terça-feira, novembro 11, 2008

Padrões

Capa do Jornal Record de quinta-feira, 23 de Março de 2006.

O FCPorto eliminara na véspera o Sporting também para a Taça de Portugal e, curiosamente, também através do desempate por grandes penalidades após uma igualdade a 1 golo que aconteceu no prolongamento.

No final, obviamente, "Bento arrasa arbitragem - "Jogámos 11 contra 12"...

4 comentários:

Visconde disse...

Curiosamente nesse jogo o Caneira foi expulso sem até hoje ninguém perceber porquê?
Ou será porque era o único amarelado no meio dos jogadores e foi ele "casualmente" o escolhido para dar o exemplo de correção aos demais...?

Offshore disse...

Eu explico: Houve uma confusão entre o Raul Meireles e Deivid. O sôr Caneira resolveu envolver-se na confusão agitando ainda mais as coisas, tirando satisfações de Raul Meireles. Lucho também entrou na confusão e também foi punido, com amarelo. Caneira já tinha um, foi expulso. Simples.

Aliás esse lance foi decisivo. Caneira expulso aos 112 min, Porto marca aos 115 ...

Mereciam ter ganho ?
O FCP dominou grande parte do jogo...63% posse de bola contra 37% do Sporting...17 remates contra 10 do Sporting, não tendo sido muitas as oportunidades do FCP foram muita mais claras que o SCP...Lucho isolado , Adriano po duas ou 3 vezes mandando numa delas a bola ao poste,etc,etc...vir dizer que mereciam ter ganho é pra rir!!!?

Caetano disse...

Pois... para lá do tão propalado lance de penalty de Pepe que as imagens depois mostram claramente ter acontecido fora.

Seja como for, para sanear a situação no dia seguinte a capa do mesmo jornal referia uma suposta agressão de Baía ao Ricardo "Baía atirou a bola à cara de Ricardo".

Não havia mais por onde pegar...

Visconde disse...

Por falar em penalty, e o corte com a mão do César Peixote dentro da área...? Não te lembras aposto?

Ora então aviva lá a memória:
http://www.youtube.com/watch?v=YyEPL8Ah0ko

Ah pois é...