quarta-feira, maio 18, 2011

Dublin 2011 - Cumprir com seriedade e profissionalismo!




O FCPorto tem hoje a oportunidade de escrever mais uma página de ouro da sua História quando às 19h45 entrar no Dublin Arena para defrontar o Braga, naquela que é a sua 5ª final de uma competição europeia.

Temos razões para estar optimistas à luz daquilo que o FC Porto tem feito esta época, parecendo não se cansar de bater recordes. Para já a época está a ser brilhante. Uma supertaça e -objectivo maior- o campeonato, ambas as provas conquistadas com inequívocas demonstrações de superioridade.

O jogo de hoje frente ao Braga é especial, e não só pelo ineditismo de se tratar de uma final inteiramente portuguesa. Na presente época, o FC Porto ultrapassou vários adversários, uns mais fracos e outros de topo, sendo que todos foram ultrapassados com o mesmo brilhantismo.

Contudo, o Braga muda radicalmente as circunstâncias, embora haja claramente favoritismo da parte do Porto. É que para os minhotos o respeito e o conhecimento que têm dos dragões é completamente diferente do que seria caso se tratasse de uma equipa estrangeira. Estão habituados a jogar contra o Porto e sabem que não têm nada a perder. Trata-se de uma situação semelhante à que se perspectivava em 2002/2003, quando o Boavista estava no limiar de aceder também à final da UEFA em Sevilha. Quando questionado sobre quem preferia como adversário na final, Mourinho optou inequívocamente pelo Celtic, porque tinham "mais respeito pelo FC Porto" do que o Boavista.

Para a esmagadora maioria dos jogadores bracarenses será também a única ou última oportunidade que terão de conquistar um troféu com o prestígio da Liga Europa, casos de Alan, Meyong, Paulo César, Vandinho,... Sendo claramente não favoritos, nada têm a perder e tudo a ganhar. Podemos pois preparar-nos para ver os Guerreiros do Minho a deixar a pele em campo até ao último minuto.

Só um FC Porto sério, competente e esforçado poderá obter o resultado que tanto desejamos: trazer mais um troféu europeu para a sua galeria e para Portugal. Seria o seu 7º troféu internacional, somando-se às duas Taças dos Campeões / Liga dos Campeões, à UEFA (Sevilha), à Supertaça Europeia e às duas Intercontinentais.

Villas Boas deverá optar pelo onze que mais segurança traz: Helton, Sapunaru, Rolando, Otamendi, Álvaro; Fernando, Guarín e Moutinho, Varela, Falcao e Hulk. Serão estes jogadores que terão a missão de cumprir com seriedade e profissionalismo até porque, como bem sabemos e bem vimos esta época, festejar por antecipação pode trazer grandes amargos de boca.

Força Porto!! Queremos essa Taça!


1 comentário:

penta1975 disse...

somos mesmo grandes, enormes! ;)

estou super feliz! e o melhor é que esta época ainda não terminou!! ;)

«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

Miguel | Tomo I