ele passa ao lado, pois além de não ter bolas de qualidade, não tem neste momento capacidade psicológica para se superar neste momento e por isso tudo lhe sai mal...

2 semanas para os jogadores lesionados recuperarem, Fucile, Valeri, Belluschi, Varela e Rodriguez serão fundamentais para o FCP passar a jogar melhor e com isso ter mais hipóteses de ganhar vários jogos consecutivos no campeonato para não perder a ligação com o topo da classificação...

E com isso Jesualdo tem 2 semanas para mostrar que é capaz de colocar o FCP a jogar um futebol de alguma qualidade superior ao que tem vindo a apresentar, que é muito pouco...

Para as selecções vão agora ausentar-se B.Alves, Meireles, Rolando, A.Pereira e Hulk.

6 comentários:

John Aarson disse...

Vergonha. Estava eu muito preocupado por ter dado 5 euro pelo jogo com o Belém... há que ter pena dos pobres coitados que foram à madeira.
Entrámos em campo com o jogo perdido. Com aquela atitude, só não saímos goleados por pura azelhice do Marítimo.
Agora sim, já batemos no fundo. É impossível jogar pior. Resta saber o que é preciso fazer para se gritar o BASTA e para se dar a volta a esta situação. Não quero ver o FCP a ficar como o Sporting e muito menos ver o FCP a acabar a época como a última em que o SLB foi campeão.

Serei para sempre Portista. No melhor e no pior. Mas estou a ficar farto desta atitude. Os nossos jogadores estão a atingir um nível de displicência NOJENTO!

Deixem-se de tretas. Podem dizer que este ano temos jogadores muito maus. Podem não ser Luchos e Lisandros, mas continuam a ser jogadores de enorme qualidade e já os vimos todos a fazer grandes exibições. Portanto sabemos que são capazes. Até quando esta m*rda de exibições?

Nuno Silva disse...

excelente....

subcrevo e assino!

RUA....

dragao vila pouca disse...

Estava-se a adivinhar: vitória frente à Académica com péssima exibição; empate frente ao Belenenses - levou três em casa do Paços de Ferreira... - e mais uma exibição sem o mínimo de qualidade; derrota justa frente ao Marítimo e citando Jesualdo: " a pior exibição da época".


Nós falamos, alertamos para a forma como ( não) estavamos a jogar, apelamos ao brio e à raça, pedimos atitude de Campeão, mas não adiantou nada...Ninguém percebeu os sinais vindos do exigente público do Dragão, e assim, o F.C.Porto numa época que precisava de estar forte, ganhador, à altura do seu enorme prestígio, é uma equipa sem rei nem roque, com pouca defesa - Rolando tanto prometeu que cumpriu... -, sem meio-campo e sem ataque. Uma caricatura de uma grande equipa, que, para espanto de todos os portistas, a cada semana que passa está pior, perdendo até aquilo que sempre a distinguiu: a capacidade de lutar contra o destino.

Um abraço

Ricardo de Sousa disse...

Demasiado pobre para se assemelhar ao FCPORTO.
O Porto não é isto.

Que a paragem sirva para muita coisa porque a continuar assim...

Abraço

HugoDR disse...

Jesualdo para a rua e já!
Acho que devia começar a circular um abaixo assinado a pedir a "cabeça" do professor.
Vemos uma equipa sem um pingo de classe, e um treinador apático, que repete vezes em conta a mesma táctica.
Em Janeiro recomenda-se vivamente a ida às compras, para a contratação de um nº10 à antiga, senão corremos o risco de lá para Fevereiro os lampiões serem campeões facilmente.

Caetano disse...

Miséria total... qualquer equipa jogaria ali com mais alma. A culpa não pode ser só do "processo" como gosta de lhe chamar Jesualdo. No Dragão os adversários não deixam o FCPorto impor o seu processo. Agora pelos vistos também já acontece quando o FCPorto joga fora de portas. Não brinque com os adeptos Sr. Professor.