terça-feira, outubro 06, 2009

Luís Filipe Vieira dixit


"A boca... morre pelo peixe!"

No final do jogo Paços x Benfica, referindo-se a Eduardo Bettencourt que criticou o fundo de jogadores do Benfica.

14 comentários:

Sete_Luas disse...

A sapiência deste senhor é SEMPRE digna de registo.
Digno de registo também foi o comentário de um VERMELHÃO comentador de futebol da Rádio Renascença no relato do 3º golo do FCP frente ao Olhanense este fim-de-semana, apontado por Falcão. Diz o "ruborizado" senhor: "Radamel Falcão faz o bis e iguala o grande Cardozo na liderança dos melhore marcadores da liga Sagres... contando com os pénaltis claro está". Ora se o vermelhusco o diz, quem sou eu para questionar mas, já agora a titulo de curiosidade: http://diario.iol.pt/desporto/falcao-cardozo-oscar-cardozo-liga-goleadores-futebol/1093852-4062.html é uma análise deveras interessante.

A merecer registo também, ainda que não tenha visto noticiado em LADO NENHUM, está a recepção calorosa aos autocarros de adeptos do Futebol Clube do Porto na deslocação ao Algarvistão, curiosamente, não por adeptos do clube local por outros da Mouraria mais acima... e calorosa é mesmo o termo, visto que foi feita a pólvora!!! Alguém viu a noticia disto em algum telejornal? REvista? Vi dois apontamentos, em dois fins-de-semana seguidos, sobre elementos das claques portistas terem sido detidos por roubos a estabelecimentos (sendo que um destes apontamentos ficou-se pelo "alegadamente" até hoje). Não me entendam mal, oponho-me DETERMINANTEMENTE a este tipo de comportamento por parte dos adeptos sejam eles do meu clube ou não, acho sinceramente que deviam pegar nestes CROMOS e irradiá-los definitivamente dos estádios de futebol e da sociedade, o que estou a querer dizer é que "uns são filhos e outros enteados" e começo a ficar cansada de ver sempre as mesmas MERDAS sempre para os mesmos lados...

John Aarson disse...

Bem, penso que o 1º comentário informa muito mais do que o próprio post :P De qualquer das formas é sempre de saudar a eterna sabedoria e lucidez dessa grande figura do nosso futebol que é o Ayatollah Vieira.

De resto espero que essas recepções calorosas aos nossos jogadores e as respectivas ausencias de noticias das mesmas só sirvam para nos fazer defender ainda com mais força esse título que pode não ser nosso por direito, mas muito menos direito têm esses nojentos Benfiquistas que tão mau nome dão a Lisboa.

Falam muito dos "mouros" AKA Lisboetas, mas não nos metam todos no mesmo saco. Há muita merda por aí espalhada pelo país que nada tem a ver com Lisboa e pertencem a essa agremiação de anormais.

Sete_Luas disse...

Johnito: Em primeiro lugar, não queria de todo ferir susceptibilidades. Não me refiro aos lisboetas todos como Mouros, quando o faço é direccionado, aliás dou mto valor aos que primam pela inteligencia e bom gosto em terras onde domina o extremo oposto.
Em segundo lugar, uma pequena correcção, a recepção foi feita aos adeptos não aos jogadores, porque esses levam escolta de meter respeito e se há coisa q esta gentalha não é, é corajosa.

Por último... ermmm eu falo um bocadinho de mais, desculpa Caetanino... :x

Orgulhoazulebranco disse...

Ai oh Caetano,eu passei aqui há umas horas só mesmo para um olhar muito rápido e pensei "hey,até li aquilo ao contrário..."
mas não..ahahahaahah que CROMO!!!

Ricardo de Sousa disse...

Este Vieira podia escrever um livro só com as bicadas no português, e no bom senso, que nos proporciona.

Abraço
O fundo vergonhoso em http://carregaporto.blogspot.com/

John Aarson disse...

7L: lol nenhumas susceptibilidades foram feridas... simplesmente quis acrescentar exactamente o que disseste a seguir. Que apesar de se generalizar muito, ainda há muito mouro com bom gosto :P

dragao vila pouca disse...

Caetano, Vieira e Jesus, qual deles leva a taça, como rei das calinadas.

Sete_Luas, tens toda a razão. No meu blog não faltaram portistas a mandarem-se contra a claque, mas eu como já sei como funciona aC.Social, informei-me parece que não foi nada como eles pintaram. Aliás, não é por acaso que não foi nunguém detido.

Em Albufeira, eles, os Super, queriam ir para uma praia, a plíci a não deixou, eles acataram, metream-se na camioneta e foram embora.

Em Olhão, estevam perto de 150 anti-portistas à espera. Devem ter pensado que era apenas uma ou duas camionteas da claque, e atreveram-se. Tiveram azar e depois fugiram até para dentro de uma esquadra...

Abraço

Caetano disse...

Luas, como o Aarson referiu, e muito bem, o teu comentário é mais informativo que a posta que lhe deu origem. Quanto a mim de tal forma que talvez, digo eu, tivesse merecido ser ele próprio uma posta :P "Percebestes"?

Caetano disse...

Orgulho AB, foi mais ou menos o que me aconteceu quando ouvi pela primeira vez o líder espiritual da Nação Vermelha dizer aquilo. Até pensei "Diabos... até percebi mal". À segunda... tive a mesma reacção que tu :)

Caetano disse...

Ricardo, até nem lhe custava muito. Como quem escreve um, escreve dois, a Leonor Pinhão fazia-lhe o jeito.

Caetano disse...

Vila Pouca, a Comunicação Social lá vendeu isso da forma que lhe dava mais jeito. Mas convenhamos... não é só pela Com. Social que a imagem dos Super está "menos saudável".

Caetano disse...

Uma última nota:

A crer pelo número de comentários que foram imediatamente e deliciosamente parar ao lixo, parece haver muitos rapazinhos a quem este e o último artigo causaram profunda comichão. A esses rapazinhos recomendo a aplicação de uma pomadinha nas áreas afectadas pelos pruridos e, mais ainda, recomendo que completem o 9º ano o quanto antes, sem ser pelas Novas Oportunidades, para poderem ter um nível cultural acima do seu precioso líder espiritual, não incorrendo depois em situações tão vexatórias quanto esta.

Este foi um conselho grátis.

Sete_Luas disse...

Caetano: não batam mais no ceguinho, achei a tua posta tão genial que me recusei a fazer outra que roubasse o protagonismo de "primeira página" a esta...
Quanto aos comentários que foram parar ao lixo, acho mal, acho mto mto mal porque APOSTO que seriam umas pérolas merecedoras de serem ditas por este senhor, não?

Caetano disse...

O nível cultural era mais ou menos o mesmo...